O negão não perdoou a novinha.



Eu decidi vir morar numa cidade pequena Sul de Santa Catarina, uma cidade bem monótona para mim que vim de Floripa capital do nosso estado. Todos já sabem sou negro alto bonito 34 anos..
O lugar é legal, parece um vilarejo tem praia próximo, um lugar bom para se morar e viver. Tem muita mulher bonita, loira de olhos claros tem bastante para quem gosta. Tem bastante mulheres com um olhar inocente de família tradicional, daquelas que desviam o olhar quando são encaradas. Minha casa é confortável tem até uma garagem ampla onde funcionava uma pequena oficina antes. Agora eu uso só para guardar meu carro mas minha mente fértil notou o que seria um ótimo local para fazer umas safadezas.
Aos poucos estou conhecendo a vizinhança..
Falando nisso aqui na minha rua tem uma moça que sempre passa olhando,sempre comprimenta com bom dia,ou um sorriso.
Aparenta ter uns 20 anos,Cabelos castanhos claros e compridos, olhos esverdeados, umas pintinhas no rosto, sorriso lindo um corpinho esculpido a mão, bundinha durinha,pernas grossas com uns pelinhos loiros pele branquinha. Peitos fartos barriga chapada.
Porém se vestia sempre comportada!com vestidos na altura dos joelhos.
Notei que essa moça tem uma irmã mais nova,parecida com ela,porém os peitos um pouco menores,mas a bunda era grandinha igual da irmã mais velha.
Descobri que era Renata o nome da moça,e da irmã mais nova era Duda.
Fiquei sabendo pois já ouvi a mãe delas gritar da janela algumas vezes.
Enquanto a Renata passa de vestido comportado sem decote e na altura dos joelhos,a irmãzinha usa e abusa de shortinhos.
Agora eu dou bom dia Renata,bom dia Duda..
Educação sempre é bom né,kkk
Renata fica com o rosto corado,mas sempre sorrindo já Duda responde e fica olhando aqui pra casa com olhar de curiosidade.
Certo dia estava lavando meu carro,quando escuto barulho de cavalgada,numa velocidade muito acelerada,quando chegou perto era a Dudinha,fiquei de boca aberta..
Ela estava toda arrebitada de shortinho jeans uma delícia aquele rabinho eu falei,
segura peão kkkk cuidado guria.
Ela ria a toa.. e falou
Sou acostumada a cavalgar!
Ficou me olhando e rindo,eu fiquei sem entender,mas foi uma resposta bem maldosa.
Eu falei!
Bom saber!kkk
Ela riu meio sem jeito e foi saindo eu continue lavando meu carro.
Decidi que agora vou comer essa novinha de qualquer jeito! Ou melhor de todos os jeitos.
Passaram dois dias, eu estava molhando a grama,quando passa a Duda de bicicleta,eu vi ela vindo,mas fingi que não a vi,e joguei água nela,a camiseta ficou toda molhada,e colou no corpinho delicioso dela,ela gritou.. - hoo tá maluco kkk
Eu falei - você que tá me deixando maluco!
Ela sorriu, e falou - vou lá em casa trocar de roupa,quem sabe depois eu volto.
Eu falei - volta sim,se eu não tiver aqui,estarei na garagem,pode entrar..
Ela foi,e meia hora depois voltou..
Eu lógico, fiquei na garagem torcendo pra que ela voltasse.
Sentei numa cadeira,abri uma latinha de cerveja,fiquei ali bebendo,de repente escuto..
Oi voltei, estou entrando!
Oi estou aqui,pode entrar.
Gostaria de uma cerveja?
Maluco.. kkk eu não bebo ainda né
Ficamos rindo.. eu bati na minha perna e falei senta aqui.. Na hora pensei que tinha falado merda,mas ela veio e sentou.
Só um pouco em.. não posso demorar,se não minha mãe me mata kk.
Ela estava com um shortinho de seda branco meio soltinho e uma blusinha rosa,que parecia a barriguinha,dois dedos só mas já dava um charme a mais.
Meu pau já estava latejando ela sentiu e não saiu do meu colo, então peguei ela pelos cabelos e dei um belo beijo de língua.
