Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 45



Ao entrar no carro, fiquei no banco de trás, e assim que os dois se acomodaram na frente, a Pat se jogou pro lado do Beto e os dois se beijaram com paixão. Fiquei observando do banco de trás a desenvoltura e safadeza dela. Beto já passava a mão nos seios por cima da blusa, apertando com tesão. Terminado o beijo ela falou:

--“eu queria te beijar lá na boate, mas o Julio não ia deixar”, e olhou pra mim rindo enquanto ainda abraçava o Beto.

Eu tava lesado por conta da bebida, mas guardava ainda um pouco de raciocínio lógico, então disse a ela:

-“se algum conhecido visse, eu seria chamado de corno, você de puta e o Beto de filho da puta”, e dei uma risada.

Eles riram também e a Pat veio me dar um beijo falando:

--“ninguém tem que se meter na nossa vida, amor. Se você é o meu corninho o problema é meu”.

Nos beijamos e ela voltou pro banco, e o Beto começou a dirigir. Eu e Pat nunca conversamos sobre essa questão de ‘corno’, pois não fazia sentido, afinal corno é quem é enganado, o que não era o caso.

Na primeira vez que eu, Beto e Pat ficamos sozinhos na minha casa (conto 12), os dois ficaram num papinho de que ela chupa gostoso, que ele queria comer o cu dela, e ela acabou batendo uma punheta pra ele levando uma gozada na boca, eu me senti como um corno mesmo por que tudo isso era muito novo pra mim e eu não tinha maturidade pra entender o que tava acontecendo, porém eu ficava incentivando, e não entendia por que eu ficava excitado com isso. Com o tempo e as conversas, Fabi me explicou que, assim como ela, eu era voyeur (conto 16), ou seja, me excitava vendo a Pat se divertindo.

Amigos, eu estava alto, meio bêbado, mas a minha cabeça não para de analisar. Eu não me sinto corno, mas será que a Pat pensava que eu sou? Se ela pensasse assim, a brincadeira perderia a graça pra mim, pois humilhação não me excita. Será que foi uma frase solta numa fala despretensiosa? Ou será que ela tinha a fantasia de me chamar assim num momento de excitação? Seria bem capaz, pois a Pat era cheia de fantasias diferentes. Se fosse só uma brincadeira, eu poderia aceitar com o Beto, que é meu amigo e não me veria como pessoa fraca, mas com outro eu não aceitaria de forma alguma.

Resolvi averiguar. Se eu perguntasse secamente ‘você acha que sou corno’, isso a assustaria e a resposta dela seria um ‘não’ óbvio, pra evitar problemas. Então cheguei por trás dela no banco, passei a mão por dentro da blusa, pegando nos seios, e perguntei:

-“você acha que eu sou o seu corninho?”

Beto chegou a virar pra mim e dei um sorriso pra ele piscando o olho. Ele entendeu que eu estava testando a Pat. Ela era muito astuta, e como era um terreno desconhecido, ela não se arriscou. Se virou pra mim e falou colocando a mão no meu rosto:

--“você é o meu homem, lindo, delicioso. Vou te chamar de corninho só se você quiser”.

Mesmo bêbada, deu uma resposta brilhante. Estabeleceu a minha posição de homem dela, e ainda exaltou minhas qualidades. Eu não fazia questão e não me excitava imaginar sendo chamado de corno, mas depois dessa resposta, se ela quisesse falar, eu não me importaria.

Continuamos rumo ao motel, conversando, falando besteira por causa da bebida, e Pat falou que deveria ter bebido menos. Claro, ela tava totalmente alta, por que também misturou as bebidas. Mesmo assim estava animada. Chegando no motel, me escondi no banco de trás pra não pagar por uma pessoa a mais.

