No motel com meu marido



Durante a minha gravidez eu e me marido precisamos ficar um longo período sem sexo, e mesmo que ainda aproveitássemos com nossos brinquedos, nos masturbando ou mesmo em um 69, não era a mesma coisa.
Depois que me recuperei do parto e meu médico me liberou, decidi que faria uma surpresa para ele. Ele era um homem com um apetite sexual grande, o que eu não podia reclamar, pois estava sempre pronta para uma boa trepada.
Em uma sexta-feira liguei para ele a tarde e pedi que assim que chegasse do trabalho fosse pro banho e se arrumasse pois iríamos sair, não dei mais detalhes pois a ideia era surpreendê-lo.
Fui até a loja de uma amiga e comprei uma lingerie nova, que valorizavam meus peitos que eram pequenos, mas por estar amamentando estavam maiores que o normal. Aproveite pra tirar uma foto e mandar pro meu marido.
Na volta deixei meu bebê na casa da minha mãe e combinei que buscaria ele na volta.
Eu estava vestindo um vestido curto, e no carro em frente a nossa casa, tirei a calcinha e guardei na bolsa.
Desci do carro e encontrei meu marido na porta, que me olhou com a sua cara de safado e logo perguntou “Cadê o Martin? E onde vamos com você gostosa desse jeito?”
“Deixei ele com a minha mãe, hoje a noite é somente nossa, para podermos curtir”
Meu marido me puxou para um beijo, cheio de desejo, e então trancou a porta de casa e saímos.
Fomos até um barzinho no centro da cidade, optei por sentar em uma mesa mais afastada onde poderia aproveitar melhor a noite.
Pedimos nossas bebidas, meu marido só olhava para os meus peitos que estavam quase saltando para fora do decote do vestido.
Chamei ele para perto de mim, e ao mesmo tempo que sussurrei em seu ouvido levei sua mão até a minha coxa “Está gostando do que vê aqui em cima?
Então experimenta sentir o que eu tenho para ti mais embaixo”
Ele foi subindo a mão pela minha coxa e chegou na minha buceta, percebendo que eu estava sem calcinha e sentindo minha buceta molhada precisou morder os lábios e apertar forte minha coxa pra não gemer alto. Eu sabia que ele estava louco, ele amava quando eu fazia essas surpresas, então mandei ele pegar na minha bolsa um pequeno vibrador, bem silencioso para gente poder começar a brincar.
Escorreguei mais na cadeira, para dar mais acesso pra ele, quando senti o vibrador na minha bureta, foi minha vez de morder o lábio e apertar o braço dele para não gemer alto.
A gente adorava essas aventuras, e estar em um lugar público sempre nos deixou louco, somando o fato que estávamos a um tempo sem trepar, deixava tudo mais gostoso.
Coloquei a mão sobre a calça dele e pude sentir seu pau bem duro, e aproveitar para apertar ele um pouco.
“Vamos embora daqui, preciso te comer agora ou vou enlouquecer “
Saímos do bar, no caminho até o carro meu marido me escorrou no muro de uma casa e me beijou, puxou minha perna pra cima, e enfiou a mão na minha buceta que pingava por ele. Rebolei naquela mão e dessa vez não contive o gemido, se ele continuasse me faria gozar ali mesmo, ele sabia disso, conhecia meus desejos e meu corpo, aumentou o ritmo até que me fez gozar no meio da rua.
Me segurou firme até eu poder colocar os dois pés no chão com firmeza e então me puxou pela mão até o carro.
Ele sabia que não iríamos para casa, então dirigiu em direção a um motel próximo. Eu aproveitei o caminho e coloquei a mão dentro da sua calça e senti seu cacete duro...abri seu cinto e calça e ele me ajudou subindo o quadril, consegui abaixar sua calça e cueca e seu pau pulou para fora. Na mesma hora me abaixei e enfiei ele inteiro na boca.
Fiquei chupando ele enquanto não chegávamos ao motel.
Assim que chegamos lá, ao entrarmos no quarto meu marido me jogou na cama, subiu meu vestido até a cintura e caiu de boca na minha buceta.
Sentir sua língua ali, depois de tanto tempo me deixou louca
“Ah caralho, isso amor...chupa a minha buceta...fode ela com essa língua gostosa”
Levei um tapa na cara quando falei isso
“Tua buceta? Não vadia, essa bureta é minha, quem manda nela sou eu!entedeu?”
Assenti com a cabeça, mas levei mais um tapa forte, dessa vez na coxa
“Não ouvi a resposta vagabunda!de quem é essa buceta? E esse cuzinho aqui?” Falou ele enquanto enfiava um dedo no meu cu
“Eu tua, teu...tudo teu, pra fazer o que quiser”
“Muito bem minha putinha, agora sim, agora vou te fazer gozar “
Ele não tirou mais a cabeça do meio das minhas pernas até que eu gozei. Ficou lambendo minha buceta até o cu, depois chupava meu clitóris, bem forte como adoro e sabe que me deixa cheia de tesão, fudeu minha buceta literalmente com sua língua.
Eu estava com o coração acelerado e as pernas bambas.
Mas ainda precisava sentir o pau do meu marido dentro de mim.
Enquanto me recuperava ele tirou a roupa e em seguida a minha.
Ainda deitada, ele subiu em cima de mim, beijou minha boca, deu mordidas leves na minha orelha e pescoço, ele sabia exatamente onde me tocar pra acender meu desejo.
Foi descendo até chegar nos meus peitos...desde que descobrimos a gravidez ele estava enlouquecido com eles, pois dobraram de tamanho.
Ele começou apertando eles com as duas mãos, mordendo meus mamilos. Depois se revezou em chupa-los. Por ainda estar amamentando tinha muito leite, e quando ele chupava, podia sentir o leite saindo e escorrendo pra fora da sua boca. Ele ficou um tempo aproveitando meus peitos, depois sugou algumas vezes ele, e segurou o leite na sua boca, depois deixou ele escorrer da boca para os meus peitos e barriga, foi descendo e deixou o resto escorrer pela minha buceta. Mesmo parecendo estranho era tudo tão gostoso, que meu tesao só aumentava e nós dois gemíamos de prazer. Depois disso meu marido voltou e limpou todo o leite que estava no meu corpo, lambendo. Fez isso nos meus peitos, barriga, que depois da gravidez estava com alguns pneuzinhos e minha buceta. Eu não aguentava mais e implorava
“Amor...me come por favor!fode minha buceta...arregaça ela com esse teu pauzao!”
Era o que meu marido precisava ouvir pra não aguentar mais
“Fica de quatro vadia, vou fizer essa buceta e quem sabe esse teu cuzinho gostoso”
Bem obediente virei de quatro e empinei a bunda pra ele.
Ele encaixou o pau na entrada da minha buceta e foi enfiando devagar, ele entrou sem problemas já que eu estava muito molhada.
Quando ele entrou inteiro dentro de mim, não consegui me aguentar.Gemi e rebolei no seu pau, pedindo mais, querendo ser fudida por ele. Ele aproveitava a posição e metia forte na minha buceta enquanto dava tapas fortes na minha bunda que provavelmente deixaram marcas
Entre os tapas e fuder minha buceta meu marido ainda aproveitou pra brincar com meu cu.
Me fez chupar dois dedos dele, deixando eles bem melecados, cuspiu no meu cu eenfiou um dedo primeiro, depois dois, me deixando gemendo e rebolando como uma vadia. Eu gemia alto como sabia que eles gostava também.
Eu precisava gozar então coloquei meus dedos sobre meu clitóris e comecei a massagear. Não aguentei muito e gozei, gemendo e rebolando pro meu marido. Ele meteu mais umas 3 vezes na minha buceta e gozou, enchendo ela com porra.
Caímos exaustos e satisfeitos na cama.
Depois disso fomos pra banheira, e dessa vez ele, como prometido, comeu meu cu.
Depois disso tomamos um banho e fomos para casa dos meus pais buscar nosso bebê, com a promessa que nossa próxima saída seria em breve e que aproveitaríamos mais ainda.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario boquinha de mel

