Festa e sexo combinam muito. (parte 2)



Oi, gente, pra entenderem esta continuação, recomendo que leiam “Festa e sexo combinam muito”, meu outro conto ai em baixo.
A loira falou que a festa estava começando e que muita coisa boa ainda ia rolar. Me levou para um chuveiro e tomamos uma gostosa ducha. Enrolei-me em uma toalha e voltamos para a beira da piscina. Lê já estava recomposto e duas mulheres estavam conversando muito animadas com ele. Resolvi marcar território mas lembrei da loira dizendo para deixar o ciúme do lado de fora. Sentei com ela em uma roda com vários casais e fui bastante elogiada pela performance anal. Ri envergonhada quando um dos homens falou que depois daquele pinto ele nem chegaria perto de mim de vergonha. Puxei-o pela camisa, dei um selinho em seus lábios e alisei seu saco e pinto, dizendo que um homem que sabe fazer não precisa ser grande. Estava definitivamente me sentindo uma vadia muito experiente. A loira propôs que começássemos os jogos “Roleta Russa” gritou. Todos aplaudiram e começaram a tirar a roupa. Fiquei olhando e vi que todos foram para o grande sofá dos fundos da casa. cinco homens sentaram no encosto do enorme sofá e as mulheres tiveram seus olhos vendados e de gatinho foram ajoelhadas ao encontro dos pintos. A loira foi a primeira e eu fiquei apenas olhando. Outros 5 homens chegaram por tras, lambendo aquelas bocetas e depois de vestirem preservativos, foram se encaixando por tras das mulheres que continuavam a chupação. Num determinado momento gritaram “troca” e os homens que fodiam as mulheres afastaram e elas trocaram de pinto, indo chupar outro. Os homens de tras voltaram a foder, agora com as mulheres trocadas. Gente, uma loucura aquilo. Excitante, mas não me excitou a ponto de querer participar. Decidi dar um passeio para procurar o Lê, mas ele estava bastante ocupado fodendo uma mulata com uma bunda enorme e com a cara enfiada no rabo de outra morena que gritava a cada linguada que Lê dava. Entrei na casa e vi um quarto escuro. Parei na porta e uma mão masculina segurou a minha e puxou para dentro. Ali, ele levou minha mão até seu cacete que estava duríssimo e começou a mamar meus seios. Aquilo sim me excitou. Não fazia ideia que quem estava ali, mas senti outra mão me alisando a bunda e outra ainda acariciando meu seio esquerdo. Outra mão puxou a minha que estava livre e outro pau duro encontrou meus dedos. Fiquei ali, a mercê daqueles homens e com um tesão danado. Comecei a massagear os cacetes e sacos e era alisada e chupada pelos homens. Um deles me pediu para ajoelhar e bateu com o pau na minha cara, de leve, me convidando a chupa-lo. Não pensei duas vezes. Se pensasse iria embora. Simplesmente abri a boca e fui sentindo o cheiro de pinto limpo, macio, duro como uma rocha que invadia minha boca indo quase até a garganta e voltando. Outro pau ficou ao lado dele e eu segurei e punhetei até que decidi experimenta-lo. Delicia. Grosso e perfumado. Quando dei por mim, estava ajoelhada com 4 homens a minha frente de pinto duro e eu chupava e punhetava todos eles. Loucura, loucura, loucura. Uma outra cabeça se enfiou entre minhas pernas e começou a me chupar. Eu não via o rosto de ninguém, só sentia o tesão que emanava de todos nós.
A certo momento, um dos que eu chupava me deu um preservativo. Vesti o pau dele que deitou no chão me convidando para cavalga-lo. De joelhos caminhei em sua direção e lentamente fui sentando naquele cacete. Estava muito duro e tinha um tamanho normal. Eu me movimentava no cacete e continuava a sugar e massagear os pintos a minha volta. Depois de um tempo, outro me deu um preservativo e depois que o vesti, me pediu para ficar de 4. E ele veio por tras, cheio de entusiasmo. Só pedi para ir devagar porque já estava com a buceta inchada de tanto dar. E ele veio e me levou a um orgasmo. Cheio de ternura, foi enfiando e tirando me deixando com muito tesão. Dois caras ainda estavam na minha frente e metiam os pintos na minha boca alternando, até que enfiei os dois ao mesmo tempo na boca. Gente, eu era a maior puta do planeta. Estava me deliciando com um monte de pintos que nem sabia de quem eram. O que eu gostei é que sempre quem ia meter em mim oferecia o preservativo. Devia ser um código deles para manter a segurança. E eu ia vestindo e trocava o pau na minha buceta. Teve um que tentou enfiar o dedo no meu cuzinho, mas esse não deixei nem me foder. Só falei: “meu cú não. Você não vai me comer.” E outros já tiraram o cara e novo pinto veio preencher minha vagina. Depois de um tempo que pareceu uma eternidade, percebi um pau enorme na minha frente. Conhecia muito bem aquela cabeçorra e agarrei com vontade. Era o Lê. Chupei seu pinto que já estava duro de novo. Então ele pediu para um outro rapaz deitar no chão e me pediu para montar nele. Chegou no meu ouvido e falou: “já que está tão deliciosa hoje, vai experimentar uma coisa que toda puta precisa fazer. Senta nele que vou comer seu cu também.” Fiquei atônita. Aquilo ia doer muito, eu achava, afinal, só o pau do Lê no cu já era um desafio, mas outro na buceta também? Sentei no rapaz deitado no chão e senti o Lê passar uma coisa gelada no meu botãozinho. Quando ele mirou eu tentei relaxar o mais que pude, mas realmente estava doendo. Quem disser que adora isso está de parabéns, porque não é fácil não. Ele entrou e começou a bombar meu cuzinho com muita calma. O rapaz deitado era bastante experiente também e quando um saía o outro entrava. O problema era quando os dois resolviam meter ao mesmo tempo, doía bastante, mas um deles era o meu homem e ele não deixaria nada de ruim me acontecer. Só falei que era a última transa, que depois ia descansar e Lê me deu um beijo na nuca. Me foderam até que eu pedi para parar. Não estava aguentando mais. Dei um gostoso beijo no homem em baixo de mim e levantei quando o Lê tirou seu pinto do meu cuzinho que estava como um carvão em brasa. Tentei dar um passo mas cambaleei e Lê me pegou no colo levando para fora, me beijando e elogiando muito. Tomamos um banho e fomos embora. A loira fez questão de pegar meu contato. Disse que queria e muito ser minha amiga e somos ainda hoje, 6 meses depois dessa loucura.
É isso, gente, chupei e dei pra mais homens em uma noite do que jamais imaginara durante a vida. Foi uma loucura e na volta pra casa disse ao Lê que eu gostei, mas que não faria de novo. mentira, eu e a loira já estamos planejando o próximo. kkkk