Beto pediu uma ótima suíte, com piscina aquecida com teto solar, hidro, sauna etc. Entramos no quarto e a Pat se jogou na cama. Beto estava perto dela, e sentou na ponta da cama retirando os sapatos e abrindo a calça. Deitei do lado dela e a puxei pra nos beijarmos, e fiquei passando a mão nos seios e na buceta dela por cima do short, chamando-a de delícia, e ela me chamando de gostoso. Beto se deitou do nosso lado, apoiado no cotovelo, nos observando igual cachorro querendo pedaço de carne. Pat esticou uma mão pra ele enquanto me beijava, e ficou passando a mão nele, onde dava. E ele já colocou uma mão na barriga dela, e foi subindo até o meio dos seios. Falei pra ela:

-“vai dar atenção pro nosso anfitrião”, dei uma risada pra ele e levantei da cama.

Fui dar uma olhada nos outros ambientes da suíte. Na verdade queria deixar os dois a sós só um pouquinho. Fui pra área da piscina e arrumei uma posição onde via os dois sem que eles me vissem. Os dois se beijaram um pouco e Beto ficou em pé de frente pra cama, e a Pat sentou na borda de frente pra ele. Beto foi puxando a blusa dela pra cima, e ela foi ajudando a tirar a blusa e depois o sutiã. Pronto, agora ficou só de calcinha, e levantou a blusa dele e foi beijar a barriga dele e baixou a calça, pegando no pau dele sobre a cueca. Beto tirou a calça e a camisa ficando só de cueca, e foi pra cama, deixando-a deitada de barriga pra cima, e se beijaram, até que ele foi descendo e chupou os peitos dela.

Nesse momento eu voltei pro quarto e liguei o som ambiente. Parece que o álcool estava saindo do corpo de tanto tesão. Enquanto o Beto sugava os seios dela, eu deitei do lado dos dois e nos beijamos. Coloquei minha mão no short tentando abrir o botão pra abrir o zíper. Beto já tinha saído de cima dela, então ela ficou em pé na cama e me pediu:

--“tira meu short, amor”

Ajoelhei na cama e puxei o short. Pronto, ela estava só de calcinha. Beto estava deitado curtindo a cena. Daí a Pat ficou de frente pro Beto e me pediu pra eu tirar a calcinha. Fui por trás dela puxando a calcinha pra baixo e vendo a bunda aparecer, enquanto o Beto ia vendo a bucetinha, e os dois ficavam se encarando e rindo. Pat ficou peladinha, e eu ainda estava de calça jeans, então ela se abaixou e veio me ajudar a tirar. Os olhinhos dela e a forma de sorrir acusavam o estado etílico dela, mas ela estava animada pra dar, pelo jeito. Eu e Beto ficamos de cueca, deitados olhando pra ela nua, esperando a decisão dela, daí ela falou:

--“amor, espera um pouquinho”.

E foi por cima do Beto, beijando e arrastando o corpo nu nele. O pau dele já estufava a cueca, e Pat pegou o pau e tirou da cueca enquanto o beijava, e ficou punhetando. Estiquei a mão pra passar nas costas dela enquanto os dois se pegavam, e ela virou um pouco a bunda pro meu lado. Fiquei alisando o rego e ela empinando a bunda pra mim. Sentei na cama pra continuar passando a mão na bunda dela, e pra olhar o cuzinho dela, que muito provavelmente seria degustado pelo Beto naquela noite. Ela já estava meio de lado pro Beto, então foi descendo o rosto e beijando o peito e barriga, até abocanhar o pau do Beto, que ficou deitado e olhou pra mim esticando a mão pra eu cumprimentá-lo, como se pedisse permissão pra ser chupado pela Pat. Batemos os punhos e sorrimos um pro outro. Beto também estava alto pela bebida. Tirei minha cueca e me deitei de lado na cama, de frente pra ele, mas observando a chupada da Pat, enquanto eu alisava meu pau.

Enquanto eu passava a mão na bunda, via perfeitamente ela chupando o Beto. Pat ficou passando a língua e os lábios, olhava fixamente pro Beto e sorria enquanto lambia, como se o estivesse seduzindo chupando um sorvete, daí perguntou pra ele:

--“você tá gostando?”

