Esposa Grávida de Outro Arrombada pelo Caseiro



Olá amigos.
Faz tempo que não escrevo aqui no site, mais vez ou outra eu dou uma passada para ver as novidades e responder algum contato que recebemos.
Da ultima vez que escrevi a novidade é que minha esposa Lúcia engravidou e esta de quatro ou cinco meses, por ai, e como fiz vasectomia já faz algum tempo, temos certeza de que o filho que ela espera é de outro cara, ou seja, algum felizardo safado não só encheu a buceta dela de porra e espermas mais também o útero dela com um filho.
Bem como não sei contar exatamente como e quando emprenharam minha esposa, nosso relato agora é outro, acho que ficou um pouco extenso mais tenho certeza de que vale a pena ler até o final.
No final de 2012 eu e minha esposa somos amigos de um casal que tem uma casa de praia no Litoral Norte ali em Camburizinho logo depois de Bertioga. Pelo que os soubemos se tornaram liberais depois da gente mais até então nossa amizade era “normal”.

Em Dezembro passado tiramos uns 15 dias de férias para descansar um pouco e fomos para o litoral visitar os parentes e os amigos e dentre eles este casal, Eduardo e Márcia.

Passamos estes dias entre a Baixada Santista e Pedro de Toledo com minha família e a família da Lúcia que moram por lá e depois demos um “giro” pelo litoral para rever os amigos e outros parentes.
Deixamos o passeio até Camburizinho para o Ano Novo e de lá pegaríamos a Rodovia Mogi-Bertioga e voltaríamos direto para SP. E assim fizemos chegamos a casa deles dia 2/1/13, cedo e tão logo chegamos nossos amigos nos mostraram a bela casa que tem lá, nos acomodaram e caímos todos na piscina.
Conversamos e eles quase não acreditaram que minha esposa estava grávida e notei que a noticia deixou os dois um tanto excitados, e comentei com a Lúcia. Ficamos o dia todo entre a praia e a piscina, no churrasquinho e na cervejinha conversando sobre os mais diversos assuntos.
Eles tinham na casa um casal de empregados de meia idade, uma mulher muito simpática e atenciosa que cuidava da casa e cozinha e um homem moreno, queimado do sol, de cara mais fechada que cuidava do jardim e da piscina.
À noite a empregada fez um jantar delicioso para nós, jantamos, jogamos cartas e fomos dormir.
Pouco tempo depois de nos deitarmos começamos a escutar risadas e gemidos vindos do quarto do Eduardo e Márcia. Era mais do que normal que eles estavam transando e isto despertou em nós um tesão danado e começamos a transar também. Tanto a Márcia, quanto a minha esposa gemiam alto, cada uma em seu quarto e sem demonstrar qualquer discrição ou inibição e nos excitava mais, pois escutávamos o Eduardo dizendo: - Geme safada! Vou te foder todinha!. E eu ficava dizendo no ouvido da minha esposa: - Olha só, amor... Eles estão fodendo do mesmo jeito com a gente. Aquilo deixava a Lúcia, louca de tesão, a fazendo gemer e falar alto: - Vai-me fode gostoso seu corno safado, faz que nem o Eduardo tá fodendo a Márcia. Metemos mais gostoso ainda sabendo que um casal estava ouvindo tudo que o outro fazia. Coloquei minha esposa de quatro, segurando na barra de ferro da varanda do nosso quarto e fodi ela e acabei gozando no reguinho do rabo e nas costas dela e depois passei um pouco de porra nos seus peitos e na sua boca. Fizemos uma farra danada e nem nos lembramos dos caseiros, depois tomamos um banho e fomos dormir.

Na manhã seguinte, tomamos café com nossos amigos e fomos todos passear na praia e conhecer a região que é muito bonita. Passamos a manhã pesticando camarão e acabamos por almoçar por lá mesmo. Estávamos todos muito a vontade, e nos sentindo muito excitados, em razão da noite anterior, pois ficamos imaginando o que passava na cabeça de todos.

Voltamos para a casa e fomos para a piscina. A essa altura todos já estávamos um pouco “altos”. Enquanto Eduardo e Márcia preparavam algo para beliscar, eu e Lúcia ficamos na piscina nos beijando lascivamente e nos amassando. Ela pegava no meu pau debaixo da água, enquanto minha mão entrava na parte de baixo do seu biquíni, tocando sua buceta e batendo uma rápida siririca. Tudo isso enquanto nos beijávamos de língua bem gostoso. Afastei a parte de cima do biquíni e chupei os seus seios.