Ficamos uns 5 minutos grudados que boquinha gostosa, coloquei a mão na bucetinha dela ela fechou as pernas,eu falei abre as pernas,ela obediente abriu,enfiei a mão dentro do shortinho ela estava encharcada,que bucetinha molhadinha que delícia. Brinquei um pouco ali,puxei a calcinha para o lado,e continue mexendo e estimulando a novinha,só não enfiei o dedo.. imagino que ela seja virgem, depois mandei ela ficar de joelhos na minha frente, no meio das minhas pernas. Ela perguntou - porque?
Eu falei fica que você vai gostar!
Tirei meu pau pra fora,pulou bem na cara dela.
Ela falou - seu safado,o que tu tá fazendo?!
Eu falei - pode pegar!
Ela pegou no meu pau, que mãozinha macia.
Dava para ver ver nitidamente que ela não sabia o que estava fazendo, não tinha experiência deixei a brincar à vontade. Ela mesmo por iniciativa própria começou a punhetar meu pau, eu falei para ela coloca na boca meu pau vai, ela riu kkk e falou
- eu não tá louco?!
Aí eu falei para ela coloca na boca que sei que você vai gostar, e tem outra se eu gostar vou ficar feliz e se eu ficar feliz vou te dar um presentinho, ela rapidamente me olhou nos olhos e colocou o meu pau na boca, chupou a cabeça dele e às vezes fazia ânsia se engasgando com ele na sua boquinha parava e perguntava assim tá bom?
Isso minha gatinha chupa bem direitinho vai, tenta colocar mais nessa boquinha vai, peguei ela pelos cabelos puxei de encontro ao meu pau ela se engasgou saiu até lágrima dos seus olhos segurei um tempo numa garganta profunda, e depois soltei junto do meu pau veio muita saliva muita baba até que a mocinha deu conta de engolir meu pau inteiro kkk.forçada mais engoliu.
Ficou toda vermelha tossiu várias vezes e depois perguntou faz de novo? Imediatamente peguei meu pau botei na boquinha dela, mandei ela pôr a língua para fora peguei ela pelos cabelos e puxei de encontra meu pau, ela engoliu meu pau todinho olha que não é pequeno a safadinha tinha o jeito para coisa, toda puta já nasce puta.
Quando soltei o cabelo dela ela puxou sua cabeça para trás nisso uma linda cena.. meu pau saindo da boquinha dela com aquele fiuzinho de baba ela toda vermelhinha tossindo fiquei louco.
Peguei ela pelo cabelo coloquei ela em pé com as mãos encostada no balcão, pressionei meu pau na bundinha dela fiquei roçando ali por cima do shortinho.
Sempre fui dominador,e com essa novinha não seria diferente,ela não exitava os meus pedidos, estava literalmente entregue em minhas mãos, provavelmente sentindo um prazer que ela jamais tinha sentido em sua vida.
Foi quando no impulso ela jogou sua bunda ao meu encontro, aí foi demais para mim puxei seu shortinho com calcinha e tudo até ela só tornozelo de uma vez só. Empurrei ela para que ficasse debruçada no balcão peguei nas suas lindas nádegas bundinha perfeita coisa de cinema, comecei dando uns beijinhos na sua bunda, subindo nas pela suas costas, descendo novamente para sua bunda,e depois cai de boca naquela bucetinha.
Ela tava literalmente encharcada que coisa magnífica bem pequenininha bem fechadinha e ainda percebi que ela era virgem, aquela bonequinha indefesa na minhas mãos me dava muito tesão.
Coloquei minha língua bem no cuzinho dela, ela pulou, - Uii que susto.. kkkk
Mais é bom,nossaaaaa…. Aí ai ai….
A menina gostou de ser estimulada no cuzinho, eu já estava louco para meter nessa novinha.
Já que gostou tanto da sensação anal, pensei comigo.. vou é meter nesse cuzinho delicioso. Peguei o silicone que uso para passar no carro tasquei no cuzinho dela.
Duda - o que você tá fazendo?
Eu falei - estou lubrificando esse cuzinho para mim meter nele.
Ela falou - tá bom!
Eu creio que ela não tem noção que possa doer uma relação ana,l mas não seria eu queria contar,deixei ela sentir na pele.
Vai então enfia logo!
Eu perguntei ironicamente só pra ver,- pode por tudo?
Ela - pode! Vai coloca de uma vez,quero sentir.
