Valter, o motorista do ônibus - O REI JEK



Valter, o motorista do ônibus

Todos os dias eu voltava do trabalho com o mesmo ônibus. Entrava no coletivo em frente do trabalho e descia em frente de casa. Eram 1h10min de trajeto nos dias de trânsito bom, chegando a 1h30min em dias de trânsito lento. Quase sempre eu era um dos últimos passageiros a descer, já que residia próximo ao ponto final. Dali o coletivo ia para a garagem, distante a 3 quadras de minha casa.
Inevitável foi começar uma amizade com Valter, o motorista (e trocador) do ônibus - Valter cobrava e dirigia, já que se tratava de uma linha que não tinha tanto movimento e funcionava nos horários de rush, somente. Como eu era um dos primeiros a entrar no coletivo, acabava sentando no banco atrás do motorista. Assim, dia após dia de conversas padrões, tipo: "será que chove", "quem vai ser o campeão", etc.; começamos a falar de outros assuntos e nos afinizar nas conversas.
Valter tinha em torno de 38 anos, moreno claro, cabelos escuros, ainda sem indícios de envelhecimento. Braços peludos, queimados do sol, fortes e masculinos, moldados pela profissão. Era alto, em torno de 1,80 e deveria pesar em torno de 80 kgs. Usava bigode e tinha uma barba sempre bem feita. Percebia-se que seu uniforme era muito bem passado. Da fresta de sua camisa desabotoada (ele mantinha apenas um botão sem abotoar) notava-se um tufo de pelos negros que davam a ele uma masculinidade invejável. Possuía uma voz grossa, masculina. Pronunciava as palavras corretamente e tratava as pessoas com extrema cordialidade. Desde os 18 anos trabalhava em transporte, sendo há 13 na empresa de ônibus que operava na minha região. Casou-se cedo, aos 19. Após 10 anos de casado, foi abandonado pela esposa, que o deixou para voltar para sua terra, no interior do Maranhão. Perdera o contato com ela há alguns anos. Não tiveram filhos, pois a esposa não engravidava - talvez a vergonha de não poder lhe dar um filho a tenha feito abandoná-lo. Desde "a fuga" da esposa, não tinha mais vivido com outra mulher. Apenas "ficava", mas nada além disso.
Satisfazia suas necessidades sexuais e só. Ele não alimentava esperanças nas mulheres com quem saía.
Na ocasião do relato, caro leitor, eu tinha 33 anos. Sempre tive corpo esguio, pernas grossas e bunda bem definida. Com 1,72 de altura, pesava 68 kgs. Pele branca, com raros pelos dourados pelo corpo. Estava sempre bem arrumado e cheiroso. Cuidava muito da aparência. Meu sorriso, desde muito antes, muito branco e meus lábios e gengivas vermelhos e saudáveis. Extremamente discreto, possuía pouquíssimas experiências com homens, sempre como passivo. Morava sozinho, desde os 25 anos.
Após 2 anos fazendo o mesmo trajeto entre o trabalho e a residência, eu e Valter já havíamos conversado sobre de tudo um pouco. Nos tornamos amigos, mas isso ficava só ali, no ônibus. Eu até o havia convidado para tomar uma cerveja após guardar o coletivo, mas ele não aceitava porque dizia morar muito longe da garagem, precisando fazer "outra viagem" de 1h30min até sua casa. Mas isso viria a mudar.
Numa sexta-feira, quando eu já iria passar a roleta para descer no meu ponto, Valter me disse:
- Se você me convidasse, hoje eu poderia aceitar aquela cerva bem gelada! Mas não quero atrapalhar seus planos de sexta-feira à noite.
Eu não havia feito planos. Iria apenas descansar em casa. Aquele convite, após todo o tempo que a gente se conhecia, estava envolto em algum acontecimento novo. Logo, perguntei:
- Nossa! Hoje não tem que ir para casa, no outro lado da cidade? Sorri. Ele, com a gentileza que lhe era marca registrada, respondeu.
- Não mais, caro André (eis meu nome). Estou morando a uma quadra de você. Mudei ontem à noite, após o expediente. Agora somos vizinhos.
- Ah, sei... arrumou uma namorada por aqui?
- Bem... quase. Digamos que eu tenho interesse, mas "ela" ainda não sabe disso.
