Submissa ao empregado que nos comeu



Ola meninas e meninas.
Agradeço inúmeros mailes e comentários legais.
Meu marido trabalha numa multinacional. Ele é americano,não o descrevo por já te-lo feito. O viado é um gato quarentão másculo e tem dentro dele um viadinho viciado em piroca. Nosso casamento de amigos nos dá livre ir e ver em cima de qualquer macho que queiramos. Obviamente mantendo as aparências.
Algumas vezes uma necessidade me leva a sede de sua empresa. Lá vejo uma coleção das melhores de machos de todos os lugares do mundo. Fico molhadinha de tesão. Sempre que vou me arrumo mais que o habitual. Discreta, elegante e com um toque sexy.
Numa dessas ao passar na ante-sala do meu viadinho querido vejo esperando por meu marido um Homem que devia ser um Deus de férias do Olimpo. Um macho grande, rosto quadrado, coxas quase rasgando as pernas das calças.
O cumprimento e ele se levanta para responder. Por pouco não dou um grito ao ver o recheio de piroca.
Foi tão na cara, que por trás de seus óculos de leitura notei um sorriso safado. Apresento-me como esposa da pessoa que ele esperava e prometo não demorar para que ele lhe atenda. Ouço o macho sabedor da comoção que causou me falar.
-Agora acho que passaria o dia aqui tranquilamente.
Entro e comento com Jason. Ele fica entusiasmado, pois o homem faria um serviço temporário e isso estava dentro de nossos combinados.
-Jason, dê um jeito, quero aquele macho.
Ele manda que o sujeito entre e pede que não se incomode com a minha presença. Falam de termos técnicos, fecham negocio e depressa o convido a jantar em nossa casa.
-Melhor que comer em hote não acha?
Ele aceita.
O recebemos na hora exata que marcamos. Tivemos ótimos papos sobre viagens e amenidades. Jantamos como bons conhecidos. Ele era um carioca, longe do Rio a dez anos , morando em Londres.
Depois da ceia, levei-os a beira da piscina para que aproveitássemos a belíssima noite de primavera.
Paulo pergunta após meia hora de papo se não estava incomodando.
-De jeito nenhum, há tempos não temos noites tão agradável. Porém um homem, jovem, bonito, charmoso e solteiro como você, deve ter uma sortuda esperando.
Apesar de meio sem graça por minhas palavras elogiosas e meus olhares sem importar a presença do cônjuge o fazem confuso.
-Que nada, estou só. Sinto como se ninguém desse bola mais pra mim.
-Bobo ele né Jason. Nem percebe o quanto nos cativou. Kkkk
-Jason confirma e acrescenta
-Conquistou mesmo Paulo, Esteja certo que fez amigos esta noite.
-paulo, me perdoa a falta de etiqueta, mas se importaria se eu pusesse algo mais leve? Aqui fora esta meio quente.
-Fica a vontade.
-Jason oferece uma bermuda ao Paulo, podíamos tomar um banho noturno de piscina.
-Boa ideia Gaby, vou pegar um na casa da piscina.
Jason me conta o papo enquanto estive ausente.
-Sozinho mesmo Paulo?
-Sem tempo.
-Desculpa a intimidade meu amigo, mas então virou meninão e deve estar batendo muita punheta, kkkkk ou pegando umas das belas putas cariocas.
-KKKKKKK, Só mão mesmo. Puta só curto as amadoras. Kkkkk E ando tão no limite que dias desses comi um viado no aterro de tanto que ele atentou.
Jason co sua habitual atitude de viado sem vergonha, responde.
-Do jeito que você falou deu até inveja do viado.
-Não entendi. Ou será que entendi
-Sei que entendeu, já te achava tesudo e agora que te vi trocar de roupa, bastava mandar que eu mamava sua rola agora mesmo.
-Cara você não da pinta nenhuma que é viadão, gostou da pica aqui? Dá sua esposa que deixo os dois usar.