boquinha de mel Comentou em 03/12/2019

Brutal! Mulher de sonho...

foto perfil usuario casalgestao30

casalgestao30 Comentou em 03/12/2019

Delicia de contos.

foto perfil usuario muitoputo

muitoputo Comentou em 02/12/2019

Hummmmm...que vagabunda mais tesuda....sua biscatona...adorei o conto sua puta deliciosa! ...beijos

foto perfil usuario martisant

martisant Comentou em 02/12/2019

Muito boa m




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


144207 - O dia que meu marido virou corno sem saber - Categoria: Traição/Corno - Votos: 49
144526 - Meu marido virou corno de verdade - Categoria: Traição/Corno - Votos: 52
144556 - Primeira vez da baixinha - Categoria: Virgens - Votos: 19
144589 - Sexo vendada - Categoria: Fantasias - Votos: 22
144771 - O show da banda favorita - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
144781 - Realizando mais uma fantasia - Categoria: Fantasias - Votos: 15
144784 - Realizando mais uma fantasia-continuação - Categoria: Fantasias - Votos: 12
144831 - Meu amigo submisso - Categoria: Fetiches - Votos: 14
144961 - Mamando o pau do Gustavo - Categoria: Fantasias - Votos: 6
144972 - Mamando meu marido no carro - Categoria: Exibicionismo - Votos: 11
145092 - Anal com o Fabricio - Categoria: Heterosexual - Votos: 24
145173 - Realizando a fantasia do colega de trabalho - Categoria: Fantasias - Votos: 21
145176 - Sábado à noite na casa dos amigos - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 21
145331 - Dando pro meu Pai - Categoria: Incesto - Votos: 18
145351 - Continuação a história da Carol - Categoria: Incesto - Votos: 12
145439 - Irmãos gêmeos com a baixinha - Categoria: Incesto - Votos: 16
145447 - Pegando o tiozão - Categoria: Heterosexual - Votos: 20
145869 - Pegando a mulher do meu amigo - Categoria: Lésbicas - Votos: 17
146022 - Pegando a mulher do meu amigo-continuação - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 10
146093 - O presente de aniversário do meu amigo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
146385 - Dando pro novinho - Categoria: Heterosexual - Votos: 24
146464 - Diversão de uma sexta a noite - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 15
146498 - Aprendendo com a Professora - Categoria: Fantasias - Votos: 14
146510 - Fugindo da escola - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
146522 - Aproveitando as férias - Categoria: Heterosexual - Votos: 11
146697 - Pegando os amigos turistas - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 7
146725 - Sexo na sala dos professores - Categoria: Fantasias - Votos: 20
146800 - Pegando o aluno e o professor - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 19
147395 - Calcinha da irmã - Categoria: Fantasias - Votos: 11
147439 - Oferecendo a irmã - Categoria: Fantasias - Votos: 9
148771 - Pegando os colegas professores no flagra - Categoria: Fantasias - Votos: 18
148811 - Realizando a fantasia do amigo - Categoria: Fantasias - Votos: 12
149035 - A mulher puta do meu amigo - Categoria: Fantasias - Votos: 17
149133 - Dando pro colega no intervalo - Categoria: Heterosexual - Votos: 16
149217 - A mulher puta do meu amigo- continuação 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
149231 - A mulher puta do meu amigo-continuação 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7

