CARNAVAL DE 2018 – ESPOSA SE SOLTANDO NA MINHA FRENTE



Ola amigos, venho mais uma vez contar outra aventura da minha esposa. Antes gostaria de agradecer aos votos, comentários e mensagens, isso me excita muito e me empolga a contar toda minha intimidade para vocês. Mas vamos ao que interessa, nós moramos em uma cidade do sul do Estado do Rio de Janeiro e no carnaval deste ano resolvemos dar um passeio para uma região vizinha, conhecida como costa verde, local de praias e gente bonita pra todo lado. Estávamos de folga no trabalho e passaríamos quatro dias descansando e curtindo o carnaval daquela região. No meu pensamento eu teria minha esposinha só pra mim, visto que seus comedores, agora eram três frequentes, Ricardo, Roberto e Pedro além de um esporádico que era o sobrinho do Ricardo, tinham ficado bem longe.
        Chegamos na cidade no sábado pela manhã e ficamos rodando e conhecendo os pontos da cidade até dar o horário do check in da pousada que reservamos. Observamos alguns bares que, embora fechados, tinham uma ótima aparência e eu já fui montando um roteiro para curtirmos a noite. Nos instalamos na pousada e minha esposa quis ir para uma praia que tinha próximo, trocou de roupa, colocou um biquíni normal, nada de muito minúsculo, visto que ela já não é nenhuma garotinha, entretanto ela deu uma carregada no batom, com um vermelho bem forte, que realçava muito seus lábios, de imediato olhei, elogiei e disse que ela estava sexy e com boca de boqueteira, ela me olhou bem nos olhos e perguntou: “você acha que eu teria coragem de ficar chupando o pau dos outros por ai?”, meu corpo se arrepiou dos pés a cabeça, porque eu tinha uma resposta pronta pra dar, mas me contive e continuei jogando o jogo de sonso:”acho que se você tivesse chupando outros paus por ai eu ia ficar sabendo”, no que ela respondeu logo continuando: “ou não”, e saiu rebolando aquela bunda que sabia que já estava acostumada a levar pau dos nossos vizinhos. Chegamos na praia ela estendeu sua canga e ficou deitada, apoiada nos cotovelos, olhando tudo ao seu redor, eu sentei numa mesa ao lado dela e fiquei tomando uma cerveja, reparei que ela olhava muito para uma mesa que estava a uns seis ou sete metros da onde estávamos, quando olhei bem tinham dois caras sentados e um estava de frente pra ela e o outro estava de lado, mas também a encarava. Ela me disse que iria dar um mergulho, como eu tinha acabado de receber mais uma cerveja disse que iria na próxima, ela saiu andando bem devagar, deliciosamente sensual e passou ao lado dos caras, não sei se fez algum sinal pois ela já estava de costas pra mim, mas um dos caras levantou imediatamente e também seguiu pra água, ficaram um tempo meio distantes, apenas se olhando, até que ele se aproximou e puxou conversa, de onde eu estava conseguia ver que o papo estava animado, eles riam e ela toda hora dava tapinhas no braço dele. Fiquei muito excitado, mas não acreditei que ela fosse levar a diante, na minha cabeça ela voltaria pra mim cheia de tesão e foderiamos a noite toda devido ao seu flerte, ledo engano, quando ela voltou da água ela logo pediu outra cerveja pra mim e me disse que precisava ir no banheiro, mas que iria no banheiro da pensão, pois banheiros de bar são sujos, na hora eu maldei, até porque o cara passou direto da sua mesa e foi para um carro que estava estacionado na via. Como eu já sabia que seria corno, fiquei de boas esperando ela voltar, o que aconteceu por volta de uma hora e meia depois, logo depois dela o cara retornou para sua mesa. Ficamos mais meia hora na praia e a chamei para irmos nos arrumar para o carnaval à noite. Chegamos na pousada, eu disse que estava com tesão e que queria transar, ela de imediato falou que nós estávamos conectados e que desde que chegamos na praia ela estava morrendo de vontade de transar e que nada que ela fez desde então matou sua vontade, inclusive mandou eu meter o dedo na buceta dela pra ver como estava molhada, e eu fiz e senti como sempre. Mais uma vez eu tinha sido corno e estava amando, fomos pra cama e chupei minha linda esposa toda galada do macho que ela acabara de conhecer, como sempre curioso levantei suas pernas para ver seu cuzinho e acertei na mosca, todo inchadinho, ela tinha dado o cu para o cara naquele meio tempo que treparam. Gozei abundantemente, como sempre, terminamos e nos arrumamos para ir para um barzinho onde tivesse baile, eu tinha pensado em um quando passamos de manhã, mas quando estávamos perto ela ficava procurando pelos letreiros até que avistou um bar e me chamou para aquele, disse que parecia mais animado, assim que chegamos percebi o porque, encontramos os dois caras logo na entrada. Ela comprimentou o que havia comido ela mais cedo e me apresentou como seu marido, Alex era o nome do que comeu ela e o outro era Felipe, o local estava cheio, falei que era um prazer conhece-los mas que iria tentar arrumar uma mesa, o Alex logo ofereceu para sentarmos na mesa deles, sem me perguntar nada minha esposa logo aceitou. Ficamos ali bebendo e ela dançando na cadeira, o Felipe perguntou porque não íamos para o meio do salão para dançar, eu respondi que não curtia muito