-Eu só de primeira já vi que era do ramo. A puta é sua, faz o que quiser, está doido pra ser fodida por vc.
-Me dei bem. Passa a língua na cabeça de minha piroca viado, na próxima vez que chegar perto dela vai beber macho. Posso comer a loirona aqui e agora.
-Quando quiser, mas quero ver.
-kkkkkkk:Viado e corno. Vai ver sim aquela rabudo de galeto nesse cacete. È isso que quer bixa-corno?
-Exatamente.
Ele tira a bermuda que acabara de vestir e veste um dos roupões que viu nos cabides, sem cueca e sem amarrar, chama o Jason de volta a beira da piscina. Já com total controle no viado.
-Vamos viado, fica de cueca mesmo.
Volta vestindo um short descente, mas, tão justo que divide minha xaninha ao meio. Na parte de cima um top sem sutiã exibia meus seios firmes e os bicos pontudos. No caminho até eles deixo a casa em meia luz e diminuo a luzes do Jardim, aviso aos seguranças que temos convidados e que façam ronda só no lado externo. Percebo no olhar do Negrão responsável pela segurança, cheio de fome. Fingi não notar.
Na piscina
-De cuecas Jason?
-Paulo não liga, conversamos mais intimamente e descobrimos muitas afinidades.
-Se assim melhor. Os dias de semana já são tão estressantes Paulo que devemos aproveitar muito bem as horas de prazer não acha?
-Com certeza Sra Trenton
-Sra a essa altura?
-Me chama de Gaby apenas.
Levanto vendo que o macho me comia sem dar a mínima ao Jason. Quando fui repor sua bebida ele entreabre o ropão e pelo vidro da mesa vejo o pirocão escapar mostrando todo o seu magnífico porte. Minhas mãos tremem. Depois todo o corpo arrepiar sentindo sua mão em minha cintura dizendo que era bastante o gelo que pus no copo. Sento onde estava, proponho um brinde. Reclamando calor ponho a minha cadeira mais afastada da mesa e quase de frente ao Paulo.
-Que poso fazer para que fique mais agradável a noite Paulo.
Jason intervem
-_O gênio da Lampada pergunta seus desejos Paulo, faça-os, tenho certeza que o gênio atendera.
-Se puder é claro que atenderei. Papel de boa anfitriã, principalmente a um novo amigo.
Faço um sorriso de piranha e mostro a ele meu encanta com a pica que havia visto.
-Se posso pedir tudo. Quero que vire sua cadeira e abre bem essas pernas lindas pra mim.
-Assim Paulo?
-Assim mesmo Gaby.
-Não sou mais Gaby. Se você vai ter desejos atendidos, atenda aos meus também EME chama de Puta, ou melhor, ainda de sua puta.
-Cuidado que vocês estão mexendo num cara insaciável.
-Tem coisa melhor? Olha como me deixou!
Mostro a mancha que minha excitação fez no short branco.
-ta calcinha Puta?
-Sim estou.
-Antes de começar quero tirar minhas duvidas. Vocês sabem um do outro, querem uma boa foda e estão afim de macho que curte ser obedecido?
-Sabe tudo Paulo. Disse o Jason
-Tira a roupa dessa puta que pelo visto precisa mesmo de macho e rola, já que não tem casa. Tá na necessidade de pirocão Putona?
-Sempre faminta.
-Fica aqui na minha frente. Boitola, abre a bucetinha dela para eu ver.
Jason de quatro empinando o rabo que fica mesmo de igual pra igual ao meu. Um senhor rabão de macho talhado na academia.
Ele me abre os lábios vaginais e um fio de melzinho começa a descer. Paulo tem perto a bundado Jason e puxa forte sua sauna enfiando a parte de trás no rabo dele. Não gostou como ficou. Tinha muito pano.
-Vai pegar uma tanga da esposinha e veste.
-Cara nunca fiz, não sei se curto.
-Vai curtir sim, relaxa que estamos entre amigos. Põe a tanguinha enfiada no bunda que vou dar aos dois muita pirocada a noite toda. Vai!
Jason correu.
-E você chega mais perto. Mais, mais
