FERNANDA - CONTOU



Fernanda agora tinha o controle da situação uma vez que minha cueca denunciava o tesão que estava sentindo, como um passe de magica, meu sentimento de perda e traição foi transformado em prazer.
Fer tocou meu pau e falou:
Fer – nossa amor, ta gostando de saber o que fiz e nem comecei a contar.
Eu - então conta, vamos ver se foi bom mesmo.
Fernanda começa a falar
- Voce saiu e olhei para Carlo e ele para mim, estávamos sentados no sofá ele veio até mim e encheu minha taça e como estava em pé e eu sentada ele fez questão de olhar meus olhos e descer o olhar para meu decote, eu acompanhei o olhar dele e percebi que meus seios estavam expostos inteiros pelo decote, fiquei vermelha.
Carlo sorriu e disse que já tinha visto muitas mulheres no consultório dele, não era para eu sentir vergonha.
Eu respondi que as mulheres eram paciente dele e eu não.
Ai ele ficou sério e disse que você amor tinha sorte grande em poder tocar em mim, beijar e fazer amor.
Eu sorri, e vi que nossa conversar estava indo para um lado que eu não teria escapatória.
Carlos é audacioso e inteligente, estava me conduzindo para uma cilada.
Meu coração disparou com os galanteios dele e eu procurei sair da situação.
O que me deixou perplexa era que no fundo eu estava amando a situação, lembrava de você que me deixou aos cuidados dele, lembrava das suas ousadas investidas em me fazer ser de outro. Resisti até onde deu.
Para sair de uma armadilha dele, acabei criando uma outra pior, deve ter sido pelo galanteio, charme, algumas taças de vinho, meu tesão.
Me levantei com ele olhando para mim e propus colocar uma musica ambiente.
Ao tocar a musica, Carlo imediatamente me convidou a dançar, nossa eu me encostaria em outro homem longe de você.
Após o embate, vou não vou, fui, porque pelo menos dançando moreria o assunto que estava me torturando.
Mão coladas na altura dos meus seios, outra mão em minha cintura e minha mao em volta do pescoço dele.
O perfume dele entrou em minha narina e quebrou imediatamente minha resistência, minha cabeça já começou a formatar quanto tempo eu ainda resistiria ao charme dele.
Ele colou seu rosto no meu e sua boca foi até perto do meu ouvido, ele simplesmente me disse que estava dançando com a mulher mais linda e desejável que ele já dançou e que por respeito a você não falaria nada que nos levasse ao arrependimento.
Metade da musica em silencio, minha mente a mil, minhas pernas já meio mole, so de sentir o perfume, minha mão escorregou e agora as costas da mão dele estava bem em cima dos meus seios.
Carlos começou a me apertar mais contra seu corpo, pude sentir ele estava excitado.
Silencio e tortura a mim e a nos dois.
Terminou a musica, nos afastamos, ele pediu desculpa pela excitação, calça de pano, era visível o estado dele, eu disse que tudo bem e que eu também fiquei excitada com o perfume dele.
Isso foi um sinal para ele, que deu mais um passo e tocou meu rosto com sua mão delicada porem firme de cirurgião.
Afagou meus cabelos, fechei os olhos ele desceu com sua mão pelo pescoço e foi até com os dedos no meu decote, voltou a subir até as alça do vestido e simplesmente fez meu vestido cair ao meus pés.
Assustei com tamanha ousadia dele, mas já estava entregue, abri meus olhos e ele estava me admirando, me desejando, beijou meu pescoço e desceu para o colo dos meus seios e beijos as sardas, disse que eram lindas com meus seios nus.
Contornou as aureolas dando beijos e passou a língua no bico, para abocanhar meus mamilos como um bebe faminto, afaguei os cabelos dele e ele mamando em meus seios nos dois em pé. Após um tempo se fartando nos dois seios, ele se afastou me virou de costas para ele e me abraçou por trás e pediu para eu ir com ele para cama.
Me afastei dele e segurando a mão dele o puxei para nosso quarto.
Entramos em silencio, senti na cama e ele chegou perto de mim, abri a camisa dele, a calça e tirei a camisa e calça o deixei so de cueca em minha frente, ele continuava em silencia deixando eu conduzir a situação.
Ele abaixou o rosto dele e demos o primeiro beijo, a boca dele parecia que queria me engolir, foi delicioso, sentir a língua dele invadir a minha boca procurando a minha para as duas se entrelaçarem.
Após o beijo eu sentada e ele em pé, senti o que ele queria, que o visse nu, puxei a cueca dele e saiu um pau grande, maior que o seu e mais grosso.
Segurei aquele pau lindo, lisinho, passei as duas mãos neles, acariciei as bolas e puxei a pele para baixo até aparecer aquela cabeça linda já saindo um melzinho.
Beijei a barriga dele, agora ele que estava de olhos fechados, desci minha boca para a base do pau dele, subi com a língua molhando o pau dele inteiro e passei a língua na cabeça sorvendo aquele liquido delicioso do pre goso, abri a boca e coloquei o que coube, acredite ou não, entrou a metade e foi até próximo a minha garganta.
Fiquei com aquele pau na boca sorvendo como uma chupeta deliciosa que acalma.