dançar essas musicas, estava tocando pagode das antigas, falei ainda que na verdade eu gostaria de estar ouvindo marchinhas de carnaval, minha esposa disse que ela adorava dançar, daí o Felipe me perguntou se tinha problema ele levar ela pra dançar, eu respondi que ela é quem decidia, na hora ela levantou e disse vamos. Ficamos eu e Alex na mesa, ele estava meio apreensivo e eu, como bom corno, tratei de puxar assunto para deixa-lo mais a vontade, depois de uns vinte minutos minha esposa volta muito suada e ofegante e o Felipe também, antes dela sentar o Felipe disse que iria ao estacionamento que tinha ao lado do bar para tomar um ar pois estava muito quente, ela logo se ofereceu para ir também e lá se foram os dois. O Alex me perguntou se eu não tinha ciúmes, eu respondi que confiava na minha esposa e que ela não teria nenhum motivo para me trair, por isso ela tinha toda a liberdade do mundo. Meia hora depois eles voltaram, ela se sentou do meu lado e me beijou, meu pau deu o salto característico de quando eu sinto gosto de gala na boca dela, pronto, estava confirmado, no primeiro dia de carnaval minha esposa já tinha me colocado dois chifres. A noite seguiu e nós continuamos conversando e bebendo, toda hora os caras se revezavam em dançar com minha esposa e cada dança durava umas meia hora, quando já eram umas três da madrugada eu percebia o olhar entre eles e a vontade no rosto da minha esposa, eu queria satisfazer seu desejo, dai me lembrei da tática de fingir de bêbado, comecei a enrolar a língua e fazer que não conseguir ficar de pé, minha esposa pediu ajuda para me levar até a pousada, uma vez que tínhamos ido sem carro, o Alex na hora ofereceu o dele, me carregaram até um terreno a uns ciquenta metros do bar, onde o carro do Alex estava estacionado, me colocaram no banco de trás e já cai fingindo estar desacordado, nisso ouço logo o diálogo:
Felipe: teu marido apagou, agora podemos fazer aquilo.
Paula: mas onde? Estamos numa pensão vocês não podem entrar.
Alex: conheço um lugar perto daqui onde todo mundo vai pra meter.
Paula: então vamos, o que você esta esperando? Minha buceta esta pegando fogo.
        Entraram no carro e seguimos até um local em frente a uma praia onde era quase deserto, tinham alguns carros, todos sacudindo em ritmo de trepada, Alex parou ao lado de um quiosque fechado e logo desceram, estava bem escuro, mas a lua deixava eu ver bem de dentro do carro. Minha esposa já chegou se ajoelhando e colocando os paus na boca, mamava feito uma bezerrinha, quando o Alex ficou de pé e levantou os quadris da minha esposa, pensei que ele fosse meter, mas ele se ajoelhou e enfiou a cara no meio das pernas da Paula, mas levantou de imediato e falou asperamente com Felipe: “porra, tu falou que gozou na boca dela, mas ela esta com porra no cu e na buceta”, minha esposa e Felipe riram e minha esposa falou:” não reclama, meu marido adora me chupar assim” e voltou a mamar no cacete do Felipe, Alex não perdeu mais tempo e cravou a pica na buceta, eu acho, pois ela nem reagiu a metida e continuou mamando, eles iniciaram um rodízio na buceta da minha esposa devassa, quando ela perguntou:”porra, vocês não gosta de cu não? Meia hora fudendo minha buceta e nem um pouquinho na minha bunda”, nessa hora quem estava fudendo era o Alex, ele simplesmente tirou o pau da buceta e cravou no cu, de uma só vez, sem parar, até que encostou seus pelos na bunda da minha esposa, ela somente levantou o rosto, abriu a boca como se tivesse fazendo um “ohhhh”, mas sem som, e depois abriu um largo sorriso, pronto agora iniciou um novo revezamento no cuzinho dela, quando ela manda o Alex deitar no chão, onde eles forraram suas blusas, e cavalgou o pau dele, parou empinou a bunda e chamou o Felipe dizendo: “vem me faz feliz com dois paus dentro de mim”, meteram muito, acho que cada um deles gozou umas duas vezes, quando acabaram ela simplesmente vestiu a calcinha, a saia e a blusa e disse: “vamos embora que daqui a pouco meu marido acorda”. Assim partiram pra nos levar para a pousada, quando chegamos que foram me retirar do carro eu fingi estar acordando e dizia que estava melhor, agradeci aos dois pelo trabalho que tiveram em nos levar de volta e eles responderam quase que juntos: “foi um prazer”, quando minha esposa completou: “literalmente” e saiu sorrindo, nos despedimos e entramos, quando chegamos no quarto eu disse para minha esposa que não lembrava do que aconteceu e ela disse que eu fiquei muito doidão e que ficava quase que oferecendo ela para os dois caras, ai ela completou: “ se eu não te amasse muito teria cedido ao que você estava insinuando pra eles e estaria até agora fudendo transando com dois estranhos”, perguntei se ela tinha ficado excitada comigo oferecendo ela e ela respondeu que tinha ficado muito excitada e pegou minha mão e levou até sua buceta, ainda por cima da calcinha eu senti que estava empapada, fiz o que adoro fazer, fui chupar aquela buceta galada pelos machos e transamos vigorosamente até de manhã. Esse foi apenas o primeiro dia de carnaval, ela aprontou muito mais nos outros.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario sigilososalvador