Só parei com a xana roçando o seu nariz reto e grande. Paulo roça a ponta do nariz e rápido passa a língua de alto a baixo na minha xaninha, limpando de todo mel.
-aaaaaaaaaaaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiii língua de macho que sabe usar é muito bom.
Ele volta a fazer. Agora recostado no braço da cadeira me faz por minha xaninha nasua boca, levantando uma das mnhas pernas e pondo numa ponta do braço de sua cadeira.
Eu parecia uma louca rebolando na cara dele e gemendo baixo, com ohos entre seus feitos entre minhas pernas e a piroca dele lustrando de dura. Pirocão não só grande, mas também perfeita em linha reta, veias grossas, cabeça um pouco maior que o resto e saco de bom tamanho. Melhor de tudo era ele ser estilo macho natural. Pelos do peito apenas aparados e o púbis sem aparo, pentelhudo, muito pentelhudo.
Jason volto, longe de inibição de pela primeira vez usar uma tanga, chega exibindo o bundão pro macho que mostrou-se pra lá de satisfeito. Puxou o fio dental e concedeu uns dois minutos de chupada de cu.
Afastou-nos e ficando de pé, deixa cair no chão o roupão exibindo sua forma física bem cuidada e o pirocão mostrando agora seu esplendor Maximo em forma reta como se apontando o norte.
Jason corre a mamar e foi afastado.
-Quem vai mamar primeira é a vadia. Viado sem que mama gostoso. Vamos tirar prova se é puta de verdade ou de boutique. Ajoelha tesuda e mostra o que sabe aqui.
Bateu a rola dura na palma da outra mão. Na frente dele, já me abaixava e sou pega num amasso tão bruto que fico a beira do orgasmo. Me bota sentada na mesa e volta a me chupar a buceta. Mando o Jason chupar seu cu e saco.
-Vou dar mamadeira loirona,mas antes vou fazer você gozar na minha língua. Bucetinha deliciosa tem você.
Macho me leva a loucura. Para antes que eu termine meu gozo. Me levanta pela cintura e me faz sentar em seu colo. A piroca tão colada a minha xana me faz implorar.
-Dá piroca dentro. Depois faço tudo que mandar, mas, preciso que me coma agora mesmo.
-falou loira, quer rola vou dar.
Me levanta com a mãos e me fez descer na piroca, sempre me segurando.
-Pirocão grosso Paulão. Delicia de rola grossa e grande. Viado, sua esposa esta no paraíso com o macho perfeito. Me solta nessa piroca Paulão.
Ele me larga e caiu livre sentindo o piroção abrir caminho, parecendo chegar no meu estomago. Antes que eu o cavalgasse levanta-se e manda que segure na cintura dele com as pernas. Começa a foder minha xana como poucas vezes me foderam. Olhando meu rosto, me dizia puta, gostosa, rainha, tesuda, a foda do século.
Eu gritava pedindo piroca, elogiava aquela carne de primeiro me fazendo a mulher mais sortuda do mundo.
-Me come de quatro?
-Quem manda aqui sou eu, sua puta, vou te foder de jeitos que você nem sabe que existe ainda.
Beija, lambe.
-Chega pra lá viado, agora só assiste a putinha loira ser bem comida.
Gostou da vara loirinha?
-A melhor do mundo.
-Vou comer seu cu sabia?
-Será que cabe isso tudo.
-Vou mostrar agora que cabe. Fica de 4 no chão. Viado me encapa. Põe a cara debaixo pra você ver piroca no rabo da puta.
Com todo treino que tenho em receber piroco na bunda, não conseguia. Ele tem outra ideia.
-Vem você bixa. Viado nunca é fresco pra piroca.
Com o Jason de 4 a meu lado. Paulão cospe no cu dele.
-Chega aqui piranha e aprende de uma vez.
Mete o salame numa só no cu de meu viadinho. Este mordia a lateral da própria mão abafando seu grito. Como o Paulão mostrou saber, em minutos o Jason rebolava louco naquele maciço.