Eu apontei a cabeça do meu membro bem na direção do seu cuzinho e forcei a entrada, ela gritou ai ai ai… sei que se fosse lentamente ela não deixaria proceguir, eu com a mão direita segurei ela firme pelos cabelos, e com a mão esquerda segurei ela pela cintura e vim puxado ela fortemente ao encontro do meu pau, sensação foi inexplicável suas suas pernas tremendo sua bunda redondinha chegando próximo a minha pele, contato do nossos corpos coladinhos foi muito bom muito gostoso.
O gemido que ela dava era impossível de entender suas palavras Aaiii luuuu...heeeee.
Ela Tremia muito ao ponto de faltar pernas e eu ter que segurar ela pela cintura, puxei meu membro para trás coloquei novamente, ela começou a berrar …. com a minha mão esquerda tapei sua boca, tirei novamente e meti ele inteiro, que sensação maravilhosa novinha extremamente apertadinha.
Quando suas pernas faltavam eu a segurava pelos cabelos, pois não tinha como tirar a mão da sua boca, porque ela estava gritando demais.
Alguém poderia ouvir! Foi só eu pensar nisso na frente de casa escutamos a sua irmã Renata lhe chamar.
A Duda se assustou na hora arregalou os olhos, eu continuei metendo meu membro naquela bundinha, e agora com mais vontade ela queria sair para atender a irmã, eu segurei ela pelos cabelos e não deixei ela sair.
Duda - meu cara,tu é louco…. Para minha irmã vai ouvir,eu tenho que ir.. kkkk
A safada ainda rua da situação.
Eu não respondi nada apenas continuei metendo, ela não estava mais berrando, pude soltar a mão da sua boca e voltar a segurar ela pela cintura puxei ela de encontro a mim com bastante força, meu pau entrava todo no rabinho dela. Entre suas pernas começou a escorrer um líquido branco um pouco avermelhado seu cuzinho estava laciando.
Renata - Olha Duda eu sei que você está aí..escutei sua voz.. a mana vai entrar..
-Ooii alguém aí?,está tudo bem?
Eu vi que a coisa tava ficando séria resolvi gozar de uma vez, acelerei o ritmo das estocadas a cena era incrível uma novinha sendo pega pelo negão e eu metendo sem dó como se ela já fosse acostumada, as batidas da sua bunda contra o meu pau dava estralos plak plak ..
Meti a mão na sua bucetinha e comecei a esfregar, ela se tremeu toda e ficou totalmente sem força nas pernas, segurei ela pela cintura erguendo para não desengatar do meu pau e continuei bolinando sua pepeca em movimentos circulares e metendo meu pau até o fundo do seu cuzinho. O balcão já nem apoiava mais o seu corpo, ela estava pendurada pelos meus braços as pernas erguidas não encostavam no no chão.
E foi assim sem forças quase aos prantos que ela gozou..
Duda - muito bom, muito bom muito bom..
Ela começou a falar repetidamente isso e premia ligeiramente suas pernas.
Eu já não estava mais aguentando dei duas estocadas fundas e gozei e muito naquele cuzinho. Bem na hora que eu estava gozando a Renata entrou e nos pegou no flagra.
Fui fui colocando a duda no chão e a Renata viu a cena do meu membro saindo do cuzinho da Duda,
Com com um fio de porra interligando a cabeça meu pau ao seu cuzinho.
Duda ficou um pouquinho no chão imposição fetal, e continuava dizendo muito bom.
Renata de boca aberta perplexa, olhou para o meu membro, e depois desviou o olhar.
Renata - não acredito nisso Duda o que tu tá fazendo sua louca, vem vamos para casa.
Veste essa bermuda e vamos temos muito que conversar.
Eu pensei deu ruim…
A Duda vestiu seu short e falou - tenho que ir!
Eu falei - quando quiser me visitar,fica a vontade,traz a tua irmã.
Renata fez uma cara de espantada e perplexa com a minha ousadia.
Dudinha veio me deu um selinho e elas foram embora.
E eu ali com o pau semi duro pingando porra.
Continua...
Foto 1 do Conto erotico: O negão não perdoou a novinha.

