Minha Maria (o retorno)



Somos um casal sessentão com muitas experiencias em swing e ménage, hoje estamos com 66 e 64 anos e desde que completou 60 minha Maria não tem mais aceitado que eu faça contatos objetivando nossas brincadeiras. Eu entendo que estamos bem fisicamente e podemos ir até o limite dos nossos desejos mas tenho que respeitar as decisões dela. Sempre que tento puxar assunto novamente ela se nega de pronto mas abre uma janelinha dizendo que se surgir uma oportunidade natural, sem nada programado ela até "poderia" topar. Compreendo sua linguagem pois desde que passamos dos 55 anos que nossas idades tem se mostrado um travamento para casais (homens sozinhos nem tanto) e mais o fato de que ela é fumante atrapalha muito. Mas não sou de morrer na praia e adoro ver minha Maria sendo cortejada, cantada e comida por um homem gentil, um gentlleman. Sem que ela saiba leio muito os contos publicados e isso mexe comigo ainda mais aumentando o desejo. Num grupo WhatsApp voltado para liberalidades fiz contato com um rapaz( vou chama-lo Claudio), casado, 45 anos, estatura mediana e dote acima da média, sem exageros. Foram muitos nossos contatos e Claudio, como um bom comedor, muito paciente e atencioso às minhas mensagens. Expliquei tudo a ele inclusive sobre a recusa de minha Maria em volta a participar, combinamos então um plano para fazer com que minha Maria aceitasse novamente ser comida bem gostoso por um homem gentil. Marquei encontro com meu novo amigo e nessa oportunidade pude esclarecer meu plano e como colocar em prática pois a depender da boa representação de Cláudio poderíamos ter sucesso no plano. Consistia em Claudio se transformar em massoterapeuta especialista em costas (minha Maria reclama muito de dores musculares nas costas), conhecer a teoria da estrutura muscular, enfim, adquirir conhecimentos capazes de convencer de suas habilidades de massoterapeuta. Rapidinho meu novo amigo se dizia preparado, comprou óleos apropriados, luvas e até roupas brancas (calça e camisa) do tipo dos profissionais da área. Bolei então com minha Maria de ir dormir em nosso sitio a 12 km da nossa casa (Claudio já sabia do meu plano e sabia como chegar no local), lá chegando fui logo mudar uns jarros de planta de lugar e . . . . . pimba . . . . "senti uma forte dor na região lombar. Minha Maria correu a pega gelo e fazer compressa nas minhas costas. Como sou muito engraçadinho, pedi que trouxesse também o Uisque (kkkkkkkk) o que ela fez mas continuei a reclamar das dores, então falei que iria ligar para um massoterapeuta que havia anotado o fone exposto em um Outdoor. Minha Maria até animou-se e falou que podia ser massageada também e até poderíamos negociar o preço (kkkkkk) no que concordei e já fui ligando o número de Cláudio. Como bom ator expus meu problema, consultei a disponibilidade de seu deslocamento até meu sítio e qual o preço deveria pagar. O safado (ele sabia que estava em viva voz) cobrou R$ 200 pois teria o deslocamento, etc, etc. Pechinchei e acaber fechando (?????) a massagem nos dois por R$ 300. O massoterapeuta informou que em 1 hora chegaria e ficamos à espera. Enquanto isso minha Maria constantemente me perguntava como estavam as dores e eu reclamava que permanecia embora com alguma melhora. Peguntei sobre ela e respondeu que a cerveja que estava consumindo tinha efeito anestésico pois não estava sentindo nada. Pois bem, chegou o massoterapeuta devidamente preparado, até um colchonete levou e transformamo uma mesa que temos no alpêndre em maca de massagem. Conversamos sempre focados no meu "problema", deitei-me na maca improvisada e começou o trabalho. O danado realmente estava preparado pois além de aplicar a massagem com alguma propriedade ainda discorria sobre os músculos que estava trabalhando e prometia alivio rápido. Concordei que estava sim aliviando minhas fortes dores e apressei-me a terminar a sessão. Enquanto isso minha Maria foi orientada e vir com uma toalha para lhe cobrir o corpo enquanto o massagista trabalhava, ela perguntou se podia ficar de calcinha e soutien ao que o massoterapeuta