Jason diz quese continuasse gozaria. Tomou um tapa na cara vindo detrás dele.
-Goza não. Viadinho não goza antes do macho.
Saiu do Jason e mandou que de eu ficasse de quatro. Meu cu mais lubrificado por mim mesma enquanto ele comia lindamente o Jason, deu passagem aquela piroca grossa com dor e cheia de prazer. Mais rápido até mesmo que o Jason, eu virei puta tomando no cu. Via o reflexo do macho imenso, senhor de si, tirar toda piroca e meter de novo, cada vez mais satisfeito com minha gemedeira. Sem aviso saiu do cu e meteu na buceta. A partir daí revezava. Parou depois de me fazer gozar pelo cu e pela buceta. Descansou sentado onde estávamos no inicio. Tirou a camisinha e me faz mamar, troca pela boca do Jason. Nos usava alternando entre as bocas e dizia-nos quem naquele momento fazia melhor.
-Goza pra gente Paulão Gostoso.
-Nem duas horas de foda e já querem leite? Tudo bem. Apoia a na mesa que vou gozar nessa buceta. Levanta bem essa bunda. Caralho que rabo gostoso é esse? E o viado nem toca! Vai entender, podia muito bem comer pica sem dispensar um mulherão tesudo desses.
Socou piroca a vontade. Perto de gozar, mandou-me sentar e sentou ele na mesa.
-Vou da na boca. Agora putona vai engolir a pica.
Paulão depois de ser gentil uns 5 minutos, começou a ser mais bruto até que eu viu que eu chegara ao limite e deixava fora um centímetro ainda.
-Deixa, acho que não vai conseguir mesmo, ao menos hoje.
Não meu senhor, me faz engolir, sei que posso.
-Isso que é uma puta. Loirinha vou te comer o mês inteiro que ficar na cidade.
-Presente, vou adorar. Melhor mesmo é mudar pra cá me dá piroca toda hora, não é viadinho?
-Certissima.
-Aceito. Chupa as bolas bixa, e a puta se prepara pra engolir toda.
Algumas forçadas pareciam que me rasgariam o esôfago, minha saliva pingava nosaco e o Jason a cada vez que eu subia na piroca ele passava no corpo da pica minha espessa saliva.
Consegui, e para merecer o credito engulo mais duas vezes.
Delicia demais , nunca tive uma mulher como você, serio mesmo! Agora vem e me dá um buraco pra meter. Quer no cu ou na buceta.
-Onde você desejar, pro mim fode os dois.
Haja pirocada! Gozei de novo, e outra vez quando ele me enfiou a piroca inteira e despejou no fundo de mim sua porra. Deixando o ultimo jato e respingos a me melar o rosto.
-Sua vez viadinho. De quatro e cu arreganhado.
Demorou. Creio que amoleceu e endureceu dentro do Jason. Fê-lo gozar elevando seu fodedor a herói do ano e dono de seu corpo, cu e boca.
Pensei que me faria mamar ate que ele gozasse.
Pediu outra dose de bebida. Fez que o servisse com seu pauzão enfiado na minha xana, excitada ao ter visto seu desempenho comendo o seu patrão. Virou a dose num só gole e perguntou se o Spa estava pronto para uso. Afirmamos sim.
-Quero uma sauna e uma massagem.
-Sim macho. Falamos os dois em corinho. E o levamos para que mais o agradássemos.
Massageamos com óleos aromáticos. Muito bom quando de frente nos dividíamos com seu belo peitoral e pica deslizando em nossas mãos. Na sauna ele meteu mais nos dois.
Noite, fim de semana e depois mês inteiro tomando pirocada de manha e de noite, sem contar que quando trabalhava em casa, me fazia faltar o meu trabalho para que mamasse enquanto ele trabalhava,de vez em quando ligando pro Jason e mostrando a esposa dele lhe chupando a rola. O Jason chegava e implorava que deixasse ele mamar, antes mesmo que tirasse o terno. Paulão dava mamadeira sorrindo do seu poder sobre o casal.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario skarlate