Beto deu um sorriso, não sei se pela pergunta ou pela carinha de bêbada dela e respondeu:

>”tá muito gostoso, continua”.

Daí vi a Pat dar uma mordida na cabeça do pau. Ia apertando os dentes e olhando pra ele e rindo. Ela já tinha feito isso algumas vezes comigo, a nível de brincadeiras pré sexo, e agora estava compartilhando esse tipo de brincadeira íntima com ele. A bebida estava deixando a Pat soltinha demais.

Depois ela chupou bastante o Beto e subiu para beijá-lo e e veio pro meu lado me beijar, indicando que era a minha vez. Eu a deitei de costas na cama e beijei a boca babada de pica, parece que ela fazia por querer, pra eu sentir o gosto, então baixei pra chupar os seios dela e depois desci mais pra chupar a buceta dela. Eu queria, na verdade, meter nela primeiro que o Beto. Quando comecei a chupá-la, Beto se virou de lado pra nós e colou seu corpo na lateral da Pat, e ficou beijando a boca dela e passando a mão nos seios. Pat estava com as duas pernas dobradas pra cima, e minha cabeça no meio chupando a buceta, e o Beto empurrou a perna que estava do lado dele pra baixo, e colocou a jeba dele sobre a cintura da Pat, e ficava arrastando a jeba na pele da cintura até o quadril da Pat, e empurrava pra cabeça da pica passar na região pubiana da buceta. Eu que estava com a cabeça no meio das pernas da Pat, chupando a buceta e o clitóris, de vez em quando via o pau do Beto a poucos centímetros do meu olho quando ele forçava o pau pra baixo sem se importar se encostaria em mim.

Eu ia dar meu pau pra Pat chupar antes de meter nela, mas se fizesse isso talvez o Beto viria meter, então depois de deixá-la rebolando bastante na minha língua e dedos, me posicionei pra meter nela, e assim fiz. Comecei a meter devagar, e ela ria pra mim com aquele olho puxadinho de quem está de pileque ainda, mas gostando de tomar vara. Beto levantou da cama e foi pro banheiro, daí a Pat me puxou pra perto dela e nos beijamos, então ela começou a falar baixinho comigo:

--“que delícia, Julio, hoje eu quero ser tratada igual puta por vocês dois?”

-“tá bom, nós vamos te comer bastante, sua putinha”.

--“e você vai me obedecer, tá amor? igual você obedeceu a Fabi”.

Ela tava bêbada mas não tinha esquecido do que aconteceu na casa da Fabi (conto 39), e eu acabei concordando:

-“vou, delícia, mas não exagera muito”

--“tá bom, gostoso. Eu quero aproveitar vocês dois bem juntinhos comigo, sem frescura”.

Nesse momento lembrei da conversa com o Beto onde combinamos que era proibido ficar preocupado com as brincadeiras, e deixar rolar. E eu estava bem tranquilo, talvez pelo efeito da bebida, então concordei.

Logo depois o Beto entrou no quarto e se ajoelhou do nosso lado na cama, com as pernas abertas, e ficou passando a mão na Pat enquanto ela cavalgava devagar no meu pau, daí ele falou:

>”que mulher gostosa!”

Pat sorriu olhando pra mim, gostando do elogio. A mão dele já estava na bunda dela, e ela puxou o Beto mais pra perto e levantou o rosto pra dar um beijo nele enquanto rebolava no meu pau. Quando ela terminou o beijo voltou o rosto pra mim e fez questão de me beijar também. Quando terminou o beijo ela baixou mais a cabeça e falou no meu ouvido, bem baixinho:

--“pega o pau dele, amor”.