Só reparamos depois a empregada e o caseiro por lá cuidando de seus afazeres e nos olhando discretamente. Quando Eduardo e Márcia voltaram eles estavam visivelmente excitados, dava para perceber pelo volume do pau do Eduardo por dentro da sunga e pela alegria da Márcia. Eles entraram na piscina e ficaram se beijando também. O gelo foi se quebrando conforme um casal ficava aos beijos e amassos na frente do outro, ainda cada um com sua esposa.
A Lúcia batia uma gostosa punheta no meu pau, enquanto o Eduardo chupava os peitos da Márcia e há todos os instantes meu olhar e do Eduardo se cruzavam e pensamos a mesma coisa.

Já explodindo de tesão saímos da piscina e fomos para as espreguiçadeiras do deck da piscina, eu fodia a Lúcia muito excitado e observando o Eduardo e Márcia trepando ao lado, ela é morena uns 35 anos, um corpão delicioso, bunda durinha e seios grandes, mas firmes, não dava para olhava para aquela mulher e dizer que ela já tinha dois filhos.
Márcia estava sentada no colo do Eduardo cavalgando o pau do marido, minha esposa ficou de quatro apoiada na cadeira para que eles também pudessem visão privilegiada da buceta da Lúcia sendo fodida pelo meu pau. Ficamos curtindo eles foderem enquanto eu estocava forte meu pau na buceta da minha esposa.
Fazia tempo que não ouvia a minha esposa a gemer tanto. Da mesma forma o Eduardo também não tirava os olhos da gente. Lúcia com seus 40 anos esta na idade da loba, grávida gostosa e safada, os seios dela são naturais, apesar de ter a sensação de que estão maiores e um pouco mais pesados continuam firmes e os bicos durinhos e apontados para cima, suas coxas e pernas não são grossa mais são bonitas, sua buceta e sua bunda apetitosas.

De repente minha esposa pediu que para que eu a enrabasse de pé, fiquei com mais tesão ainda. Levantamo-nos da espreguiçadeira, ela colocou uma das pernas sobre a cadeira e foi empinando o rabo na minha direção, eu pincelei meu pau na entrada do cu dela e fui enfiando meu pau até meu saco encostar-se à bunda dela e ela gemendo muito. Dai deliberadamente fui encaminhando a Lúcia até a espreguiçadeira onde estavam trepando o Eduardo e Márcia, de modo que ficamos fodendo a poucos centímetros dele. A Márcia estava de quatro sendo fodida pelo marido e eu não conseguia tirar meus olhos dos seus peitos soltos e balançando gostosamente de um lado para outro.

Tirei meu pau do rabo da Lúcia, nos deitamos numa outra espreguiçadeira ao lado deles. A princípio cada um com sua esposa, abri bem as pernas da Lúcia e comecei a chupar sua buceta, fiquei chupando gostoso um tempo, enquanto ela se contorcia e gemia de prazer. Nesta altura vi que Márcia começou a apertar e mordiscar os bico dos seios da minha esposa e Eduardo passava a mão no cabelo da Lúcia e depois ele começou a passar seu dedo nos lábios dela e enfiar dentro da sua boca. Fiquei com mais tesão e continuei chupando a buceta da minha esposa, nesta altura a Márcia já mamava na Lúcia, quase engolindo os peitos dela.

Num piscar de olhos o Eduardo já tinha enfiado o seu pau na boca da Lúcia. Ela chupava tão gostoso, que na hora até me bateu um ciúme, mas o tesão sempre fala mais alto. Márcia se ajoelhou e passou a me punhetar e me fazer um boquete, enquanto eu chupava a buceta da Lúcia.

Ninguém dizia nada, pois nada havia sido programado, apenas rolava. Beijei minha esposa e perguntei se ela queria que o Eduardo a enrabasse e ela respondeu que sim. Coloquei–a de quatro novamente e chamei Eduardo para foder o cu dela. Ele veio e meteu forte e de uma vez no rabo dela que ela gemeu e até soluçou sendo jogada de bruços na espreguiçadeira. O Eduardo parecia um cão no cio, estocava rápido no rabo da Lúcia, puxava seus cabelos e mordia sua nuca. Ela gemia muito e alto de dor e de tesão ao mesmo tempo.
Vendo o Eduardo foder e se deliciar com o cu da minha esposa, resolvi comer a Márcia. Ela se deitou, abriu as pernas e eu entrei com meu de uma vez já rasgando a buceta gostosa e molhada dela. Ela se jogou para o lado da minha esposa para beija-la, e as duas começaram a se beijar na boca e de língua com muito tesão, minha esposa com o pau do Eduardo cravado no cu dela e a Márcia com meu pau entalado na sua buceta até as bolas.

