O vizinho tarado



O vizinho tarado
                           

Vivo numa cidade provinciana, onde todos sabem da vida de todos. Há 5 anos moro em uma rua tranqüila, onde a vizinhança é muito cordial e prestativa. Sou casada e tenho um filho, sou morena jambo, tenho 30 anos, 1,60m, 60 kg, olhos e cabelos castanhos escuros, sou cheinha, mas, com tudo bem distribuído ao gosto dos homens que gostam de mulheres carnudas, seios médios, pernas e coxas grossas e uma bunda grande e delineada.
        Há uns dois anos, se mudou para a casa em frente a minha um coroa enxuto, tem 53 anos, branco, cabelos grisalhos e olhos castanhos, seu corpo é forte e bem proporcional . Ele tem me tirado o sossego desde que chegou aqui, pois, seu passatempo preferido é me espiar de sua janela. Vive me olhando , não posso sair a rua que ele me segue e fica dizendo que sou gostosa, que é doido para me comer, que se masturba pensando em mim.
        Certo dia, estava sozinha em casa e meu gás de cozinha acabou, e eu sou muito medrosa não gosto de mexer com coisas inflamáveis, então tive que pedir a ajuda de alguém para trocá-lo. Saí a procura de algum vizinho que pudesse me ajudar, olhei para todos os lados e não havia ninguém. Como num passe de mágica ou brincadeira do destino, lá estava ele, o coroa safado. Me vendo sozinha e ansiosa ele foi ao meu encontro e me perguntou se precisava de algo; contei-lhe o meu problema e ele se prontificou a resolvê-lo.
        Assim que entrou em minha casa pude perceber seu olhar atrevido a percorrer o meu corpo. Eu estava com um vestidinho de casa, com botões na frente e curto, adoro ficar em casa com camisolas e vestidos curtos sem calcinha, porém, desta vez estava de calcinha, para o azar do meu visitante tarado. Ele começou a trocar o botijão e o silêncio reinava na cozinha, eu estava nervosa e ao mesmo tempo deliciada pelo seu olhar de admiração. Diversas vezes havia fantasiado aquele momento, mas jamais pensei que ele pudesse acontecer. Ele percebeu meu nervoso e começou a puxar conversa, perguntou pelo meu marido e filho, se iam demorar, ao que respondi com a verdade que estavam ausentes e só chegariam a tarde. Ele me olhou com um sorriso maroto e disse que eu estava muito sensual com aquele vestido. Percebi um volume salientar-se em sua calça jeans e fiquei corada, o que não lhe passou despercebido. Ele se colocou na minha frente e disse que aquele favor tinha um preço, eu teria que deixa-lo ver meus seios, ele não me tocaria se satisfaria só olhando.
        Fomos a sala e eu comecei a desabotoar o vestido bem devagar, ele tremia e rapidamente abriu sua calça deixando escapar aquele membro enorme, vermelho e latejante, fique estarrecida, não sei se de temor ou desejo. Ele começou a se masturbar e dizer que eu era gostosa demais, que diversas vezes sonhara com aquele momento. Me pediu para tirar todo o vestido e assim eu fiz, fiquei de calcinha e ele se ajoelhou aos meus pés, com os dentes começou a puxá-la, me empurrou em direção ao sofá e terminou de tirá-la. Abriu minhas pernas ansiosamente e pós a me acariciar com os dedos, eu estava bem molhadinha e ele com um suspiro de deleite se ajoelhou de frente para minha buceta e começou a sugá-la com ardor, enfiava sua língua molhada e quente lá dentro, me fazendo gemer de prazer de vez em quando mordiscava com suavidade o meu grelo, eu estava explodindo de êxtase, gozei varias vezes em sua boca gostosa.
        Ele sentou no sofá e me pôs sentada em seu cacete duríssimo e molhadinho, seu pênis era tão grosso que entrou me rasgando toda de prazer, uma sensação vertiginosa se apossou de mim, minha buceta pulsava e sugava aquele cacetão. Ele começou a me penetrar com o de do no ânus e eu delirava de tesão, comecei a gemer, ele começou a mordiscar o bico dos meus seios levando-me a ter orgasmos múltiplos, começamos a cadenciar nossos movimentos numa dança de gozo profundo, eu delirava com aquele movimento de entra e sai, depois de alguns minutos naquele frenesi ele me encheu com o seu líquido quente e viscoso que se misturou ao meu gozo.
        Ele se vestiu e saiu me dizendo que toda vez que o botijão acabasse ele iria trocar com todo o prazer.
        Quem diria que aquela manhã seria tão surpreendente!