skarlate Comentou em 04/02/2015

bravo, bravissimo!!!

foto perfil usuario mindu

mindu Comentou em 19/09/2014

casal safadinho em rsrsrs adorei e votei muito bom tenha um ótimo fim de semana

foto perfil usuario Soninha88

Soninha88 Comentou em 19/09/2014

conto muito bom, muito excitante...bjs




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


53200 - Socialite Rainha Vadia - Categoria: Heterosexual - Votos: 10
53435 - Iniciação de uma vadia - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
54090 - Melhor Lua de Mel do mundo - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
54624 - Puta do Motorista da amiga - Categoria: Heterosexual - Votos: 6

Ficha do conto

Foto Perfil gabysafada
gabysafada

Nome do conto:
Submissa ao empregado que nos comeu

Codigo do conto:
53555

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
18/09/2014

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Meu genro me comeu na casa abandonada contos eroticos femininocapítulo bella uma estudante viciada em sexo forte utimoscontoscontos eroticos comi minha avóconto erotico comi o recepcionista da pousadaorgia em famíliaFui sarradA no show contoincesto porno silvananegra grita de dor damo u cu para u negaofudeno a mulher do corno mo swingFodas e contos eroticos pirnoconto gay de camisolinhaconto erotico buceta gostosa namoradacontos eroticos corno por acasohq ay papi pornôconto erotico eu meu pai nofamília incestuosa contocontos sexuais minha esposa na baladao pau do meu cunhado me lacio a bucetaquadrinhopornotraicaocontos eróticos padrasto e vizinhosxvideo meu palficando durome deliciando nas picas dos meus ermaoso amigo negro do meu filhocomtos da dielyConto erótico filhinha safadinhacontos negaoconto erotico sala de aulaConto erotico papai admirou o meu corpocorno geye a esposa com dois homens em casacontos de incesto 2018contoseroticosporno en quadrinho condo a mamaiconto porno viu a mae com amigo negroFotos curitibana dp swing orgia caseiras amadorasconto erotico crente bebendo leitePunheta traveco tezudo conto eroticocasadas quadrinhos interracial pornoconto erotico eu e minha mulher com uma gordinhacontos meu travesti mulato da pica grandechupei a pica do meu amigo e adorei contoX.Videos da Academia das funkeira de shortimhocontos erótico acordei taradocontos eroticos meu pai adotivo comeu a minha boceta quando eu ers pequenaConto erótico mulher e pedreiro campo grande msConto erotico saindo do trabalhohistoria em quadrinho que movimento para uma boa masturbaçaomerens chupando fudendo calcinha molhadaporno aaii taduedo seu pau e groso ei fia tudo gosa ladentro eu quero caga sua porrabuceta da minha tiaquadrinhos erotiko minha tia izaurabofinhos novinhos pauzudos gozando fotoscontos eroticos ensinando o garotinho a dirigirgostoza bunda grande negrasquadrinho porno de sogradeixar papai ver essa bucetinha contos incestoConto erótico gay - Aconteceu Amor Cap. 15conto erotico variosmeu pai me fez de putinha gaycontos erotico puta gosta de piça ggconton.eroticon.sexo.tia.conhada.sogra.fotobucetinha da sobrinha contomeu filho atrevido e selvagem pornfoda de buceta com bucetamaisexo insexto brasileeiro irmã goostosona toma surra de pica do irmãoContos eroticos pauzudo comendo a bundinha da ninfetinha a forçarqbudas cufotosconto porno banho com tias na fazenda pra nao acabar águaConto erotico descobrindo marcia minha ex esposa ruiva e os negoes 3contos eroticos gay quando eu tinha oito anos esperei meu pai ficar bebado e dei o cu pra elecontos fui passear com meu namorado Luiz em casa da tia e ele comeu meu cu.www.contos minha nifetinha no incestoComo foi bom comer minha irmacontos eroticos entre netinhos e vovôcontos com fotos cfm casadascontos gays atrasou o aluguel e pagou com o cuconto erotico com vovôcontos comendo o cu da vadia mulher do meu pro gozei na cara drlaminha mulher contou que comeu o colega contocontos gostava de mamarna pica do padastroexvideos rapidìnha com a novinhacootos duas gostosas dando o cu pro caraperdi as preguinhas do cu quando era pequenacontos eroticos bixano