Ficha do conto

Foto Perfil baixinhasafada1
baixinhasafada1

Nome do conto:
No motel com meu marido

Codigo do conto:
148864

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
02/12/2019

Quant.de Votos:
8

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


conto erotico dedo no greloenteada nuacontos coroas e meninosfudelidade se contraindo na picaquadrinhos eróticosdei pro meu filhovonto menininha cu relato garotinha cudotado do bate papo contocontos eroticos meu padrinho tirou meu cabaçoviadoaguenta varade enormequadrinho erotico prostitute parte 5traicoesquadrinhoscontos papakucontos eroticos incesto pauzudo.fudendo prima garotinhacontos eroticos Meu pai,meu amor 005porno quadrinhoscontos eroticos com fotos de mulher q traiu por vingancaultimos contos erotico perdendo as pregas do cuConto no cu da vizinhacontos eroticos corno ve esposa fodendo com novinhoComtos erotico na escolavirei putinha na pescaria gayconto erotico acochadores e novinhaspadre-nao-e-homem-1-temporada-contos-eroticoscontos super safadosCONTOS FOTOS EROTICAS COROAS COM NEGAO PIROCUDOclitorio grande n cio melandopsicólogas rabudas contosconto erotico de marido gosta de rolaconto erotico enganando o papaisexo com putona de fio dental com argolas na orelhacontos eróticos visitei minha sogra carenteveridico, flagrei minha mae transandoContos.encesto.doparo.mamaeconto erotico de casada orgiavideos porno homem despejando espema na buceta da buneca inflavelconto erotico ele nao queria me fudermãe nuashttp://contos erodicos matrinha e o primo e a prima transandocontos eroticos comeram minha namorada carlinha 2cachorro pistoludo grudado no cu do traveco novinho.comcontos eroticos gay me apaixonei pelo meu irmaocontos eróticos de gay comi a bunda do meu professorminha mulher mulata em casa contoscontos eroticos gay procurando rolA pelo aterro do flamengoconto mastubando com meu paiperdi as preguinhas do cu quando era pequenawww.contos eroticos minha esposa e professora flagrei ela metendo com aluno bem dotado.com.brincesto gay conto mae obrigou dar o cumulheres esfregando suas bucetas[email protected]Contos eroticos.meu filho e minha calcinhasmeu pai me fez de putinha gaycontos de cornos permitidocontos eróticos titia negra interracialfoi tomar banho no rio com irmao e fuderam gostoso incestosconto erodico tentado comer avisinha casadaestrupei meu priminho brincando de lutinha contosgaycontos eroticos :eunice caindo de boca na picaeu meu marido corno e o nativo na praiacontos vi o mega grelao da minha vizinhaQuadrinhos sraexplicitacontos eroticos tomando leite no curralultimos contos sado professora submissa 29conto erotico minha mae ten abuceta muito grandeContos erotico travesti ta me comendocontos pai ve filha peituda novinha se babydoll fode elatio foi visitar a sobria novia rabuda e ela deu e eles gozarao jutobunduda todinho arreganhada de culpar o arquadrinhos eroicos troca de casais na cachoeirafode irma e cunhada de 25 anos a dormir peludascontos de incesto engravidei minha mae e minha irmãFlagra mãe safada sem calcinha sento a vára na sua buceta em quadrinhoscontos erotico gay corno participandocontoeroticocaseirocontos eroticos vozinho tirando o cabaço do cu do netinhocalcinha DE navinha querendo fodeQuadrinhos 3D hentai filho cheio de tesao pela sua mae duronamerens chupando fudendo calcinha molhadafiz sexo com meu cunhado contos gayutimoscontostambabaxvideo gaya novia.deu p titio gozadento delacontos eróticos minha mãe e meu primoFotos incesto com pauzudos brazilporno goza ate dismaiarconto erito casada 2019contos eroticos com fotos pag 148corno mijado contos