Como Comi Minha Outra Cunhada Viúva



Como Comi Minha Outra Cunhada Viúva

Tudo começou quando minha cunhada me liga numa sexta feira a noite, pedindo para eu ir ate sua casa no sábado de manhã, para poder consertar seu chuveiro. A principio estranhei, pois ela tem um cunhado dela por parte do falecido, que mora mais próximo que eu, mas mesmo assim fui la dar uma de bom samaritano.
Chegando lá, ela estava vestida com o shorts de dormir, bem fininho e camiseta regata meio comprida, sem sutian, deixando os peitinhos dela balançarem livremente, me chamou, serviu café, ai eu perguntei do filho dela, ela disse que ele foi cedo para faculdade, pois tinha que terminar um trabalho e de la ia sair com os amigos, nada mais normal.
Ai fui ao chuveiro e ela disse que ele não estava esquentando, que não saia água suficiente, fui ao quadro de força, desliguei o disjuntor do chuveiro, e fui tira-lo, com cuidado para não fazer molhação fora do box. Tirei, limpei, vi que a resistência estava queimada, ai fui preparar para reinstalar o chuveiro, quando ela se apóia na torneira do mesmo nos dando um banho, ai é que eu reparei que ela estava sem calcinha, pois ela se molhou toda e a mim também.
Ai ela veio tirar a minha camisa para secar, e ela disse sua bermuda também molhou, ai eu falei me de uma toalha, entrei no box e fui tirar a bermuda, e ela falou que não precisava e entrou no box e veio me ajudar a tirar a bermuda, não perdi tempo e ajudei-a a tirar a camiseta e comecei a acariciar seus seios, que estava com os biquinhos duros, furando tudo onde encostavam, ai ela me beijou, no começo meio timidamente, mas depois foi se soltando, eu a beijava e enfiava a mão por dentro do shorts que ia descendo pouco a pouco quando eu começo a beijar os seios dela, ela geme e dizia que o falecido nunca havia feito ela ser mulher de verdade, ai eu peguei ela e fui para o quarto delae comecei a chupar aquela bucetinha pequena, ia do grelinho ate o cuzinho dela que piscava, ela teve o primeiro orgasmo na minha língua, não dei tempo para ela se refazer, e comecei a enfia bem devagar meu pau dentro dela, bucetinha justinha, afinal há vários anos ela não recebia um pau lá dentro, ela gemia e pedia pra eu enfiar tudo com força, eu socava com vontade, ate que gozamos juntos ela so faltava sair gritando pelada no quintal de tanto tesão que estava.
Demos uma descansada, ai fui peladão montar o chuveiro, e ela veio junto, com minha porra escorrendo pelas pernas, falando que eu havia sido muito bom para ela, que ela iria fazer coisas que nunca fez na vida, e chegou próximo de onde eu estava na escada e começou a brincar com meu pau, quando ele estava meia bomba ela colocou a boca e começou a passar a língua, quase cai da escada, ela tentava mas faltava a pratica e eu fui falando e ela fazendo, ai pedi para ela esperar, liguei a energia e o chuveiro começou a esquentar, entramos debaixo ai eu comecei a dar banho nela e ela em mim, encostei na bundinha dela, e ela começa a rebolar, eu desci e chupei com vontade o cuzinho dela, ai peguei um creme e lubrifiquei bem e enfiei um dedo, deixei ela se acostumar, enfiei o segundo, ela gemia e eu perguntava se podia por no cuzinho dela, ela mordia os lábios e balançava a cabeça afirmativamente, brinquei mais um pouco e coloquei a cabeça na portinha, e fiquei forçando bem devagar, ate que ela empurrou a bunda dela para trás e a cabeça entrou, ela gemeu forte, quis sair mas eu segurei e falei para ela se acalmar, comecei a fazer um vai e vem bem devagar, enquanto beijava o pescoço dela e brincava com o grelinho dela.
Ela não agüentou e empurrou a bunda para trás e o restante que faltava entrou, fiquei parado de deixei ela comandar o espetáculo, ela começou a rebolar devagar e foi aumentando aos poucos, e eu comecei a enfiar com vontade, ai parei, falei eu quero vc sentada nele, tirei, deitei no chão e ela veio de frente para mim e foi sentando deixando ele entrar cm por cm, e quando tudo estava dentro ela começou a cavalgar, gemendo com muito tesão ate que falou que ia gozar, e gozou eu cuzinho contraia e apertava meu pau ate que não agüentei e enchi o seu cuzinho com minha porra, ela caiu sobre o meu corpo, e me agradeceu por te-la feito mulher, coisa que o falecido não havia feito com ela, ela disse que sentiu prazer como a muito não sentia, e por fim me contou e pediu segredo, e disse que quem havia indicado eu como remédio para ela foi a outra irmã dela que eu me relaciono sempre que vou para a região dela.
Hj em dia pelo menos uma vez por semana eu passo la e dou uma assistência a ela, como é bom trabalhar na rua livre e solto, sem ninguém para lhe cobrar nem importunar.

As fotos são meramente ilustrativas...