Seu ar de mistério me deixou curioso. Quem será a felizarda, pensei. Mas, não deixando escapar a oportunidade de me descontrair com pessoa tão interessante, não titubeei e respondi.
- Tá combinado. Só vou tomar um banho... você passa aqui, ou nos encontramos em algum bar daqui do bairro?
- Ainda tenho que levar o ônibus, passar em casa, tomar um ducha. Passo aqui e te pego às 21h30 em ponto, se assim preferir...
- Ok. Combinado, então.
Tomei um banho demorado. Passei cremes e dei umas borrifadas do meu Chanel nº 5 (adorava usar perfume feminino). Fiquei todo cheiroso. Caprichei ao me vestir e pentear. Queria ficar atraente, mesmo sabendo que Valter era hétero e nosso encontro era de amigos que saem pra beber juntos. Às 21h30min, pontualmente, a campainha tocou. Rapidamente saí e fui ao seu encontro. Valter já me esperava no portão. Nunca o havia visto sem o uniforme de trabalho. Estava com uma calça Levi's semijusta que lhe delineava completamente as coxas. Um volume muito interessante se fazia na região do zíper. Estava com uma camisa pólo de uma marca famosa, num tom rosa bem suave. Calçava um sapatênis de extremo bom gosto. Sentia-se, suavemente, um perfume masculino enebriante. Valter que já era atraente naquele uniforme do dia a dia, tornou-se ainda mais desejável. Formávamos um belo casal, sonhei eu.
- Vamos indo, André?
- Va... mos. Gaguejei, meio emocionado.
Valter caminhou até seu carro. Um belo Honda Civic, todo limpo e equipado.
- Nossa. Que carrão. Motorista de ônibus deve ganhar bem, hein!?
- Que nada. Sou um homem econômico. E também faço meus extras como taxista. Além de que, não tenho esposa e filhos para dar de comer... assim, consigo ter uma boa vida.
- Parabéns, Valter. Ainda encantado com as surpresas que me trazia aquele homem, continuei. Então, aonde vamos?
- Bem, escolhi um lugar não muito longe daqui. Confortável, onde podemos ouvir boa música, sem que isso interfira em nossa conversa.
Não demorou muito, chegamos a um barzinho bem aconchegante, de pouca iluminação, onde o som ao fundo mesclava-se entre jazz, mpb e clássicos do RnB. Ultra-agradável.
Tomamos um vinho que Valter fez questão de escolher. Lá pelas tantas taças, após conhecer cada vez mais o bom gosto e a cultura daquele "mero" motorista de ônibus, soltei...
- Então, quem é a felizarda que fez você mudar de bairro?
- A pessoa felizarda é alguém que converso quase todo dia. Ela é o motivo pelo qual eu ainda trabalho na mesma linha de ônibus, mesmo não precisando mais fazer isso. É alguém que se tornou tão especial para mim, que me traz tantos sentimentos bons, que eu não poderia mais ficar tão distante. Teria que me aproximar para vê-la o maior tempo possível...
Ainda curioso, perguntei.
- Então, quem é ela?
- Você, André. Respondeu ele com um tom de voz que fez meu corpo estremecer. Ele continuou... - Nunca havia imaginado que poderia sentir algo por outro homem. Mas você, com seu jeito amigo, carinhoso e inteligente, me mostrou um viés que eu não entendia. Cada viagem que você fazia ao meu lado, me trazia algo precioso. Nossas conversas eram proveitosas e me acalentavam. A cada dia, com a cabeça no travesseiro, ficava lembrando de nossos papos, do seu jeito precioso e sempre tranquilo de dizer as coisas... quando me dei conta, não conseguia mais ficar longe de você.
Fez-se um silêncio momentâneo. Valter, esperando uma resposta, perguntou:
- E então?
Ainda perplexo com o que tinha ouvido, fui previsível em minha resposta:
- Sinceramente, não sei o que dizer. Na verdade sei. Isso é tudo o que eu sempre quis ouvir de alguém. Mas nunca esperei que esse alguém fosse você...
- É o que sinto, André. Espero que entenda. Você se tornou tão especial, que não consigo mais viver longe de você. Confesso ter me masturbado várias vezes lembrando do teu cheiro e da sua pele. Desculpe pela grosseria, mas é uma verdade que não posso mascarar...