sigilososalvador Comentou em 23/04/2018

Muito bom

foto perfil usuario marlonrj

marlonrj Comentou em 23/04/2018

Que safada vc deveria falar para ela que sabe e gosta de tudo para vc beber gala direto da fonte logo logo vc vai fazer isso vai ser um corno manso e vai vira viado tbm todos gostam de beber gala na fonte

foto perfil usuario casalalphaebeta

casalalphaebeta Comentou em 23/04/2018

Esse tipo de casada puta me fascina. Adoraria conhecer o casal. Votado e com muito tesão.

foto perfil usuario escopiao

escopiao Comentou em 23/04/2018

Cara de sorte voce. adorei o conto.

foto perfil usuario escopiao

escopiao Comentou em 23/04/2018

Cara de sorte voce. adorei o conto.

foto perfil usuario escopiao

escopiao Comentou em 23/04/2018

Cara de sorte voce. adorei o conto.

foto perfil usuario escopiao

escopiao Comentou em 23/04/2018

Cara de sorte voce. adorei o conto.

foto perfil usuario eutoaquipraver

eutoaquipraver Comentou em 23/04/2018

nossa eu quero participar da festinha com esta mulher, hummm e deixo vc ficar do ladinho vendo e podendo limpar ela logo depois para pegar a coisa quentinha

foto perfil usuario muitoputo

muitoputo Comentou em 23/04/2018

Humm..que esposa puta deliciosa..adoro casada bem puta assim..bem cadela mesmo...otimo conto hein..valeu..




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


59406 - Minha vida de corno - o inicio - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
59407 - Minha vida de corno - parte 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
59408 - Minha vida de corno - parte 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
59409 - Minha vida de corno - parte 4 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
115915 - A DESCOBERTA DA MINHA ESPOSA – PARTE 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
115938 - A DESCOBERTA DA MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
115939 - A DESCOBERTA DA MINHA ESPOSA – PARTE 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
115959 - MINHA ESPOSA CONTINUA ME SURPREENDENDO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
115975 - MINHA ESPOSA CADA VEZ MAIS OUSADA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
116093 - SURPRESA NO MEU ANIVERSÁRIO – ESPOSA CADA VEZ MAIS PUTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
116178 - CARNAVAL DE 2018 – ESPOSA SE SOLTANDO NA MINHA FRENTE parte 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
116225 - CARNAVAL DE 2018 – ESPOSA SE SOLTANDO NA MINHA FRENTE parte 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
120106 - CARNAVAL DE 2018 – ESPOSA SE SOLTANDO NA MINHA FRENTE parte 4 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico qserc

