MELANCIA GRANDE NINGUÉM COME SOZINHO



Sempre ouvi dizer isso, um ditado popular. Mal sabia eu que isso um dia aconteceria comigo. Sou Marcos, casado há 15 anos com Danni, uma loira, 1,65 de altura, 53 kg, seios pequenos, bunda normal, enfim, nada super. Já temos meia idade. No início do casamento sempre tivemos uma vida sexual ativa, mas com o decorrer dos anos foi esfriando devido ao trabalho e filhos. Sou representante comercial e ela professora em uma escola particular do interior de São Paulo.
Viajo bastante devido ao trabalho e o desejo de manter nosso padrão de vida fez com que nos esquecêssemos de coisas básicas no casamento. Foi meu grande erro. Danni sempre foi muito dedicada ao trabalho, comunicativa e de fácil amizade. Sempre teve muitas amizades entre os professores e funcionários da escola que trabalha. Por conta disso, não eram raras as vezes em que vinha para casa de carona com algum amigo ou amiga do trabalho. Eu achava normal isso, afinal sempre foi muito extrovertida e alegre com todos.
Certa vez, voltando de uma viagem de trabalho, louco de vontade de trepar, resolvi passar na escola e buscar ela para sairmos e passarmos o final de tarde e início da noite em um motel onde teríamos certa privacidade. Eram seis horas da tarde e ela sairia as seis e quarenta. Resolvi aguardar em uma lanchonete na frente da escola. Pedi um refrigerante e fiquei ao celular, absorto em meus pensamentos quando na mesa ao lado sentam dois rapazes que pelo uniforme identifiquei serem do colégio. Conversavam animados e logo a conversa deles me interessou. Falavam de um tal Felipe, um professor negro metido a garanhão. Um deles disse: - como esse Felipe tem sorte com mulheres, come todas, solteiras e casadas. O outro emendou: vc viu quem ele está pegando agora? Aquela professora loirinha. Já comeu ela várias vezes. Disse que chupa muito e já comeu até o cuzinho dela. Também, o corno do marido vive viajando. Tem mais que levar chifres.
Aquela conversa me tirou o chão. Estariam falando da minha esposa? Será que o corno seria eu? Só havia um jeito de saber. Investigar. Paguei o refrigerante, sai dali e fui para o carro. Dei a volta e parei em um ponto distante de onde poderia observar a saída. Não demorou muito, vejo minha esposa sozinha, deu vontade de ir até ela é avisar que cheguei. Quando pensava em sair do carro, um Honda civic com vidros escuros parou próximo a ela e ela rapidamente entrou. Como todo corno, pensei: ela sempre pega carona com alguém, deve ser isso, e vai para casa. Assim que o carro saiu, segui a uma distância prudente. O destino não era nossa casa, mas em sentido oposto. Rumaram para um bairro da periferia da cidade e pararam diante de uma casa simples. O motorista desceu e pude constatar ser um negro. Seria o tal Felipe? Abriu o portão e entrou na garagem fechando logo em seguida. Ao invés de ir ao encontro deles é acabar com tudo, fiquei estático ao volante, sem ação por alguns minutos. Minha recatada é fiel esposa estava me traindo. E com um negro que morava em uma casa simples da periferia. Esperei mais algum tempo e a curiosidade de corno falou mais alto. Desci do carro e me dirigi a casa disposto a acabar com aquela safadeza. Já eram mais de sete horas. Estava escuro e ao chegar diante do portão, ao invés de bater e me anunciar, pulei o baixo muro e contornei a casa na esperança de ver algo. Vi uma janela entreaberta em um dos cômodos de onde vinha um feixe de luz. Corri para lá.
Ao chegar próximo da janela ouvi vozes e fui com cautela. Olhei pela fresta e o que vi me deixou de pernas bambas. Felipe estava de pé no centro do quarto e minha esposa a sua frente vestindo apenas ímã minúscula calcinha que eu nunca tinha visto ela usar. Ele estava de pau duro, não era nada excepcional mas bem maior que o meu é mais grosso. Ouvi nitidamente ele falar: sentiu falta dessa rola né vagabunda, sei que você gosta. Ajoelha e vem chupar seu macho que hoje estou com muito tesao e vou te arrombar inteira. Danni não se fez de rogada, ajoelhou diante dele e abocanhou aquele pau chupando com tanta vontade de uma forma que nunca tinha feito comigo. Ele pegou ela pelo cabelo e literalmente fodeu a boca dela. Mandava abrir a boca e enterrava a rola toda em sua boca. Ela engasgava, babava mas continuava chupando. Logo ele deu um tapa na cara dela e falou: chupa direito cadela que teu macho quer gozar. Ela não reclamou e caprichou ainda mais no boquete. Estranhamente, ao invés de reagir, fiquei de pau duro feito rocha vendo minha esposa ser fodida na boca feito uma puta. Tirei o pau para fora e timidamente comecei a bater uma punheta. Ela chupou mais uns dez minutos até que ele gozou. Tudo dentro da boca dela que engoliu sem perder uma gota.
Após gozar, Felipe sentou na cama e falou: você é uma puta muito vagabunda. Vem aqui e abra essa buceta. Ela deitou na cama, de barriga pra cima e pernas abertas e com as mãos abria a buceta rosa que pingava de tesao. Ele deu outro tapa na cara dela, puxou os dois mamilos e introduziu três dedos de uma vez naquela buceta. Falou pra ela: vou arregaçar tua buceta com minha mão e depois comer seu cu. Puta tem que tomar é no cu. Passivamente ela aceitava tudo e eu do lado de fora me acabava na punheta. Tinha gozado duas vezes e continuava de pau duro.
Continuando a foda, ele introduzia já os cinco dedos naquela que um dia foi uma bucetinha apertada e só minha. Quando tirou a mão pude ver, uma bucetona toda arrombada. Felipe de pau duro novamente, ordenou que Danni ficasse de quatro para tomar o prêmio de puta: pau no cu. Ela empinou a bunda e ele após cuspir no seu cu, enterrou toda a vara de uma vez, com camisinha, fazendo ela urrar. Explodiram fortes tapas na bunda dela que já estava vermelha e ele começou a socar como um bate estaca naquele cu. Falou pra ela: vou arrombar esse cu que teu marido nem vai reconhecer quando comer. Danni respondeu: arromba a vontade macho safado, come quanto quiser, esse cu é somente seu, nunca dei para meu marido. Corno não merece.
Mesmo ela não sabendo que eu assistia tudo me senti humilhado. Era verdade, nunca me deu o cu, mas aquele negro comia como queria. Felipe socava e ela gritava, gemia e até chorava mas não arregaça. Comeu por mais de meia hora o cu dela e quando ia gozar tirou do cu e lambuzou toda a cara dela. Caíram desfalecidos e logo foram para o chuveiro onde não vi mais nada. Sai de meu esconderijo e fui embora. Duas horas depois liguei para Danni dizendo que estava chegando.
Ao chegar em casa, ela me recebeu à porta com um longo beijo onde me lembrei das gozadas que levou. Eu disse que iria tomar um banho e queria meter. Ela pediu dengosamente que trepássemos pela manhã pois estava sentindo umas dores chatas. Eu bem sabia o motivo de tais dores. Fui dormir como bom corno, sem meter, bati mais uma punheta no chuveiro na certeza de que mesmo sem ela saber eu já era um corno. Corno e bem manso.
Foto 1 do Conto erotico: MELANCIA GRANDE NINGUÉM COME SOZINHO