Eles nos convidaram para irmos para o seu quarto, a cama deles era ampla e confortável como num motel e ficamos transando os quatro juntos nela e quase fiquei louco de tesão quando finalmente minha maior fantasia seria realizada quando minha esposa me pediu para sentir dois machos esporrando ao mesmo dentro dela.
Nem precisei pedir e o Eduardo já apareceu com um tubo de KY e passou no pau para amaciar. Ele se deitou e ela sentou-se sobre e foi enterrando o pau dele todinho na sua buceta e ficou cavalgando nele com o rabinho empinado para mim. A pedido dela passei o KY naquele cu gostoso, que ela dizia já estar ardendo de tanto levar rola.
Ai ela então se virou para mim e disse: - Vem, amor! Vem foder o cuzinho da tua putinha! Sem deixar tempo para ela desistir comecei a enfiar meu pau no rabo dela e minha esposa parecia que ia desmaiar de tanto tesão. Ela gemia e gritava muito de dor e prazer. Eu podia sentir o pau do Eduardo encostando-se ao meu pau dentro dela. Nisso, a Márcia ficou beijando minha esposa na boca e ela ficou de recheio como num gostoso sanduiche com três fatias de pão.
Então a Lúcia falou quase sussurrando: - Quero que vocês dois gozem dentro de mim juntos! - - Já que não posso ficar duas vezes grávida, quero a porra do Edu toda dentro da minha buceta!. Quando ela disse isto meu pau virou pedra, e nesta altura do campeonato não dava mais para parar o jogo e acenei a cabeça autorizando meu amigo Eduardo a encher a buceta da Lúcia de porra, o que fiz quase ao mesmo tempo no cu dela.
A reação da minha esposa foi imediata ao sentir dois paus jorrarem ao mesmo tempo dentro dela, ela gritou e teve orgasmos múltiplos, praticamente desmaiando com nossos paus ainda dentro dela e teve de ser praticamente reanimada bebendo água gelada e tendo seus pulsos massageados com gelo..
Márcia assistia a tudo extasiada enquanto beijava e acariciava o rosto da Lúcia e o Eduardo deitado ao lado dizia que também queria fazer o mesmo com sua esposa dele e eu cheio de sorrisos respondi que seria um prazer e marcamos outra festinha com a Márcia mais a noite.
Mais a Márcia alheia a nossos planos para ela preferiu ficar ao lado da minha esposa até ela estar totalmente recuperada da curra que havia levado e as duas foram juntas para a ducha e depois mergulhar na piscina onde continuaram a se beijar e depois elas transaram gostosamente no chão do deck da piscina, como somente as mulheres (entre elas) sabem fazer.
À noite após jantarmos e bebermos duas garrafas de vinho minha esposa estava literalmente acabada e capotou num sofá e a partir dai rolou a festinha programada com a Márcia, eu e o Eduardo a fodemos muito e sem dó e a fizemos gozar igual ou ainda mais que minha esposa, inclusive a Márcia teve direito a beber porra em taça de vinho e tudo mais.
Quisemos dormir com os casais trocados e eu dormi com a Márcia no quarto de hóspedes e minha esposa dormiu com o Eduardo na cama deles.
Na manhã seguinte quando acordei estava sozinho na cama, ouvi risadas vindas da área da piscina e olhei pela janela e vi o Eduardo, a Márcia e a minha esposa todos pelados no deck da piscina eles estavam no maior sarro, o Eduardo encoxava a bunda das duas vadias, pegava nos peitos delas por trás e as beijava na boca. Isto tudo na frente da empregada que preparava o café da manhã e do caseiro que recolhia as folhas que caíram à noite dentro da piscina, minha esposa foi até a borda ver se a agua estava fria e ficou ali conversando peladinha com o caseiro. Fiquei de pau duro na hora.