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario soldierblack33

soldierblack33 Comentou em 18/01/2020

Muito bom

foto perfil usuario muitoputo

muitoputo Comentou em 16/01/2020

Kkkkkkk...tinha certeza que era mentira sua, qual puta que ama ser vagabunda, ama fazer os machos implorarem por ela não vai fazer uma suruba dessas....kkkkk...duvido! Adorei seu conto sua biscatona...um tesao de conto! ....beijos em você todinha!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


59396 - Nanda e Paula traindo os maridos - Categoria: Traição/Corno - Votos: 27
59397 - Nanda e Paula traindo os maridos - Parte 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
150557 - Festa e sexo combinam muito. - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 26
150846 - Sequestro do tesão - Categoria: Fetiches - Votos: 6

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico nanda27

Nome do conto:
Festa e sexo combinam muito. (parte 2)

Codigo do conto:
150594

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
16/01/2020

Quant.de Votos:
8

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


menina sentou no pau duro do seu papi,,quadrinhos eroticosconto erotico a menina me chupoucontos minha mae chegou arrombada em casa pelo negaochupacao macho contos banheirocontos er?ticos incesto minha cadelinha safadacontos eroticos botei um macho pra desvirginar minha filha maeconto erotico minha cunhada me viu de pau duromha visinha crente contos eroticosMeu Sobrinho Me fudeu No Mato Contos eroticos de gaysconto erotico a lingua no teu paufamilia favela dando o cu zinho pro papaicontos eróticos minha sogra ru comoultimos contos sadocontos erotico namorada na praia com amigoselas adoram negrosfotos d mulheres so d calcinha box cm a buceta inchadaConto erotico de meninarabuda. contoereticowww.contos erotico em quadradradinhoquadrinho porno gay simpsoncasal evangélico submisso contos eroticocontos eroticos meu irmao me agarroucontos eroticos fodi a filha gostosa bundada vai fode socaa netinh na horta da pro vovo pornommAğızconto erótico fogo no celeiro contosbuceta ba minha sograconto erotico fodi a vendedora de frutaconto casal iniciantecontos sexo selvagem o pitudo fudeu meu maridocontos com fotoscfm casadashotwife e marido contosboquete contoConto erótico esposa com consolo[email protected]Armando a saia da empregadinha e metendoengravidando a mamaeQuadrinhofotossexoporno incesto as lembracas da minha irmacontos no cu do pai e da mãemeu maridinho me deixou fuder na madrugadalegal porno contos erotico com negros e mendingos fudendo mulheres casadasporno em desenhocontos erotico narrado netinha e avocontos.encesto.mae.fas.gostosomulheres du bumbum enormes sendo gosada ppr pau grande grosso na bocetaclimax contos encoxando a filha no busaoconto gay descabacei um casadoenteadacontoerotico.com.brnovinha damo nafrende da mae pro negaucontos erótico com fotos a bunda da costureiracontoeroticobucetonafotonovela porno eroticaquadrinhosporno/cfmPorncontos eroticos a filha daprimainiciada pelo padrasto ou pai contos eróticoscomtos eroticos fui rouba e fudi a dona da casacontos de segredinhFui iniciada incesto contos eroticosconto incesto meu filho me fez gozar pelo cuConto erotico 30cm na minha primaminha mulher bebada comida por um molequeerguas com gozoContis eroticos Carol corno triaçao com.ex e um amigo roludoCONTOS EROTICOS fui abusada na escolabucetinha da d8 lro adotafconto erotico comendo.comcococonto eroticomamando na maninha eo marido dela chupando meu paufui estrupada no mato perdi meu cabacinho por negoes mais gosteio negao trepou na pica torta conto