Meu corpo respondeu. Ter ouvido algo tão direto daquele homem desejável fez meu ânus piscar freneticamente. Era o próprio sinal do desejo contido. Por mais que a amizade dele fosse importante para mim, lá no fundo eu tinha esperanças de que um dia seria possuído por aquele motorista de ônibus.
Por dois minutos ficamos em silêncio, até que eu facilitei as coisas:
- Vamos para casa, Valter?
- Se essa é sua vontade, vamos.
- Vou reformular. Quer ir para minha casa comigo, Valter?
Os olhos dele faiscaram. O sorriso tomou conta de todo seu rosto. Que boca linda! - pensei. Como um adolescente que recebe o primeiro sim, Valter rapidamente providenciou o pagamento da conta e logo estávamos entrando em minha casa.
- Que lugar aconchegante - disse ele. Tudo aqui é tão "a cara" do dono.
- Sim, gosto de discrição, em todos os sentidos.
Aproximei-me dele e, sem dizer nada abracei-o, aconcheguei minha cabeça em seu peito. Senti todo seu perfume de macho. Valter me apertou, segurou minha cabeça e me deu um beijo sufocante. Jamais havia sido beijado daquela forma. Vi estrelas. Derreti. Perdi o chão. Nunca saberia o que é o amor, não fosse aquele beijo. Valter era o homem que sempre sonhei.
Ele, mais sóbrio que eu, porém contagiado pelo clima que acabara de presenciar, falou:
- Eu tinha certeza disso. Bastava te beijar para comprovar. Está claro pra mim. Quero você.
Dando-me centenas de beijos pelo corpo, foi me despindo e tomando conta do meu ser. Ao abrir os olhos, depois de instantes fora de mim, vi na minha frente um semideus nu. Um corpo escultural, masculino, com pelos negros em toda sua extensão. Coxas delineadas e musculosas. Seu membro, rígido como pedra e levemente torto para a esquerda, era o maior que eu já tinha visto. Mais de 20 cm. Babava lágrimas de desejo. Ajoelhei-me e introduzi todo aquele mastro em minha boca. O cheio que seu pau exalava me deixava dopado. Mamei por vários minutos. Valter delirava. Seu pau pulsava em minha garganta. Comecei movimentos mais frenéticos até que ele, não mais aguentando, explodiu em um gozo que me assustou. Seu pau pulsou 11 vezes. Inundou minha boca com uma porra branca e grossa que só os homens mais velhos possuem. Não quis perder nada, nenhuma gota. Engoli aos poucos, tamanha a quantidade. Me senti alimentado. Valter me levantou, pegou-me no colo. Entrelacei minhas pernas na sua cintura. Deu-me novo beijo que me dopou. Sentia seu membro, ainda rígido, cutucando meu ânus.
- André, quero você pra mim. Não sei se será para sempre, mas que seja o maior tempo possível.
Dizendo isso, me colocou de 4 no tapete da sala e me penetrou com sua língua masculina. Eu delirava com as estocadas de sua língua. Ele beijava, lambia, chupava meu cú. Grunhia, cuspia e dizia:
- Que rabinho mais lindo. Perfeito. Quero ele, quero ser o dono dele.
Numa explosão de prazer, eu gemia e gritava:
- Sim, Valter. Sou seu. Quero ser seu. Quero que seja meu homem.
Totalmente relaxado, fui sentindo a enorme vara de Valter me rasgar. A maestria era tanto que não senti qualquer dor. Em instantes aquele macho estava todo atolado em mim.
Valter começou movimentos frenéticos com uma cadência e sincronia que fizeram meu pau ejacular, sem qualquer toque. Vendo isso, ele explodiu novamente em gozo, mesmo tendo gozado há menos de 15 minutos. Outra vez senti várias pulsadas. Novamente senti um volume muito grande de porra dentro de mim.
Foi nosso começo. E, caro leitor, depois de 7 anos juntos, Valter ainda ejacula mais de 10 vezes. Me inunda com seu esperma branco e grosso. O tesão é o mesmo, desde quando transamos pela primeira vez. Vivemos uma vida tranquila. Valter não mais dirige o ônibus da linha 709. Hoje possui uma frota de 15 táxis em nosso bairro. Trabalhamos juntos. Nunca imaginei que aquele motorista de ônibus se tornasse o "marido" que eu sempre sonhei. Termino de escrever isso com Valter aqui do meu lado, esfregando seu pau enorme no meu ombro, me chamando para mais uma noite de amor e sexo. Acho que sou o passivo mais feliz da face da terra...