Beto percebeu que ela tinha falado algo pra mim, mas não dava pra saber o que por causa do som ambiente. Daí ela levantou um pouco o rosto e ficou me olhando, sorrindo e confiante, mostrando que gostaria que eu fizesse isso. Depois do ocorrido na casa da Fabi, não tinha como não fazer. Olhei pro lado coloquei a mão na perna dele e acho que ele percebeu do que se tratava. Ele estava ajoelhado com as pernas abertas do nosso lado, fazendo carinho nas costas da Pat, e trouxe o corpo mais pra perto da minha mão deixando meu braço no meio das pernas dele. Pegou minha mão, tal qual a Fabi havia feito, e levou até o pau dele e deixou minha mão lá. Pat continuou rebolando no meu pau e olhou pro lado pra conferir a cena.

Eu me perguntei o que ela estava pensando ao ver a cena, pois o normal pro homem é demonstrar masculinidade pra namorada, e não pegar num pau na frente dela. Por isso, atendi o pedido mas fiquei só segurando o pau dele que estava na meia engorda, mas não fiquei punhetando. Assim a Pat veria que fiz por que ela pediu, e não que eu queria. Mas a Pat não ficou satisfeita, e falou:

--“deixa o pau dele duro pra mim. Bate uma punheta pra ele”.

Eu acho que fiz uma cara de quem aceita um pedido mas não está muito confortável, e ela ficava rindo pra mim, incentivando. Fiquei apertando e fazendo movimentos leves no corpo e na cabeça. Quando ela levantou o rosto, cruzei o olhar com o Beto, que me falou:

>”tá gostoso, Julio. Continua”.

Que situação. Eu passando a mão no pau dele e ele me diz que está gostando. Ninguém ali poderia reclamar de ninguém depois. Beto ficou passando a mão na Pat e em mim, nos meus cabelos ou segurando minha mão pra dar o ritmo que ele queria na punheta, e mexendo o quadril. Ele estava realmente sentindo tesão, e a Pat me cavalgava curtindo a brincadeira conjunta, e eu fiquei passando a mão e apertando aquela ferramenta que já estava dura e que logo mais estaria dentro da Pat, e fiquei pensando no tesão que eu sentia quando a Pat era penetrada por ele, até que a Pat falou:

--“posso dar um pouquinho pra ele agora?”

-“pode, delícia”.

E tirei a mão do pau do Beto, puxei a Pat pra dar mais um beijo, e ela levantou o corpo e sorriu pro Beto, enquanto tirava a buceta do meu pau. Saí de baixo dela e sentei na cabeceira da cama e deixei os dois no meio da cama.

===
Vote e comente.
Respondo sempre que possível.
Obrigado pela leitura.

Foto 1 do Conto erotico: Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 45

Foto 2 do Conto erotico: Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 45

Foto 3 do Conto erotico: Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 45

Foto 4 do Conto erotico: Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 45


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario oliveira956

oliveira956 Comentou em 16/02/2019

“--“você é o meu homem, lindo, delicioso. Vou te chamar de corninho só se você quiser”.”Nem imagina o quanto torci pra vc dizer que queria.Sua mulher é uma louca deliciosa.

foto perfil usuario julioepatricia

julioepatricia Comentou em 15/02/2019

é incrível como a fantasia de cada um é diferente do outro. Eu jamais admitiria que um cara comesse a minha esposa e ainda me tirasse como otário, mesmo que escondido de mim. Na minha frente pode fazer o que quiser, o que eu não curtir a gente conversa e acerta.

foto perfil usuario

Comentou em 15/02/2019

Bom conto. Ela nunca vai admitir mas com certeza ela tem um sentimento por ele é não é só de amizade. Já peguei conversas de minha esposa onde o rapaz que come ela me chama de corpinho mas quando estamos juntos nunca é Ela mesmo não permite, pois acho que é muita humilhação. Agora, vc atendeu um desejo dela. Pegou no pau do Beto. Tinha que ter pegado para colocar dentro da Buceta dela, aí sim estaria tranqüilo. Masturbar para deixar o pau dele duro? Me desculpe mas ai achei que ela abusou.

foto perfil usuario goncalencesex

goncalencesex Comentou em 11/10/2018

O loucura safada em para vc em cara realizar ou não rsrsrsrs mais que bom que entro na brincadeira e fantasia dela não fácil não em... rsrsrsrsrs muito bom.