concordou, alertando contudo que poderia prejudicar seu trabalho mas tudo bem. Minha Maria deitou-se de bruços e Cláudio começou pelos ombros aplicando pressão nos músculos e nervos da área arrancando um gemido misto de dor e prazer de minha Maria. Um detalhe é que Cláudio usava calça branca folgada aparentemente sem cuecas e camisa branca também folgada do tipo jaleco. Continuou a massagear as costas de minha esposa e pra isso descia a toalha alcançando até o começo da calcinha azul que ela usava, subia novamente e perguntou se ela permitia abrir o soutien para melhor trabalhar. Maria me olhou e sorri, ela então autorizou. Claudio aplicava óleo, alisava com firmeza enquanto Maria se deliciava, sorvia goles de cerveja, eu de uisque e o massoterapeuta também aceitou uma generosa dose de Uisque. O Clima estava ficando bem, digamos, erótico. Cláudio pulou o bumbum de minha esposa passando direto para suas coxas, descia pelas pernas e se detinha nos pés onde passava óleo e invadia o entre dedos fazendo minha Maria suspirar. Dava pra perceber que Claudio estava excitado pois o volume em suas calças denunciava mas na posição que trabalhava Maria não podia perceber foi então que por gestou indiquei que ele deveria "acidentalmente" fazer o pau esfregar nela o que ele passou a fazer, criava movimentos que se aproximava e o pau esfregava nas coxas e pernas de minha esposa. Ela de olhos fechados não esboçava nenhuma reação, era como se não estivesse percebendo. Então Cláudio pediu que ela virasse o outro lado, ou seja, ficasse de frente pra cima. Sem nenhuma cerimônia ela virou-se expondo seus lindos seios arrancando de Cláudio um delicado hummmmmmm! e continuou o trabalho começando pelos pés e foi subindo pelas pernas e coxas. Novamente pulou a calcinha e foi para a barriga alcançando o entorno dos seios. Com educação perguntou se poderia passar óleo alí e eu respondi imediatamente que sim enquanto Maria ficara calada. Pude perceber um discreto mexido de pernas de minha Maria, movimento bem característico de tesão. Cláudio também percebeu e deixou o pau esfregar nas costelas dela, aí ela correu o olhar demonstrando que percebera tal movimento mas ficou calada. Quando Claudio desceu dos seios para a barriga deteve-se próximo ao umbigo fez gesto de invandir a calcinha mas parou e pediu se poderia passar óleo naquela área, Maria assentiu que sim e ele perguntou se podia descer ou retirar a calcinha. Com gesto de cabeça ela consentiu e o molhado da calcinha denunciava seu estado de excitação. Claudio retirou-lhe a calcinha com muita delicadeza, derramou óleo sobre o capô de minha esposa e esfregava vigorosamente descendo os dedos que invadiam a racha de sua bucetinha. Maria simplesmente abriu levemente as pernas numa verdadeira declaração de pode seguir. Vi Cláudio enfiar um dedo e em seguida dois dedos na bucetinha encharcada de minha esposa e vi que ela fazia um discreto movimento nos quadris. Me aproximei de minha esposa pelo lado da cabeça, meu pau latejava de tesão e ela sem nada falar segurou meu pau puxou pra fora e passou a chupar com sofreguidão. Eu acariciava-lhe os seios enquanto Cláudio continuava a massagear a bucetinha linda de minha Maria. Sinalizei que ele chupasse o que ele fez levando minha esposa a gemer alto e remexer os quadris com mais intensidade. Chamei Cláudio a oferecer o pau pra ela chupar ele de um lado e eu do outro, ela chupava, ora um, ora o outro e nós dois dividiamos seus seios com carícias e suas coxas e avançávamos em sua buceta muito molhada. Ali mesmo minha Maria pediu pra ser penetrada. Claudio vestiu camisinha e subiu em minha esposa enfiando de uma só vez seu cacete e Maria rebolando, balbuciando coisa ininteligíveis, chupando meu pau, abraçando Cláudio e gritando. Rapidamente atingiu o orgasmo intenso, Cláudio também e eu ejaculei tão forte que saltou no rosto do massoterapeuta. Rimos muito, descansamos, tomamos mais alguns goles e algum tempo depois recomeçamos, desta vez na borda da piscina. Contarei no próximo relato.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario fulano

