O Garanhão



O Garanhão
By: Barbara

Meu nome é Barbara, 29 anos, 1,66 m, 63 kg, morena-clara, seios grandes e firmes, nádegas volumosas, uma xoxotinha hipersensível e sou uma lésbica convicta. O fato que passo a narrar ocorreu em meados de Outubro de 2000. Nessa época, estava morando com a Eduarda ( 22 anos, 1,65 m, 70 kg, negra, seios bonitos, nádegas um pouco avantajadas e uma xoxotinha bem apetitosa e apertadinha ) e como trabalho, ela ficava fazendo os afazeres domésticos. Nesse mês, a Eduarda se queixou de um vizinho que sempre arrumava uma desculpa para assédia-la. Porém, não dei muita importância, já que ocorria uma vez por semana e até achei ser cisma da Eduarda. Porém, no mês de Setembro, as queixas da Eduarda aumentaram e eram quase que diárias e portanto, decidi por fim nisso e portanto, como conheço bem o pessoal do bairro, logo vim a saber de quem se tratava, pois seu nome era Ricardo e se dizia ser um tremendo garanhão. Por isso, refleti e deduzi que não valia a pena ir discutir com uma pessoa dessas e portanto, tinha que lhe dar uma lição, já que todo mundo no bairro sabia que eu e a Eduarda éramos um casalzinho de entendidas. Assim, após pensar bastante, convenci a Eduarda a aceitar o assédio, mas com a condição de que só se veriam no próximo sábado, já que eu estaria viajando à serviço e assim sendo, a relação seria muito mais prazerosa. Já na Segunda a tarde, a Eduarda me avisou que ele havia aceito e portanto, ela ficaria aqueles 4 dias em paz. Já que o Ricardo estaria espalhando para o bairro de que iria foder uma sapatão. Bom, no horário marcado, o Ricardo chegou e a Eduarda fez questão de levá-lo logo para o nosso quarto, mas ao entrarem, eu já estava nua deitada na cama e antes dele dizer algo, disse – lhe : - Oras queridinho, não diga que você não dá conta de nós duas ? Então, enquanto ele se despia, a Eduarda deitou na cama comigo e começamos a nós beijar. Quando o Ricardo pensou em participar, disse-lhe para aguardar um pouco, pois iríamos dar-lhe um tremendo show. Daí, tirei o sutiã da Eduarda e chupei bem forte os seus mamilos e ela gemia gostoso. Daí, tirei sua saia e a calcinha e comecei a lamber a sua xoxota. Como sempre, em questão de minutos, ela já estava se debatendo e implorando por mais e por isso, meti dois dedos em sua xoxota e em questão de segundos, ela já lambuzava o meus dedos com seu mel. Depois de lamber novamente a sua xoxota ensopada, olhei prá trás e vi o Ricardo ali em pé ( atrás de mim ), nu e com seu cacetão todo ereto. Daí, fiz com que se aproxima-se e comecei a bater uma punheta prá ele e vez ou outra, parava e dava uma cuspida na mão e voltava a manipulá-lo. Nesse meio tempo, a Eduarda ficou estirada na cama e tocando uma siririca. Bom, ficamos nisso por vários minutos e então, pedi ao Ricardo que se deita-se de barriga prá cima e pedi que chupa-se a xoxota da Eduarda. Eu por minha vez, continuei a manipular o seu cacete, mas discretamente fui abrindo mais as suas pernas e após lamber um dedo, tentei meter em seu cuzinho e no mesmo instante, o Ricardo soltou um gritinho e prostetou, mas para acalma-lo, disse-lhe : - Deixa amor, é só uma fantasia ... depois você me fode gostoso. Para minha surpresa, ele mesmo levantou mais as pernas e então, após untar um dedo com lubrificante, meti bem devagar o dedo e após Ter penetra-lo tudo, deixei o dedo parado, mas em segundos, já comecei a movimenta-lo bem devagar, pois não queria espantar a presa. Entretanto, num determinado momento, o Ricardo parou de chupar a Eduarda e disse com uma voz bem sensual : - Vai sua puta ... mete com força ... soca esse dedo ... Não acreditava no que havia ouvido, mas como ele mandará, comecei a meter bem rápido e após alguns minutos, os gemidos do Ricardo se sobressaiam aos da Eduarda. Por isso, pedi para ela, ficar de frente prá mim e sem que o Ricardo percebe-se, fiz com que ela ocupa-se o meu lugar, meter um dedo no cu dele. Daí, fui até a penteadeira e tirei um dildo de 15 x 3,5 cm e depois de ajusta-lo, passei uma grande quantidade de gel e então, voltei prá junto deles. Nisso a Eduarda tirou o dedo e enquanto me posicionava, o Ricardo disse : - Vamos lá amorzinho ... mete de novo ... não para ... Daí, dei um tapa numa coxa dele e disse-lhe : - Então a mocinha quer tomar no rabo ... então toma. E sem dó e nem piedade, enfiei todo o consolo e logicamente, ele deu um tremendo grito e tentou se desvencilhar, mas como a Eduarda estava sobre ele e sutilmente havia colocado as suas pernas sobre os braços do Ricardo e portanto, ele se debateu, reclamou, protestou, mas inutilmente, pois continuei a meter o meu ferro em brasa. Passado alguns minutos, o Ricardo percebeu que suas pregas já não existiam mais e portanto, não havia necessidade de fugir, mas aceitar a sua passividade. Eu por mim, não dei um segundo de trégua, pois continuei socando o consolo com força, mas em alguns momentos, dava uma paradinha, já que tinha que recuperar o fôlego e numa dessas paradas, a Eduarda me indicou algo que me excitou, pois o pinto do Ricardo estava ereto, demonstrando que essa excitação era proveniente da sua sodomização. Por isso, voltei a socar o consolo com força e depois de alguns minutos, os seus gemidos eram um misto de dor e prazer e até pronunciava algumas frases : - Aiii ... como isso doiii ... - Que dorzinha ... Aiii ... gostosa ... - Nunca pensei ... que fosse assim ... Aiii ... Bom, vendo que o Ricardo já estava totalmente entregue, a Eduarda saiu de cima dele e após trocarmos um caloroso beijo e dela acariciar os meus seios. Ela desceu da cama e ficou atrás de mim, beijando os meus ombros e com as mãos nas minhas nádegas, ela mesma começou a comandar o ritmo ( já que eu já estava um pouco cansada ), mas para desespero do Ricardo, a Eduarda empurrava as minhas nádegas com bastante força e portanto, o artefato entrava quase que totalmente e nesse momentos, o Ricardo dava alguns gritinhos de dor, mas ao invés de tentar se afastar, ele se segurava no colchão. Passado mais alguns minutos, o Ricardo começou a se debater de tal maneira, que parecia que ia Ter um ataque epiléptico, mas em instantes, ele falou desesperado : - Aiii ... porra ... não ... Aiii ... não pode ... Aiii ... vou ... gozaarrr ... Nesse momento, podia-se ver as lágrimas escorrendo de seu rosto, mas não me sensibilizei, pois com a ajuda da Eduarda, socamos o pinguelão com toda força e velocidade e depois de mais alguns segundos, senti os primeiros respingos no meu ventre e busto e o restante se espalhou pela barriga do Ricardo. Em seguida, a Eduarda mordeu o meu pescoço e acariciou os meus seios. Então, retirei o artefato do cuzinho do Ricardo e ao me levantar, a Eduarda me virou de frente e trocamos um caloroso beijo de língua. Daí, a Eduarda pegou o lençol e limpou o meu corpo e em seguida, retirou o dildo da minha cintura ( todo sujo de merda e sangue ) e jogou em direção do banheiro. Daí, trocamos vários beijos e carícias e então, a Eduarda foi acariciando os meus seios, ventre, coxas e então, colocou uma das minhas pernas sobre a cama e após acariciar o meu grelinho, ela começou a chupar a minha xoxota. Curti muito a linguinha da Eduarda e sobretudo, o fato de estar ouvindo o Ricardo choramingando e por isso, em poucos minutos, eu já estava gozando na cara da Eduarda. Mesmo depois desse orgasmo, a Eduarda continuou a lamber a minha xoxotinha e nesse meio tempo, vi o Ricardo se levantando da cama, vestindo a calça e apanhando o resto das suas roupas e saindo apressadamente do quarto e em seguida, ouvimos a porta da sala ser batida com força. Daí, ergui a Eduarda e após trocarmos mais alguns beijos, começamos a rir e então, fomos para o banheiro tomarmos um banho ( dessa forma, tiraríamos o cheiro de homem de nossos corpos ) e depois de trocarmos o lençol da cama, fizemos amor. Bom, depois de mais ou menos um mês do fato, alguns boatos começaram a surgir sobre o Ricardo. Um dos mais graves, foi que algumas pessoas juraram tê-lo visto entrando numa obra, acompanhado de um negro forte. Na manhã seguinte, ele foi preso por atentado violento ao pudor, pois estava andando nu pelas ruas. Depois disso, o Ricardo desapareceu do bairro. Caso alguma garota ou mulher quiser fazer algum comentário sobre esse fato verídico, podem escrever para o meu e-mail.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