foto perfil usuario jpsanf

jpsanf Comentou em 06/10/2018

Que delícia seus contos Júlio, cada um mais excitante que o outro😋😋😋 espero que mesmo após casados tenham continuado as aventuras pois é um tesão só, tenho certeza que vc sentirá muito tesão no pau do Beto também, kkkkkk eu já teria chupado com certeza, chupar uma buceta é uma dlç, uma pica também os dois juntos então nuh, aproveitem...

foto perfil usuario gostosoge

gostosoge Comentou em 06/10/2018

Toppp demais

foto perfil usuario

Comentou em 06/10/2018

Sempre uma grande emoção, e sempre fazendo eu gozar a antes de chegar na final

foto perfil usuario cristiano123

cristiano123 Comentou em 05/10/2018

Gostei da sua atitude julio a mulher e sua e vc e o alfa na hora do anal faz do mesmo jeito seja o primeiro a fazer a entrada vc escreve muito bem e sabe deixar aquele gostinho de quero mais ao leitor amei a narrativa e imagino q no proximo ele vai pegar no seu pau tbm neh? Ate o proximo e avisa qndo for viajar ai so vou voltar ao site qndo tive a continuação.

foto perfil usuario fielleitor

fielleitor Comentou em 04/10/2018

votado, ela te chamou de meu corninho porque ela tava bebada,e os bebados deixam os sentimentos fluirem entende, eu continuo achando que ela sente algo forte por ele, entao vc vai descobrir quando eles dois tiverem sozinhos e voce olhando TUDO.. Vce e talentoso demais. sempre te acompanho.. Um abraco do teu amigo da Espanha.

foto perfil usuario king85

king85 Comentou em 04/10/2018

Ótimo conto .....bora continuar essa relato ...... abração

foto perfil usuario cristiano123

cristiano123 Comentou em 04/10/2018

Gostei da sua atitude julio a mulher e sua e vc e o alfa na hora do anal faz do mesmo jeito seja o primeiro a fazer a entrada vc escreve muito bem e sabe deixar aquele gostinho de quero mais ao leitor amei a narrativa e imagino q no proximo ele vai pegar no seu pau tbm neh? Ate o proximo e avisa qndo for viajar ai so vou voltar ao site qndo tive a continuação.

foto perfil usuario cristiano123

cristiano123 Comentou em 04/10/2018

Gostei da sua atitude julio a mulher e sua e vc e o alfa na hora do anal faz do mesmo jeito seja o primeiro a fazer a entrada vc escreve muito bem e sabe deixar aquele gostinho de quero mais ao leitor amei a narrativa e imagino q no proximo ele vai pegar no seu pau tbm neh? Ate o proximo e avisa qndo for viajar ai so vou voltar ao site qndo tive a continuação.

foto perfil usuario muitoputo

muitoputo Comentou em 04/10/2018

Que puta mais safada ela hein Julio, porra querendo que vc se torne um bi de qualquer maneira. ..kkkk..que vagabunda!...mas blz...e ai depois? Abraço!

foto perfil usuario cristiano123

cristiano123 Comentou em 04/10/2018

Gostei da sua atitude julio a mulher e sua e vc e o alfa na hora do anal faz do mesmo jeito seja o primeiro a fazer a entrada vc escreve muito bem e sabe deixar aquele gostinho de quero mais ao leitor amei a narrativa e imagino q no proximo ele vai pegar no seu pau tbm neh? Ate o proximo e avisa qndo for viajar ai so vou voltar ao site qndo tive a continuação.

foto perfil usuario showdebolarj

showdebolarj Comentou em 03/10/2018

Sensacional meu amigo, explodindo de tesao aqui, brabo é esperar até domingo pela proxima parte!!!