fulano Comentou em 11/07/2019

delicia de conto ..... só faltou as fotos




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico zericardo

Nome do conto:
Minha Maria (o retorno)

Codigo do conto:
141254

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
10/07/2019

Quant.de Votos:
8

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


conto para excitar uma mulherporno mae se Engravidar do meu próprio filhopor incubus22 contocontos de corno minha vida com amandaeu e meu irmão no feriado sem nossa turma de amigos eu e ele no hotel meu irmão ele fudeu minha buceta conto eróticoliga da justiça porno gayCntos heroticos degay eseu irmao heterovideo porno comendo a empregada gostosaso no cu apedadiho da esposawww.casadanocio.comcontos eroticos dando cu pro filhoporno com empregadaconto namorada e sogras vivem nuascu arrombado da minha esposa depois da noitadapizzaiolo conto sexoconto erotico com sexo selvagemfui no quarto do meu irmaozinho e dei a buceta pra elehentairoludoespionando as meninas do convento greludashq porno sobrinho forçando a tia fuder com elecontos eroticos meu filho gozou na minha bucetautimoscontoscomendo a gabi minha filha caculafoto de Belinha no a vendedora de rifasmonica puta casada itu bebadaconto erotico dei o cu pro meu filhoContos érotico de visinhas vigensconti erotico a massagista enfiou o dedo no meu cu e chupa1° vez masturbando contoeroticogarotos de programa picudos palmas tocantinsmeu corninho eu quero uma pica gozando dentro de minha e meu céuutimoscontoscontos erodigos meus primeiria ttoca troca gaystia toca punheta pro sobrinho e seapavora com a cabeça do paucontos com foto de bucet sendo comida incestono meu cu nao contoeroticocontos eroticos minha mae gostosaquadrinho porno gaycontos eroticos padastro fudendoenteadas enloquesendo o padrasto no cine priveContos erótico , meu namorado meteu rola no priquito da minha amigacreempie em granny italian tres porquinhoscontoeroticoputasmeu filho me fudeu gostoso com fotosminha sogra é um tesão gostosacontos eróticos minha tia tirou me cabaço quamcontos eroticos com fotos velhos roludos com meninasdei a bucetapromeu filhoconto estrupei minga patroa pirnoquadrinho erotico luciana no onibusminha patroa velha me deu o cu sem eu. querer conto eroticomeu avô estorou meu cabacinhocontos novinha virgem fazendo dpcontos gay levei no cu e choreiconto erótico incesto biConto erotico sou madura e genrocontos eroticos eu menina meu padrasto me comeuporno desenho em cuadrinhovideo deulhe gritando eita priquitão.conto erotico em quadrinhõconto erotico de mulher e o amigo do maridoDei bucetzzdormir sem calcinha bebada. levei 27cm de rolaconto erotico um garato espiaoconto novinha deixei meu cunhado cacetudo me arrombouconto erotico fodendo com cracudoQuadrinho porn negroquadrinho erotico pai fudedo com a filhaContos eroticos gosto de estupro seioscontos eroticos gay eu fui iniciado pequeno novinho muito muito novinhoMarcia coroa buceta cu santa cruz do sul rscontos eroticos viadinho da gurizada da,ruacontos eroticos amigo do meu filho negãoconto erotico mlkcontos eroticos pica enorme do papaiconto ervangelico incesto comi minha filha