Foto 2 do Conto erotico: MELANCIA GRANDE NINGUÉM COME SOZINHO

Foto 3 do Conto erotico: MELANCIA GRANDE NINGUÉM COME SOZINHO

Foto 4 do Conto erotico: MELANCIA GRANDE NINGUÉM COME SOZINHO


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario olavandre53

olavandre53 Comentou em 16/10/2019

Q mulher maravilhosa a sua, aproveite!

foto perfil usuario iocaic

iocaic Comentou em 20/09/2019

Excelente... Votado & Comentado... Top 10... Parabéns....

foto perfil usuario beto2302

beto2302 Comentou em 13/09/2019

Delicia de conto,belissimas fotos,parabens

foto perfil usuario laureen

laureen Comentou em 12/09/2019

DELICIAAAAAAAAAAAAAAA DE CONTO BJOS DA LAUREEN AMEI Felipe de pau duro novamente, ordenou que Danni ficasse de quatro para tomar o prêmio de puta: pau no cu. Ela empinou a bunda e ele após cuspir no seu cu, enterrou toda a vara de uma vez, com camisinha, fazendo ela urrar. Explodiram fortes tapas na bunda dela que já estava vermelha e ele começou a socar como um bate estaca naquele cu. Falou pra ela: vou arrombar esse cu que teu marido nem vai reconhecer quando comer. Danni respondeu: arromba a

foto perfil usuario frança

frança Comentou em 12/09/2019

Muito bom

foto perfil usuario casalbisexpa

casalbisexpa Comentou em 11/09/2019

delicia de conto e fotos

foto perfil usuario Petersony

Petersony Comentou em 11/09/2019

Muito bom

foto perfil usuario eutoaquipraver

eutoaquipraver Comentou em 11/09/2019

Delícia de conto. Adoro estes corninhos aliás as mulheres deles são sempre bem cuidadas

foto perfil usuario bisexbh

bisexbh Comentou em 11/09/2019

Quero uma mulher assim pra mim. Me empresta a sua.