foto perfil usuario 1machoalfa

1machoalfa Comentou em 03/10/2018

TOOOOOPPPP DEMAISSSS! VOTADO ☑

foto perfil usuario 1machoalfa

1machoalfa Comentou em 03/10/2018

TOOOOOPPPP DEMAISSSS! VOTADO ☑




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


117554 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 176
117586 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 9 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 99
117587 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 112
117588 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 4 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 110
117601 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 10 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 101
117603 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 5 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 104
117604 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 6 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 98
117605 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 7 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 100
117607 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 8 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 94
117647 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 11 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 103
117656 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 12 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 118
117743 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 112
117971 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 13 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 100
119242 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 14 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 110
119470 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 15 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 107
119747 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 16 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 95
119951 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 17 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 96
120077 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 18 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 93
120411 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 19 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 91
120563 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 20 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 93
120762 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 21 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 109
120838 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 22 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 98
120983 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 23 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 104
123182 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 24 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 106
123395 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 25 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 106
123593 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 26 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 103
123759 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 27 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 107
123901 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 28 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 101
124032 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 29 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 112
124132 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 30 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 105
124286 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 31 - Categoria: Fantasias - Votos: 103
124318 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 32 - Categoria: Exibicionismo - Votos: 108
124471 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 33 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 96
124580 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 34 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 102
124813 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 35 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 88
124950 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 36 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 104
125067 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 37 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 98
125197 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 38 - Categoria: Heterosexual - Votos: 94
125383 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 39 - Categoria: Gays - Votos: 97
125494 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 40 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 95
125621 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 41 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 101
125788 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 42 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 100
125954 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 43 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 106
126105 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 44 - Categoria: Heterosexual - Votos: 87
126362 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 46 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 89
126486 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 47 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 91
126631 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 48 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 92
126791 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 49 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 93
126909 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 50 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 110
127035 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 51 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 97
127199 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 52 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 95
127354 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 53 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 93
127457 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 54 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 110
127949 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 55 - Categoria: Heterosexual - Votos: 94
131202 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 56 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 91
131274 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 57 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 98
131753 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 58 - Categoria: Heterosexual - Votos: 80
131932 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 59 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 92
132215 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 60 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 79
132373 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 61 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 74
132442 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 62 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 81
132601 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 63 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 80
133914 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 64 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 75
134225 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 65 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 70
134481 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 66 - Categoria: Heterosexual - Votos: 72
137906 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 67 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 79
138163 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 68 - Categoria: Heterosexual - Votos: 65
138313 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 69 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 50
138484 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 70 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 75
138814 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 71 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 71
138953 - Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 72 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 77
139033 - Eu e minha mãe assistindo Game Of Thrones - 1ª Temporada - Categoria: Incesto - Votos: 93
139141 - Eu e minha mãe assistindo Game Of Thrones - 2ª Temporada - Categoria: Incesto - Votos: 132
139511 - Eu e minha mãe assistindo Game Of Thrones - 3ª Temporada - Categoria: Incesto - Votos: 122
139751 - Eu e minha mãe assistindo Game Of Thrones - 4ª Temporada - Categoria: Incesto - Votos: 170
141177 - Eu e minha mãe assistindo Game Of Thrones - Última Temporada - Categoria: Incesto - Votos: 57
146723 - Minha esposa Aninha e meu tio Paulo - 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 68
146823 - Minha esposa Aninha e meu tio Paulo - 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 65
147013 - Minha esposa Aninha e meu tio Paulo - 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 59
147272 - Minha esposa Aninha e meu tio Paulo - 4 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 46
148555 - Minha esposa Aninha e meu tio Paulo - 5 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 53
148800 - Minha esposa Aninha e meu tio Paulo - 6 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 46
149055 - Minha esposa Aninha e meu tio Paulo - 7 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 46
149267 - Minha esposa Aninha e meu tio Paulo - 8 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 66