Neste momento a Márcia estava ajoelhada perto da varanda dando um trato no pau do marido dela, punhetava e mamava no pau dele como uma puta no cio.
Voltei os olhos novamente para minha esposa e não acreditei na cena que vi: Ela de pé conversando e sorrindo com caseiro, ele estava sem camisa e ele passava uma das mãos no peito dele enquanto a outra mão estava pegando o pau dele dentro da bermuda. Ela tirou uma enorme rola escura para fora da bermuda e sem qualquer pudor ajoelhou-se e começou a pagar um boquete para o caseiro.
Depois de fazer o marido gozar na boca dela, a safada da Márcia aproximou-se do caseiro, pegou o pau duro dele na mão, punhetou e depois o colocou na boca da minha esposa e pressionava a cabeça dela contra o corpo dele, a fazendo engolir aquele pau negro até o saco, minha esposa quase engasgava com o pau do caseiro entalado na boca descendo até sua garganta.
Aproximei-me deles e a Márcia veio sorrindo e já foi se ajoelhando e me fazendo um delicioso boquete, enquanto minha esposa, no maior tesão, continuava a mamar o pau do caseiro. A puta da Márcia sugou e punhetou rápido meu pau e me fez gozar de repente na boca dela, engoliu tudo, beijou-me e voltou para junto do caseiro e da Lúcia.
O Caseiro então se deitou no deck e colocou a minha esposa sentada em sua boca e a Márcia com a buceta cavalgando no pau dele, enquanto as duas, uma de frente a outra, se beijavam se acariciavam, depois trocaram de lugar e ele colocou a Lúcia para cavalgar a rola dele enquanto chupava a buceta da Márcia e as duas brincando entre elas. Dai percebi que não era a primeira vez que o caseiro participava das brincadeiras com a Márcia.
Depois a Márcia veio para o meu lado, ficou me beijando e assistindo comigo o caseiro foder a buceta da minha esposa. A Lúcia cavalgava o pau do homem como uma puta, gemendo alto e de olhos fechados enquanto ele mamava nos peitos dela.
Aquela enorme jeba preta do caseiro rasgava ainda mais e sem dó a buceta arrombada da minha esposinha grávida. Ai o caseiro tarado disse que ia enraba-la e ela ficou chorando e dizendo que não ia aguentar aquilo tudo no seu cu, mais não adiantou o homem agilmente a colocou de quatro numa cadeira e apoiada na mesa, segurando-a pela cintura ele já foi enrabando ela, minha esposa gemia alto enquanto a rola dele fodia o cu dela acabando de arrancar as poucas pregas que ainda sobravam no seu gostoso rabo. Lúcia me olhando com seus olhos cor de mel gemia, chorava e soluçava numa inerente mistura de dor e prazer.
Quando estava quase gozando o caseiro tirou a rola do rabo dela, mandou a Lúcia sentar-se na cadeira e enfiou sua rola na boca dela, fazendo-a mamar até ele esporrar muito e direto na sua garganta, fazendo-a quase engasgar-se com a porra dele.
Depois desta orgia toda minha esposa foi tomar uma ducha e voltou ainda nua para tomarmos café da manhã, ela sentou-se na cadeira de ladinho gemendo e dizendo sorrindo estar todinha arregaçada, nossos amigos sorriam ainda extasiados. A empregada serviu-nos o café e brindamos a visita aos nossos amigos com suco de laranja.
Despedimos-nos dos nossos deliciosos anfitriões e voltamos para casa.
Espero que tenham curtido este relato 100% real, assim que tiver um tempinho volto para contar outra aventura nossa.
Abraços
Alberto