XVIDEOS: oreijek
TUMBRL: oreijek
INSTAGRAM: oreijek
TWITTER: oreijek
SNAP CHAT: oreijek
CONTOS EROTICO: oreijek1
KIWI: oreijek
PERISCÓPE: oreijek

Foto 1 do Conto erotico: Valter, o motorista do ônibus - O REI JEK


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


81450 - Batendo uma punheta no ônibus - Categoria: Gays - Votos: 3
81475 - Dando para meus dois amigos héteros - Categoria: Gays - Votos: 11
81478 - Mecânico negão dotado o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 7
81479 - Meu chefe gostoso tirou minha virgindade o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 8
81480 - No matinho com o loirinho o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 3
81481 - Priminho safado gostoso o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 5
81482 - Sexo no futebol com meus amigos heteros - Categoria: Gays - Votos: 12
81483 - Fudendo com meu amigo mecanico dotado o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 4
81487 - O garoto gostoso do ônibus o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 5
81488 - O meu vizinho da rola grossa o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 3
81492 - O PM safado gostoso - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 6
81495 - Eu e meus irmãos gostosos - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 10
81496 - No Banheiro Do Colégio - Categoria: Gays - Votos: 7
81755 - Primeiro dia de aula - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 1
81762 - Após o futebol rolou uma transa - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 2
81763 - Transando na piscina do clube - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 2
81778 - O filho do general gostoso - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 2
81783 - Gozou em cinco minutos - Categoria: Gays - Votos: 1
81884 - Tira a camisinha e goza em cima de mim - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 1
81885 - pedreiro negao comeu gostoso o ajudante -o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 5
81886 - Coloquei minha rola pra fora - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 1
81887 - meu amigo me comeu na escada - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 3
81888 - meu amigo militar - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 3
81889 - Engoli minha própria porra - Categoria: Gays - Votos: 5
82013 - a cobrar do meu tio - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 5
82015 - Meu primo me pegou por trás - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 0
82016 - segurança gostoso - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 4
82392 - Flagrado pelo meu tio [oreijek] - Categoria: Gays - Votos: 3
82394 - o presente [oreijek] - Categoria: Gays - Votos: 1
82396 - Do banheirão para o estacionamento [oreijek] - Categoria: Gays - Votos: 1
82397 - No vestiário da faculdade [oreijek] - Categoria: Gays - Votos: 1
82398 - O Magrinho da Tarde [oreijek] - Categoria: Gays - Votos: 1
82399 - Namorado da prima [oreijek] - Categoria: Gays - Votos: 7
82429 - Do banheiro pra minha casa [oreijek] - Categoria: Gays - Votos: 4
82430 - No metrô do Rio [oreijek] - Categoria: Gays - Votos: 4
82443 - Dois policiais [oreijek] - Categoria: Gays - Votos: 5
82450 - Dando para o pedreiro [oreijek] - Categoria: Gays - Votos: 3
82451 - Um sonho de primo [oreijek] - Categoria: Gays - Votos: 3
83470 - Pegando o amigo lisinho - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 1
83472 - NA CHÁCARA COM QUATRO FARDADOS - O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 5
83474 - O primo - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 1
83478 - Meus 2 primos me pegaram de jeito - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 0
83479 - Fui chupado no banheiro do Shopping - o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 0
85952 - O vendedor de filmes pornôs[oreijek] - Categoria: Gays - Votos: 8
85955 - Gozando No Amiguinho [oreijek] - Categoria: Gays - Votos: 2
88085 - MEU PRIMO CASADO ME COMEU - O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 4
88086 - O negão da Bike - Categoria: Gays - Votos: 3
88088 - Inocência de meninos - O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 2
88091 - Sensação gostosa - O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 1
88094 - O MALUDO DA PRAIA - O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 4
88810 - o rei jek Exército é foda - Categoria: Gays - Votos: 4
88811 - o rei jek Um sargento, um cabo e um soldado - Categoria: Gays - Votos: 4
89363 - A MÃO AMIGA DO AMIGO - Categoria: Gays - Votos: 1
89364 - O MECÂNICO PARRUDO - O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 1
89366 - Meu pai mim viu batendo punheta - O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 1
89370 - O "garçom" me penetrou - O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 1
89399 - No banheiro da Escola :O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 0
89400 - Dei pro namorado da minha amiga : O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 2
89402 - De 4 pro amigo Hetero : O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 1