Ficha do conto

Foto Perfil julioepatricia
julioepatricia

Nome do conto:
Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 45

Codigo do conto:
126245

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
03/10/2018

Quant.de Votos:
96

Quant.de Fotos:
4


Online porn video at mobile phone


,www.conto erontico de casado que quis dar e deupro negaocontos eróticos de amigas de mae rabudasmeu marido medividiu com seus amigos contos eróticosconto erótico corneei com o chefea novinha n imaginava que pica do venho era grandexvidio filha ve mae fudendo compicudo e paticipacontos eroticos em quadrinho professora doloresperdendo as pregas do cu com o cachorro conto eróticoPorno contos familhas incestuosas boquinas e maozinhas das suas meninas delicia dos paisconto erotico novinha so gozada pelo irmao no baile funkconto erotico puta do pai e irmaoutimoscontosutimoscontoscontos eroticos velhaconto pai me apalpa me tocadupra penetracao c homen e animais contoconto erotico gabrielaeu amo meu filho incesto sexo contosConto erotico me comeu e humilhou meu maridoporno com empregadaconto gay aitiano caronatransando no onibus conto eroticoHentai gayvirandoadultohentai engravidando a maemha visinha crente contos eroticoscaderante. putas. e gostosa de porto alegrequadrinho erotico com negro na senzala tirando cabaço da filha do patraoBruno1 conto erotico gaytio velho rustico gay contoshentai amigo negro do meu filho 3fotos mesturbaçao na praiaContos novinha perdeu cabaço do cu com roludao tremmaridinho bobinho contos eroticoseu e minha sogra coroa conto eroticocontos eroticos yago safadinhos contos parecidoshaaaa, que gostoso esse cúcontos com fotoscfm casadasContos eróticos vizinha esposa de policial brabo cornoContos eróticos adoro da meu cu escondida do meu maridocontos de corno surubaconto erotico Edileneconto meu amor meu sobrinhoboceta tumblrcinthia lamarckcontodegay dormindocontos c fotos incestos feriascontos eroticos de menininhascontos eroticos marido gosta de leva esposa ao cine erotico e nem nota sendo abuzadautimoscontosFotos mulher manda marido chama dotado pra fuder contos eroticoquadrinho gay porno amigosbucet dese 17horney+motherd+xxxcontos eroticos sentada no colo do papai noel heterocontos dei minha esposa pra um comedortranco contosfode minha buceta vai fode fiadaputaContos ela me fez provar porraxvıdıo VENDOU A ESPOSA PRA NAO VER OUTRO COMER ELAmamou o amigo conto gayeroticocavalocontos incesto itapeva spcontos erotico minha mae me chamando pra transarContos erotico gay no carnavalConto erotico meti e gozeiconto erotico gay em bertiogaconto erótico fingindo que ta dormindo para ser bolinadacontos eróticos debaixo do mesmo tetoGoiânia morador de rua dei cu local conto gayquadrinho erotico kellyPau grande e preto no meu c. Conto erotico eterosexual.Conto erotico obedecendo vovôEu sempre eu levo minha irma no meu carro pro motel ela sempre ela raspa sua buceta pra eu fuder ela conto eroticovaginas mais gostosas de mozcontoeroticotaradocomendo cu da irma na festa dwollandConto erotico recem viuvas com novinhosputonanociovideos de porno caseiro itiada fudeno com padrastoconto erotico a coroa do cu virgemmaexesocontos eroticos rasguei ela a forcatesão em buceta com pinto contoconto erotic genicologistaContoeroticofodidacoroa roludo 27 cm de rola fudeu o novinho conto eroticogaroto surfista doidinha deitado peladinha amigo chega e chupando gostosocontos eroticos de meninos gays iniciaçaoContos enquanto meu pai foi tomar banho comi o bucetao peludo da mi nha maeInseminação contos Eroticoscontos eróticos menino piscando o cuzinho 2017contos eroticos as ferias com minhas filhasxxvideo curumimprimeira. vez dei meu cuzinho pro vigia. xa. obra. guey contos. eroticosconto erótico mulheres sequestradascontos eroticos cafucu novinhoconto erotico sograconto erotico fortão comendo cu no réveillonutimoscontos