Foto 1 do Conto erotico: Como Comi Minha Outra Cunhada Viúva

Foto 2 do Conto erotico: Como Comi Minha Outra Cunhada Viúva

Foto 3 do Conto erotico: Como Comi Minha Outra Cunhada Viúva

Foto 4 do Conto erotico: Como Comi Minha Outra Cunhada Viúva

Foto 5 do Conto erotico: Como Comi Minha Outra Cunhada Viúva


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 29/01/2016

Imagens super excitantes. Delicia! BETTO

foto perfil usuario franckdelano

franckdelano Comentou em 13/11/2014

Adorei o Conto, Sou Liberal e adoraria ter uma esposinha que gostasse de muito sexo e de partilhar isto com muitos homens, vc. seria ideal uauuuu parabens.. bjs.

foto perfil usuario anjo do amor

anjo do amor Comentou em 22/06/2014

que delicia , me add

foto perfil usuario jordanel

jordanel Comentou em 08/03/2014

Muito bom.

foto perfil usuario apeduardo

apeduardo Comentou em 08/03/2014

delicia de conto, parabens

foto perfil usuario fanyara

fanyara Comentou em 07/03/2014

Que delicia essa porra escorrendo do cu da modelo da foto.Bom conto.Tem meu voto.bjs




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


36449 - Minha Cunhada Viúva - Categoria: Incesto - Votos: 73
37443 - Minha primeira vez com um travesti - Categoria: Travesti - Votos: 20
40352 - A MULHER DO MEU CHEFE - Categoria: Coroas - Votos: 15
43050 - Minha Cunhada - Categoria: Incesto - Votos: 21
43057 - O dia que meu amigo me comeu... - Categoria: Gays - Votos: 12
43418 - O dia que meu amigo e o amigo dele me comeram... - Categoria: Gays - Votos: 20
59622 - A mulher do meu amigo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
61877 - MINHA CUNHADA, O TRAVESTI , E EU FUI NO PACOTE... - Categoria: Travesti - Votos: 21
62095 - Duas Empregadas - Categoria: Fantasias - Votos: 11
63892 - Foi pescar e literalmente pegou na vara... - Categoria: Gays - Votos: 9
80300 - Visita deliciosa... - Categoria: Incesto - Votos: 18
80356 - A safada da minha cunhada - Categoria: Gays - Votos: 11
87521 - Coisas da Adolescência - Categoria: Gays - Votos: 11

Ficha do conto

Foto Perfil nely delicia
nelydelicia

Nome do conto:
Como Comi Minha Outra Cunhada Viúva

Codigo do conto:
43954

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
06/03/2014

Quant.de Votos:
27

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


viado mamou contos eroticosConto no cu da vizinhaContos eroticos viuva sendo comida p barbadoconto erotico esposa putaimagens cu sendo fudidocomendo empregsdacontos erroticos de incertos filha amante pai 2017contos eroticos podolatria com a madrasta dormindoconto erotico amigo bebado mulher carentequadrinhos eróticos realistadona terezuda pornocontos eroticos eu minha filha rabuda e meu sogroconto erotico do vendedor de rua e o gayContos eróticosna piscina do condomínio f**** gostosoporno braziliam fedom pai ensina filho a trocar punhetaNo hotel irma e irmao conto eroticoidosa gozando contoincesto gay conto mae obrigou dar o cucontos eroticos mamei gostosomauricinho gay nu fardadoeu estuprei a minha cachorra zoofilia de conto erotico gayConto maximilan alex e danielO coroa amigo da minha mae me molestava e acabeu viciano contos eroticosconto erotico gay fofinhoconto erotico meu filhocontos mamae ranuda saradaporno conto erotico virei putinha do chefeA anao abusando do Filho pornô em guadrinhoo ginecologista enfiava o dedo na minhs mulhercontoshq porno mae gostosa dando gostoso pro filhodbundas enormes aregacadasconto erotico acabei batenndo umma punheta para o meu aluno novinhocontos eroticos com nossos amigos intimos 2contos eróticos quadrinhos caverna do Dragãoconto erotico gay com avo peladocontoherotico supermecado. Conto erotico sindica de predios lesbicas.contos e qudrinho erotico hental familia sacana cunhada gostosaconto porno pintudo me arromboentiadacontoeroticoTia de calça leg conto eroticoFiquei viuva meu amigo veio na minha casa eu disse pra ele me fuder na minha cama conto eroticocontos eroticos gosadas no ginecologistasogra nuacontos com fotoscfm casadascartoons eroticos gaysSou casada mas adoro quando um desconhecido levantou meu vestido e me comeu dentro do ônibus lotado ainda me ligou para o motelnovinha fazendo sexo peladinha daqui 18 anos bem alegrinhaContos eroticos mae rabudaContos chupei muito o pau dlc (gaysConto erótico marido bi travesti fode marido e mulher FOTOS PORNO DOS SIPISONconto eroticos de infânciacontos eroticos com entregadoresimajem de negona com calsa justa no bosetaestoria eroticas de mae dando para propio filho e filha vemeu Marido quer que eu foda com um negro contos.comhentai brasil interracialxvidio desejo vestido bucetaocontos eroticos em quadrinhos garotinha com seu sapinhocontos negao rasgador de velhasfilho pega a mãe e fode com ela não aguentou gozou dentro do priquito da mãe e ela goza tanbem muito a ficou achando que ficou grávidabucetinhasContos eroticos de travecos avantajados.Conto erotico armei para minha mulhercontos eróticos gay-meu tio tirou minha virgindadeflagrei minha cunhada cheirando minha cueca contos eroticosContos eróticos de incesto e orgia com o papai o vovo e com os meus irmao na fazenda do vovo pauzudoeroticocavalocontos com fotoscfm de casadas bucetudasAyatsuri ningyou conto eroticoconto zoofilia dei pro meu cachorro ate ele gosa na minha bucetasexo cabacinhoenfim meu primeiro chifrecontos erotico mamae coroa bebeda en