Foto 1 do Conto erotico: Esposa Grávida de Outro Arrombada pelo Caseiro

Foto 2 do Conto erotico: Esposa Grávida de Outro Arrombada pelo Caseiro

Foto 3 do Conto erotico: Esposa Grávida de Outro Arrombada pelo Caseiro

Foto 4 do Conto erotico: Esposa Grávida de Outro Arrombada pelo Caseiro

Foto 5 do Conto erotico: Esposa Grávida de Outro Arrombada pelo Caseiro


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario morenocps

morenocps Comentou em 11/02/2013

Que delicia de conto mesmo tenho que bate uma em sua omenagem

foto perfil usuario maridodaesposasafada

maridodaesposasafada Comentou em 11/02/2013

delicia de conto, sua esposa é muito safada, parabéns.

foto perfil usuario aventura.ctba

aventura.ctba Comentou em 09/02/2013

Delicioso seu conto, me masturbei bem gostoso viajando em minha imaginação. Teve meu voto. Leia meus contos, comente, vote se gostar, irei adorar. Ângela: Casal aventura.ctba




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


11819 - Minha esposa transando no estacionamento - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
11831 - Esposa e dois homens num cine porno no Arouche - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
11832 - A primeira vez da minha esposa e nosso cão - Categoria: Zoofilia - Votos: 7
11846 - Minha esposa fodeu com meu amigo em casa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
11862 - Sacanagem com a esposa na sexta-feira de carnaval - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
11874 - Domigo Carnaval, primeira orgia com minha esposa - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 8
11942 - Transformei minha esposa numa Puta neste Carnaval - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
11944 - Esposa sendo fodida numa boate liberal no Carnaval - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
12197 - Esposa currada numa locadora de vídeos pornôs - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
12372 - Orgias com Minha Esposa no sitio do pai dela - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 12
12933 - Levei Minha Esposa a São Luis e Fiz Dela uma PUTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
12935 - Esposa Puta+Praia+4 Homens= Orgia e Muita Porra - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 13
13099 - Meu Chefe Fodeu e Gozou na Buceta da Minha Esposa - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 10
13882 - Minha esposa foi PUTA novamente num cine pornô - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 8
14399 - ESPOSA PUTA ARROMBADA POR TRAVESTIS-REAL - Categoria: Travesti - Votos: 32
16583 - Ele Encheu a Buceta e Cu da Minha Esposa de Porra - Categoria: Traição/Corno - Votos: 37

Ficha do conto

Foto Perfil alberto.
alberto.

Nome do conto:
Esposa Grávida de Outro Arrombada pelo Caseiro

Codigo do conto:
25699

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
08/02/2013

Quant.de Votos:
19

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


mexendo na minha xereca contosfresto da calcinha xvideosdando a bucetona contos eróticos inceetosconto erotico minha sobrinha gosta de me dar mamaconto erótico estuprofoderam me toda contos eroticoliberei o cuzinho pra quatro e amei contocaminhando no mato com atiacontos erotico gay brincando de verdade ou desafiovirou travesti e passou a foder a titiaconto entreguei minha mulher pro garotaoxvidio mulher da buceta greludas quendo trair e nao aguenta pau do negaoFOTOS CANTOS DE SEXO DE ENCANADOR PIROCUDO COM MADAMESContos eroticos marido leva roludo para esposa certinhavale tudo com a sogra conto pornomedrosaxvideosesposa corno caralhada contos eroticos comentáriosDando.banho.na.minha.filha.bucetuda.sogra genro e filha um triangolo contos erticosconto erótico fiquei grávida de novoContos eroticos de meu professor me obriga a ir na casadele pra me dar uma surracontos erótico de sogro abusando de norasChupei a buceta da minha sogra çontocontos com fotoscfm casadasmae enbedou pai e filha pra os dois fuder vidio sexoconto erotico pegando a madrastaconto porno minha mulher na cachoeira aContos eroticos mamae gulosa mamando no pauzao do seus cinco filhos bem dotados em uma orgia em cadaNegros solteira suruba contocontos gays dei pro entregador gostoso do supermercadowww.tava tomado banho minha entra casa de banho e me da sua pucetavideo de sexo bi com incestoicontos eroticos conversa minha esposa putacontos minha irmã casada adoro tapar comigoconto erotico casada fodendo gostoso com um entregador de gasesposa viajando com o cunhado conto eroticoempreitero gay com rola dura fotoconto erotico cunhadinhaputonanociocumendo o cu amiga de mini saia e blusimha rosautimoscontoscontos heroticos gay meu primo de dezesseis me comeu quando eu tinha oito anoscontos eroticos com entregadorescontos primo pintudo engana priminha e amiguinha e come seu cuzinhoxvideos sexu porno safada vadia gostosa adora tia mais safada incento erotico proibrindoincesto filho comeu buceta mao gozou dentro dela historiascontos eroticos de virgemcontos ciumes do marido dominadorporno em quadrinhos 3dconto pivete ladrao fudeu casadaconto erotico meu amigo me comeu dormindoconto eurotico amigo bumbudoMeu pai so esperava minha mãe dormir , para meter na minha buceinhaContos.erotico.mae.filho.depois.do passeio.no.parque.Moleque fez minha esposa nojenta mama sua rola historias eroticascontos porno tabu feriascontos eroticos sala de esperacontos fotos coroa tarado em cu santo andreperdir a aposta e tive que fa a bucetacontos em quadrinho pprno 2019Pedreiro fode a empresaria conto eroticocontos eroticos mae trair o marido com o próprio filhovideos e contos eroticos de transando com a comadre casadacontos eróticos a aposta da esposacontoeroticopauenormecontos de estrupo. com lixeiro peitos pequenos com rodelas grandesConto erotico de bucetinha novinhaquadrinhos eróticos de negroNinfeta de salto conto eroticoflagrei minha irma delirando no pau do namoradovídeos sexo homem fode gay e bate bulheta nele levantando gay nos braçosconto erotico so de tanguia no colo do papai adorocontos eróticos espiando minha esposa novinha em cacete GG parte 2tranco contoscontoerotico virei escrava do vizinho velho