Nome do conto:
CARNAVAL DE 2018 – ESPOSA SE SOLTANDO NA MINHA FRENTE

Codigo do conto:
116116

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
22/04/2018

Quant.de Votos:
22

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos porno tabu ferias[email protected] conto erótico de gordinha cavalapai corno contos eróticosconto erotico encurraladacontos de massagistas dotados comendo mulheres e meninas e meninos gaysconto erotico gay o supervisorcontos eróticos nao aguentei o tamanho do dote do travesticontos eroticos de advogadasconto esposa quer emprenharcontos eróticos gay comendo o cu do garoto oferecidoincesto seiren hqconto erótico castigofiquei de quatro e deixeo cavalo meter a piroca na minha bucetanovinha toda escancarada molhada greluda comutimoscontosquadrinhosporno/cfmamadoras chorou quando pediu pro namorado enfiar so a cabecinha na boca dela mas ele enfiou a rola na garganta e ela engasgoucontos porno menininha indefesacontos eroticos gay papai e euChupei a buceta da minha sogra çontorelatos eroticos dona de casa com entregadorcom fotosdei minha esposa p meu amigo viuvo carente conto eroticocontoeroticosafadacontos eroticos mamae mandou eu chuparcontoeroticosobrinhagostosachupando grelo até ferirconto erotico concunhada acampanifeta safada contos eroticos hentay 2017 papai comendo a bucetinha da filinhacontos porno: titioe eu gayFotos arredou minha calcinha e me comeutitiaxxvideoquadri nho porno escritoriocontos eroticos no onibus de pessoas de sjccontos eroticos pai benado arromba cu da filhinha putinhaContos erotico de incenso, como comi minha irma evangelicaxvideo brexei se mastubeicontos casal van cornocontoseroticos.vip/hetero/conto-erotico-crente-safada/conto erótico ai mamãefotos de africanas levano gozada no cu do bem dotadocontos eroticos padastro fudendowww.comto erotico minha tia me pegou fodendo a eguaContos eroticos a sobrinha pobre separadacontos com fotos cfm casais com dotadoscontos eroticos vovo mim fudeu no canilcontos erotico de vizinho tarado e pai ciumentoconto fudeu cu virgem da cunhada casadacontos de casal na praia de nudismoultimos contos eroticos com estuprocontos eroticos velhos picarudoseu e minha sobrinha conto eroticoutimoscontosminha sogra pisou - conto eroticoentiadacontoeroticopokemon sexcontos chupei o motorista da Ubercontoeroticobucetonacontos flagrei ele comendo cu do meninohojevocefoi cornominha filha de seis anos ja tem a bucetona bem larga/contos eroticoshomem trazando com boneca inflavelquadrinhoseroticos/pauzudocontos eroticos, minha esposa cincoentona. comida por dotadocontos erodicos banco de esperma 2escravizei minha nora contos erotiçosConto erótico de saia curta deu no ônibusConto erotico primasabado na piscina com a madrasta quadrinho eroticotexto e fotos de historia de porno titiu meio safado e inocente e subrinha safadaputa do meu meio irmão conto eroticoconto gay irmaos gemendo no pirocao do irmao c fotocunhada dormindo de sainha sendo abusadatia dormindo e sendo abusada pelo sobrinhoo dia que dei minha buceta gostoso pro meu/namorado contocontos eroticos entre irmao e irma especias com fotos do incestocontos de corno triangulo amoroso de minha esposacontos erofotos da minha cunhada gostosasexo com enfermeira gostosa de fio dental com argola na orelhaconto decu de esposa traindo com camioneiocontos pornor lebian incestuoso com enteadassafadinho do papai conto gaycontos meu amigo me comeu hxhcontos eroticos de eu e minha esposa assistindo um filme pornoconto erotico o cadeirantefilme erotuco de sogro chantageia nora e fode elacontos de incesto cheguei em casa e peguei meu sogro fudendo minha mulherConto ertico gay - Aconteceu Amor Cap. 32porno quadrinho mae rabudacontos de eroticos mamae e filhinhomãe coloca lingerie para filho incestomae e filho teplano pornoContos eroticos fui fudida pelo comercianteconto erótico senta no colo do vovôcontos incesto escaldantes mae e filhocontos eroticos de corno dividido no dias das mães 2017