Ele abriu os olhos e eu olhei para os olhos dele, ele so disse que queria entrar em mim, que minha boca estava irresistível, tirei o pau dele da boca e disse aproveita então minha boca.
Voltei a chupar o pau dele, senti engrossar mais ainda o pau dele, enfiei mais na boca e veio o primeiro jato na garganta, seguido de um outro jato grande de porra, parece que ele não gozava a tempos, minha boca encheu ao ponto de escorrer pelos cantos, não conseguia engolir tudo rápido, até porque vieram mais 2 jatos. Fiquei com a boca cheia de porra e pau, tirei o pau para engolir a porra e não parava de sair porra do pau dele, engoli e voltei a chupar o resto que havia saído e não estava no meu corpo ou na cama.
Para meu espanto o pau dele ficou meio mole, ele me deitou na cama e começou a me chupar com calcinha, so me elogiava o quanto eu era gostosa usando aquela calcinha.
Me virou de bunda para cima e me chupou o rabo, abriu minha bunda e enfiou a língua no meu cu.
Delirei com a língua dele, empinei minha bunda para ele, ele levantou da cama e subiu na cama e apontou aquele pauzão e começou a entrar em mim.
Entrou a cabeça, mesmo eu estando muito molhada estava difícil por ser grosso, pedi a ele para pegar nosso gel na gaveta e ele me lambusou de gel, da buceta ao cu.
O pau dele entrou fácil em minha buceta, ele mais calmo agora controlava as estocadas e me chama de gostosa, de putinha gostosa.
Perguntava se eu estava gostando do pau dele, eu dizia que sim, ai ele deitou em minhas costas e beijou me pescoço, você sabe que é meu fraco.
Eu arrepiei toda, ele falou em meu ouvido que queria completa.
Não entendi ou fiz que não entendi, mas ele tirou da minha buceta e colocou mais gel no pau e no meu rabo e colocou a cabeça, empurrou e entrou, parou para eu me acostumar, após a dor inicial começou a ficar mais gostoso ser preenchida atrás.
Ele inerte coma cabeça dentro do me cu, não tive outra alternativa a não ser empurrar minha bunda de encontro ao pau dele, foi entrando centímetro por centímetro, eu fazendo entrar no meu tempo, ele somente parado esperando eu completar o serviço.
Era muito pau no meu rabo, mas entrou tudo, pois senti os pelos pubianos dele encostar em minha bunda. Agora com tudo dentro ele inerte eu rebolei gostoso, o suficiente para despertar que era hora dele bombar meu cu.
Foi delicioso sentir o pau dele inchar e encher meu cu de porra.
Ficamos exaustos na cama, fomos para o banho, ele me dando banho, falando o quanto valeu a pena a viajem dele ao Brasil, quando ele me virou de costa para me ensaboar as costas e tocou meu rabo, viu o estrago feito, só perguntou se estava bem, eu sorrindo disse que tudo bem, ficaria sem sentar uns dias mas voltaria ao normal, rimos.
Ele acabou de me dar banho eu que fui esfregar ele, e me concentrei no pau dele que ficou duro, perguntei se era normal isso com ele, ele disse que eu tinha esse poder.
Após o banho, o homem de pau duro ele colocou a cueca a roupa e eu nua, ele perguntou se eu não colocaria a roupa eu disse que iria dormir nua ai ele perguntou e a calcinha eu disse que meu rabo não aguentaria ficar com um pano esfregando nele, rimos novamente eu o acompanhei até perto da porta, ante de abrir ele virou para mim e me deu um celinho e pegou minha mão e colocou em cima da calça dele para eu sentir o tanto que ele estava com tesão, eu sorri, me ajoelhei na frente dele, abri a calça enfiei a mão dentro da cueca e puxei para fora e mamei o pau dele até encher minha boca de porra, dessa vez conseguir engolir tudo sem perder nada.
Me levantei, nos beijamos rápido e ele saiu.
Deitei na cama te esperando, porque havíamos combinado de eu te contar, caso contrario ele te contaria, porque chegamos a conclusão que foi uma atração irresistível de ambos.
Fer – E ai, você vai ficar bravo comigo?
Eu – Não se me prometer nunca mais ceder, principalmente a ele.
Virei Fer de costa para mim e abri a bunda dela, estava toda vermelha, passei a língua, ela deu um leve gemido de dor, a virei de frente para mim e a chupei gostoso, até ela gozar em minha boca.
Fernanda com meu pau em sua mão, disse que o meu sim tinha o tamanho ideal para ela sem ficar todas esfolada e levo a boca e ele sumiu inteiro dentro a boca dela, me chupou gostoso, tirou ele da minha boca e veio me beijar de língua, agora o gosto dela esta misturado com sabor do meu pau com a porra do Carlo.
Nos beijamos bastante e ela em meu ouvido perguntou se eu tinha gostado da ousadia dela.
Ela sentou em meu pau que entrou fácil em sua buceta, e esfregando os seios lindos dela em meu peito, começou a me cavalgar e perguntava se eu achava ela muito putinha, se eu tinha gostado de saber que ela engoliu a porra de outro homem, coisa que ela nunca tinha feito comigo.
E comecei a gemer mais alto com o que ela me falava e ela antevendo meu gozo, saiu de cima de mim e levou meu pau a boca e gozei gostoso, ela engoliu tudo pela primeira vez meu gozo e ficou mamando meu pau até amolecer.
Ela subiu me abraçou e nos beijamos e dormimos após uma noite e tanto.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario vagner2009