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico morena jambo

Nome do conto:
O vizinho tarado

Codigo do conto:
3180

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
12/10/2004

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos eroticos meu sogro pauzudoconto incesto tirei o cabaço da minga filha susiContos eroticos com fotos de moleques de dez anos dando cu para tios caminhoneiros na viagemcunhada traz dois negão na baianinha molhadinho do cunhadoconto erotico evangelica gostosaconto erotico esposa com macho que conhecemos na praia de nudismovideo deulhe gritando eita priquitão.contos arrombado o cu pelo padrinhoviciado em nifetas contos eroticisamateursex.comConto porno buceta virgem no supermecadovídeo ksalinicianteContos eroticos professora xingura-paconto erotico inesperadoconto erotico anal tio rui arrombou cuzinhocomi a minha enteada contosMinha colega era virgem na casa de praia conto eroticoconto erótico gay queria mas não aguentoucontos eroticos demenor e tiocontos de vizinhos taradosbelinha porno cm o dedo no cu de homencontoscorno praiacontos eroticos cm foto minha erma me seduziu o fude ela e seu maridocontoa etoticos.ganhei.um sutian do meu padrastocontos erot. fiz uma dp maravilhosacontos eroticos da filha do pastor trai o maridinhopadrasto comeu, contofantasiacontoeroticopapai bundudos gay incestocontos eroticos comi minha prima brincando de esconde esconde de calca de lycraconto erotico de mulher trando maridocontos eroticos femimino/dp sobrinhotransei com meu genro contoshq eróticos marido tridowww.contos eroticos minha esposa e professora flagrei ela metendo com aluno bem dotado.com.brconto de sexo com estrupo de uma novinha que chora com o cu arrom.badoContoseroticos menininhacuriosa 2019contos eróticos meu genro comeu meu c******mães sexo meter a mão metro da cona da filha lésbicaconto erotico criei pelo bucetaporno quadrinho massagistaconto erotico mae e filho pausudo no onibusconto erótico de sequestrador de mulheresConto erotico esposa e o.negãogemias trepa com marido da outra e o cara nen desconfia safadinhachupando grelo até ferircontos eroticos fiz sexo virtual com um pauzudocomi o cu da minha vo contosconti erotico bisex curitibarabuda filho quadrilhosconto erótico enganada e chantageadaconto erotico gay ultimos sado Conto gay dominado pelo caçulawww.alyamirantinane.comdando a bucetona contos eróticos inceetosenganado pelo velho conto eroticocontos eróticos hentai uma menina evangélica sexo gostosocontos com fotoscfm casadasestrupadapormendigocontos erotico buceta da irmã do amigoconto de incesto fodi a mulher crente.macrinhagostosa exibicionista em publicodominadoras gostosas contosconto erotico gay barrigudodei buceta para um dotado na minha despedida de solteiro. conto eróticocasada crente mas gosta de rola,contos eroticosfotos esposa putacontos eróticos delícia ver outro homem fuder minha esposacontos incestos com avoesposa só quer um pau xgPauzudo alagado a esposa do Cornomagrinha casada itu hotelcontos+eroticocontos eroticos minha mulher me traiu com o cobradorsexocoto erotiçoZofilia novilha intalada com caxoro pisudomeu filho mamau meu pau contos gayconto erotic de mulhures que deu o cuputa zoofilia coladaconto erótico bebadocontos eróticos de discussão e reconciliaçãoContos eróticos. Suely Dadeiraconto maconheiro roludoquadrinho.porno gayinsestos chup xanaSou magrinha e gosto de rolas enormes contos eróticostitio safado caralhudo noiva putinha noivo corninho safado contos com fotoscornobebadoxvideoContos eroticos com imagems incesto avô fode netinha menor