Foto 2 do Conto erotico: O negão não perdoou a novinha.

Foto 3 do Conto erotico: O negão não perdoou a novinha.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario bambamrj

bambamrj Comentou em 14/01/2020

Conto delicioso. Aguardando a continuação.

foto perfil usuario negaopresenca

negaopresenca Comentou em 14/01/2020

Pessoal, se gostar comenta aqui!Logo eu conto o restante da história.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


48913 - Minha namorada novinha e virgem. - Categoria: Virgens - Votos: 15
51065 - A loira bebaça. - Categoria: Interrraciais - Votos: 6
56903 - Festa na pousada - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
61868 - Barbie Negra - Categoria: Incesto - Votos: 6
69042 - Mila que cuzinho virgem e gostoso!!! - Categoria: Virgens - Votos: 4
80329 - Gostosinha de 19 aninhos - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil negaopresenca
negaopresenca

Nome do conto:
O negão não perdoou a novinha.

Codigo do conto:
150526

Categoria:
Virgens

Data da Publicação:
14/01/2020

Quant.de Votos:
9

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


porno gey contos eroticos ferias c coleguinhacontos porno meu irmão picada ggContos eroticos 2017 homens loucos por seiosporno rijovideos porno concurso entre mulheres de quem da o chute mais forte na buceta uma da outraSexo com Beto Papakuorgia em sala de aula elas vao sem calcinhavideos menina dando cu virge grita manda tira tira aiiiii meu cuuuu porramoça vai ate A fazenda trepar com capataz dotadoconto visita em casa de amigoconto minha titia comigo no banhosexo erótico em quadrinhos vizinhoscontodebucetonaconto erotico com foto menina2017Incesto envolvendo çrianças contos eróticoscontos etoticos usava sonifero para abusar da minha filhaconto erotico perfil markisator porno de cabelo cacheado masculinocontos eroticos juvenisTravesti inceto desde pequena Contoscontos+eroticos+cuecas+da+tia+peludaconto erotico marido desconfia que é cornoWww.novinhamoleca.comconto escondido minha mulherConto Corno da pra doisminha esposa com seu cunhado peludao conto corno bifiquei de quatro e deixeo cavalo meter a piroca na minha bucetaContos ensinando a dirigir enteada pornodiarista ver o patrão dormindo pelado e chupa o pau delecontos eroticomeu padrasto me cumeu na casa de praia na praiaconto erótico com cena de sexoparte 5minha sogra deu o cu pra mim em quadrinhosconto porno comi a mulher eo cornoencoxando a costureira gorda de vestidolembrancinha de pornô de mulher de pornô da irmã da Fazenda de pornô para baixarconto erotico com mãeContos eroticos titias caindo na rola grossa do sobrinho"conto erotico" sempre fui dominou comedor senhorarreganhei pro policial no carro contos eróticoscontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anosConto Erotico: Meu amigo é eu comendo a minha namorada!contos porno o dia q eu dei carona pro garoto gordinhocontos de mulheres malhadas infieisesposa putinha titio caralhudo pirocudo maridinho corninho safado pau pequeno contos eroticosFotos pau enorme em buceta munusculasdesenho porno de negaover contos eróticos transei com minha sogra taradacontos eroticos zoofilia cadela[email protected]http://contactpromo.ru/conto/18603/175351/baile-a-fantasia.htmlFotos incesto em familia brazilquadrinho erotico a minha vizinha branquelaconto erotico brincando esconde esconde com novinha do bairrodei para o principe tesudo porno gayEu tava hospedado no hotel eu conheci uma coroa que tava sozinha hospedada no hotel eu fudi ela no seu quarto conto eroticoabusada e humilhada parte 2machos saco pelancudo xvideoConto erotico gravidaimagens porno heta sogra gostosa com genrofotos erótico minha cunhada e minha sogra virou minha p***video de porno inpurrei comfosa ela choraeu gosto de penis incircuncidadoquadri nho porno escritorioconto erotico professora e o cavaloultimos contos sadocomi minha irma mixando fotos e contoscontos eroticos de cunhada fudendo com o tiocalsinhamolhada.comporno emtalada na cozinha mi a ajudaconto erótico viagem maravilhosalia sou safada meus contos vào deixar vcs de pau durocontos eróticos com calça de couro latexcontos eróticos minha esposa experimentou 25cmconto erotico meu filho me espiando nua no quarto que safadoconto erotico ela cagou no meu pauultimos contos sadomae puta do amigo quadradinho erotico