45328 - Domingo com 2 animais - Categoria: Gays - Votos: 12
45330 - FAZENDA DOS PRAZERES (gay) - Categoria: Zoofilia - Votos: 7
45331 - Eu, o peão e o cavalo (gay) - Categoria: Zoofilia - Votos: 15
45470 - O Lobisomem - Categoria: Gays - Votos: 4
45475 - Meu pai e o pedreiro - Categoria: Gays - Votos: 9
45476 - Na fazenda com um peão - Categoria: Gays - Votos: 5
45513 - Cavalo Baiano (gay) - Categoria: Zoofilia - Votos: 8
45759 - Garotão garanhão - Categoria: Gays - Votos: 6
46651 - O pastor João - Categoria: Gays - Votos: 15
76156 - O Baixinho Parrudinho - Categoria: Gays - Votos: 4
76159 - VAMPIRO - Categoria: Gays - Votos: 3
76163 - Os funcionários de manutenção - Categoria: Gays - Votos: 14
76202 - Um presente para o meu namorado, por Júlia Ribeiro - Categoria: Gays - Votos: 5
76337 - O CARONA - Categoria: Gays - Votos: 5
76339 - Seu Putão (1-6) - Categoria: Gays - Votos: 5
76340 - Seu Putão Volta Atacar (2-6) - Categoria: Gays - Votos: 1
76341 - Seu Putão em dia de Festa (3-6) - Categoria: Gays - Votos: 2
76343 - Seu Putão e a Fantasia do Tesudo (6-6) - Categoria: Gays - Votos: 1
76492 - Seu Putão e o Garotão Bombado (4-6) faltou este - Categoria: Gays - Votos: 2
76541 - O Cavalo Matuto (homo + zoofilia) - Categoria: Zoofilia - Votos: 10
76545 - UM JOVEM CARRETEIRO - Categoria: Gays - Votos: 6
76548 - MACHO PICHAU - Categoria: Gays - Votos: 0
76554 - Ménage no Reino Encantado - Categoria: Gays - Votos: 2
76613 - Tadeu - Categoria: Zoofilia - Votos: 5
76743 - Um Macho Possante - Categoria: Gays - Votos: 3
76745 - MACHOS VERSOS MACHOS (1-4) - Categoria: Gays - Votos: 3
76746 - MACHOS VERSOS MACHOS (2-4) - Categoria: Gays - Votos: 2
76747 - MACHOS VERSOS MACHOS (3-4) - Categoria: Gays - Votos: 2
76748 - MACHOS VERSOS MACHOS (4-4) - Categoria: Gays - Votos: 3
77482 - Thiago, o garanhão - Categoria: Gays - Votos: 2
77512 - SOU SEU MACHO - Categoria: Gays - Votos: 2
77513 - Francisco - Categoria: Gays - Votos: 4
77514 - Cavalgada em Cavalo Manso - Categoria: Gays - Votos: 4
77515 - Meu Porteiro - Categoria: Gays - Votos: 7
77516 - Uma Carona e Tanto - Categoria: Gays - Votos: 4
77517 - Um Calor a Três - Categoria: Gays - Votos: 4
77715 - Lito e o jovem apóstolo - Categoria: Gays - Votos: 3
78139 - Patrão e empregado - Categoria: Gays - Votos: 13
81304 - O Cume - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 1