vagner2009 Comentou em 17/01/2020

Muito bom. Sempre sonhei com isso.

foto perfil usuario lucky22

lucky22 Comentou em 17/01/2020

Ótimo conto, parabéns.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


150549 - Fernanda - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico charmosoimpossivel

Nome do conto:
FERNANDA - CONTOU

Codigo do conto:
150553

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
15/01/2020

Quant.de Votos:
8

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


conto erotico mae menina e paicomendo a buceta inchada da minha cunhada no conto eróticoporno negão tinto fudendo loira cinquentona no cioutimoscontosdei minha esposa p meu amigo viuvo carente conto eroticoDe saia curta no busao tomei no cu contoscontos - sobrinha tomando leiteconto erotico_tio do meu marido mi comeu na frente deleminha esposa adora foder com novinhis conto eroticoscatvedeSO IRMA NEGRA DE MINI VESTIDO EM VIDEO PORNO GRATIS DEITADA COM O IRMAO NA MESMA CAMAContos gay com malhadocontos quadrinhos corno bissexualtia safda zoo pornocontoconto erotico o medicover vidios de segurancas que ficou sozinho com o amigo e deu o cu gayscomi acadela de rusconto incesto dupla penetração desde pequenacontosminha esposa na suruba com meus amigoscanto erotico preto dotadoquadrinho erotico prostitute parte 5conto minha primeira chupadacontos e fotos no dwolland comendo novinhascontos eroticos nudismo forçadoBondunda da mozconto erotico aposta com irmacu da patroa conto eroticoporno fotonovelacontos eroticos mae casada e amante do filho com permissao do paititia é de mais contosxvidio cumeno sem tirar calcinhahomem malhado visido de homem aranha com tesão e com voutade de dár o cu porno gaycontosde encochadas nos transportes publicoscontos gay primo negroNegros solteira suruba contoComtoseroticos enpreda epatroaContos com fotos novinha peituda de baby dollContos eróticos picantes de gays com fotos ilustrativasconto fudeu cu virgem da cunhada casadacontos gay padrastoquadrinho erotico a esposa pagou o serviço de outra maneira parte finalFOTOS DA BUCETA DAVIZINHA DA PRIMApeguei meu marido no flagra conto eróticoconto eróticos macho e fêmea inisiando nifetia a gostar de sexocontos casada cheirando cuecaxvidio fui na casa da minha namorada e so tava Minha Sogra cumi a Sogra a forçanegao conto erotico pedreiroconto erótico papai obedecercontos fotos coroa tarado em cu santo andreconto zoofilia gay meu pai me pego dando o cuzinho pro nosso cavalofantasiacontoeroticoultimos contos sadoconto gay cu cheirosocontos:Meu padrasto meteu muito na minha buceta virgem aaahcora rabuda fodendo na marra no pressidioxisvideo d cadela n cio c buceta piscandomaecuzudasa professora submissa utimos contos eroticoscontos eróticos gay no dia que comi o cara cheio de marra"praia de nudismo contoerotico"contos eroticos gay me apaixonei pelo meu irmaoultimos contos sadomazoquistanora bunda gostosa provacando sogro conto eroticocontos com fotoscfm casadascontos de casadas cornéando o marido com o sogrobucetinha arrombada eroticaContos coroa estrupou gordinhochequei em casa e mao aquentei ver minha enteada dormindo peladadespindo a irmã dormindonovinho filho de macumbeiro batendo punhetautimoscontosconto erotico meu tio roludo e minha esposa rabudocontos eróticos pausudo coca colaconto erotico velho abusando menina pirulitocontoerotico desiludido com a namorada transei com sua amiga