foto perfil usuario 448044la

448044la Comentou em 11/09/2019

Delícia gostei do conto e das fotos continua beijos

foto perfil usuario 448044la

448044la Comentou em 11/09/2019

Delícia gostei do conto e das fotos continua beijos




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil corninhodepira
corninhodepira

Nome do conto:
MELANCIA GRANDE NINGUÉM COME SOZINHO

Codigo do conto:
144199

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
11/09/2019

Quant.de Votos:
44

Quant.de Fotos:
4


Online porn video at mobile phone


ver fotos de desenhos em quadrinhos eroticos gay.mindingo fudendo o amigoConto erótico gay - Aconteceu Amor Cap. 37contos eroticos estrupei minha subrinha deficientevovos peludos gay contos eroticosvingenzinhas sexsexo dormindo corno contoContos e fotos filhos pauzudosconto erotico femdom traiçaoContos eroticos de novinhas gozadeirasfiime porno mulheres gosando conpricacaoconti erotico bisex curitibadei a buceta pro negao de 2 metrosContos Eroticos Comi a Namorada do Meu Amigocontos eroticos com videos. deichei meu marido fuder a minha amigacontos eroticos homens que vestem roupas femininasmulheres de 30 anos rabudas pag1contos eroticos guardetes noturna trepandocontos com fotos cfm casais com dotadosgozando no cu do enteado gay contos eroticosconto gay sexo sujo meia tenisinscesto conto erotico em quadrinhoentiada negrina provacanti e safadao empregado me estuprou quando eu era pequena e eu gostei conto eroticoConto gay - "putinha do time"contos eróticos flex 3-3conto gay meu irmao trouxe um amigo para da cuconto erotico quadrinho mendingohistoria erotica minha mulher deu cu para nosso cazeiro parte2Coloquei tudo nela conto pornocontos eroticos fui me esibir pro meu marido e o amigo dele e os dois me comeram e meu marido chupou a rola do amigo sem querer mas gostoucontos eroticos de Aribjr"comido pelo meu pai"conto erotico de mae e filho com fotoscontos mulher gostosa da pro travesti e pro cãocantei minha tia pelo zap deu certo conto eroticoscontos+eroticos+incestos+com+imagensfricanas porno mulhe aguenta 30centimetro de rolaconto erotico minha esposa me traiu e eu me vinguei delaoldmengirlspornovideo eroticobde mae transa gang banContos eroticos com fotos de meu gay favoritoconto erotico fiz corno vesti a roupa da mulhersedutoras e marrentas parte 4 contos eroticosContos eroticos fudi a minha sograquadrinhos pornocontos chantagei minha madrinha cotos eroticos conto erotico fui agarrado pela minha madrastagayzinho safado dando com putaria para magrinho jeguinhocontos eróticos aprendendo com a esposacontos coroas socorristapiroka do primoCotoerotico de sogro trasa com nora ei gravidaluta porno gaymilf+toons+brasilcontos gay depositoporno beti toparoafilho transando com pai historias em quadrinhoscontos buceta da primaContoescravasexualporno quadrinho professorasmae filho filha conto pornocontos eroticos de carteiro de rola grande e grossaporno empregadaConto eroticos Porno gay Tio Descobriuxvideos..comso.comdotadosmães gostosas rabudas contosnovinhos batendo uma punheta para o primo contos eroticosnovinhas escancarando o bucetao de legporno esposas quadrinhos de vestidos rabaocontos minha buceta nunca mais foi a mesma depois que eu trepei com seu moacirconto erotico maninhacontos eróticos de gay fui dormir na casa do meu amigo de colégioconto pornô caralhudosenrei no pau de meu filho sem qerer e senti as bola contoscontos eroticos com fotos negra casadaquadrinhos eroticos violentada por um pausadosogro barrigundo me comeu contosquadrinhos eroticos bruna surfistinhaConto dei para meu tio e fiquei gravidaConto erótico de esfregando na sobrinha novinha.Contos de estupros eroticos com segurancas de escolascontoeroticobundinhaconto erotico traveco mexeu comigoConto erotico gay estupado no parque a,tardehentai Dragon ball z