Ficha do conto

Foto Perfil qavalo
garanhao

Nome do conto:
O Garanhão

Codigo do conto:
83101

Categoria:
Lésbicas

Data da Publicação:
10/05/2016

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos eroticos orabao da madrinhaContos eroticos provocante e excitantecontactpromo.ru contosContos eroticos/minha sogra cavalautimoscontoshistorias em quadrinhos pornogrficascontos brincadeira incestoconto gay me colocaram pra chuparpaizinho safado conto gaycontos de incesto papai filmou meu beijocontos velha mae de colega dando cucomtoerotico bocetinha cherozinhacasada deu pro primo roludo que saiu daprisao contoconto erotico esgotando o peito da maecontos eróticos priminhoxvideo de negao com mulher de4 efiando ate no estomagocontos erotiko comi a coroa cuzuda q conheci na festacom meu colega de trabalho conto gayContos eroticos relatado por mulheres dentistacontos.namoradas vendendo.a rabadacontos eroticos novos com fotos traicao um roludo me engravidouvideos de mulher chupando os cunhãozinhoutimoscontosconto sobrinho safado da o cu para todos da famíliacontos eroticos mulheres coroasconto dupla penetraçãoconto erotico minha mulherzinha honestaContos com a tia peludafiz sexo com meu cunhado contos gayGoiânia calcinha 2017 gay contocontos aneguinha do cu frouxocunhada dormindo de sainha sendo abusadatia dormindo e sendo abusada pelo sobrinhocontos estuprada e enrabada pelo amigo do maridocontos minha mae gosta que judiei do cu delacontos minha tia viuva sua amiguinhaContos eroticos gays irmao pai e tio dotados trasandoContos eroticos .meu filho me comeu no sofa da salafudir com amigo do filho quadradinho eroticoContos eroticos de perdendo as pregas do lado da namoradaconto erotico num conseguipriminha lésbica contosQuadrinho erptici vovoViadinho de calcimhasexo e prazer contosacordei de conchinha com meu amigo sexo gaycontos gozou sem tocar o pauConto erotico feriabuceta inchada e ardida macho deixou para o cornoconto erotico ele me fudeu gayFotos curitibana dp swing orgia caseiras amadorasArregaçando cu.com/sadomazoquismo/fisting.contos de sexo com a minha avoContos,eroticos vizinho e eu novinha porno rasoporno quadrinho massagistaultimos contos sadocontos fui fodida pelo marido bandido da amigaconto erotico oferenda casada que fes zoofilia pela primera vesutimoscontoscontos eróticos com mulher doentese eu pudesse fazer sexo anal g****** horasComtos namorada fodida pelos amigos do namoradov videos encooxou e ela pegoucontos incesto forcado em quadrinhogozando quentinho na buceta da maninhaQuadrinhos eróticos 3d sobrinha casadasconto erotico perfil markismãe puta contoscontos grávida dei pro papai pauzudoconto erotico defloradacunha com a buceta melada de tesaoonto de encesto meu filho mora sosinhocontos meu cu e meu filho