89403 - O professor Substituto : O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 2
89406 - Um amigo, um vizinho e um padre. - Categoria: Gays - Votos: 3
89407 - UM NOVO GUITARRISTA : O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 0
89408 - DEPOIS DO JOGO NO CHUVEIRO : O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 4
89409 - conto de um flamenguista roxo : O REI JEK - Categoria: Gays - Votos: 0
89447 - Carinha do Metrô/ o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 0
90347 - COROA FOGOSO /o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 2
90348 - Carnaval gostoso/ o rei jek - Categoria: Gays - Votos: 0
90349 - Marcineiro Safadão? - Categoria: Gays - Votos: 4
92485 - Dois vigilantes e um estagiario (oreijek) - Categoria: Gays - Votos: 5
92486 - Cantor sertanejo me fodeu gostoso (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 5
92683 - Sou macho… mas…. (oreijek) - Categoria: Gays - Votos: 2
92685 - Meu melhor amigo me fodeu…(oreijek) - Categoria: Gays - Votos: 0
92789 - Dei meu cu para meu primo (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 1
93452 - primo militar e gostoso part 01 - Categoria: Gays - Votos: 3
93454 - primo militar e gostoso part 03 - Categoria: Gays - Votos: 2
93511 - FUZILADO PELO CARLÃO (oreijek) - Categoria: Gays - Votos: 1
93513 - Meu vizinho gostoso - Categoria: Gays - Votos: 1
95090 - Sexo do bom com o Marlon. Fim de semana intenso! ?(o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 2
95161 - professor "particular" (oreijek) - Categoria: Gays - Votos: 1
95163 - Comi o Meu Dentista (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 1
95186 - O PAI DO FER (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 0
95187 - Perdendo a inocência com o vizinho negão - Categoria: Gays - Votos: 3
95193 - Estudando com o Guilherme (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 0
95237 - A CAMINHADA (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 1
95425 - Deu meu cú para o médico (O REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 1
95426 - O enfermeiro me comeu (O REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 0
95427 - Dei na faculdade(O REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 0
95428 - Dei para vários policiais (O REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 2
95430 - Deu o rabo no sítio (O REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 0
95431 - Comido no banheiro (O REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 2
95432 - Meu colega me comeu. (O REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 2
95515 - Transa na Praia do Sol(o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 0
95517 - Dando pelo mundo afora (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 0
95518 - No escurinho da madrugada (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 0
95520 - No gingado da capoeira (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 0
95522 - Alisson o lourão dotadão (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 0
95523 - Comendo o sobrinho (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 1
95526 - Sonhando com a piroca de um negão (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 0
95528 - Gozando No Amiguinho (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 0
95587 - O amigo do papai (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 1
95593 - Meu Vizinho, Malandro e Dotado (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 2
98176 - MEU VIZINHO HETERO (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 1
98177 - Meu tio João me arrombou e eu gostei (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 7
98178 - Aprendi com meu tio (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 2
98179 - Amigo do colegio sarado (o rei jek) - Categoria: Gays - Votos: 1
98503 - Esqueceu a porta aberta... ( REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 4
98504 - arrumando o computador do vizinho coroa. ( REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 2
98505 - Na sauna ( REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 2
98506 - No banheiro da academia com os amigos ( REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 5
98507 - Desprevinido ( REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 0
98508 - Arrebentando as preguinhas do amigo ( REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 2
98509 - Colega de academia ( REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 4
98510 - Operador de TV a cabo ( REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 6
98511 - No vestiário da faculdade ( REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 5
98559 - O troca-troca de uma primeira vez ( REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 2
98560 - Meu primeiro amigo ( REI JEK) - Categoria: Gays - Votos: 0
99401 - P.P - POLICIAIS PIROCUDOS (oreijek) - Categoria: Gays - Votos: 5
100645 - Perdi a virgindade com meu irmao Marcelo - Categoria: Gays - Votos: 15
100646 - Marcelo: Cama dos Pais e Lanchonete preferida (oreijek) - Categoria: Gays - Votos: 6
100647 - Meu Primo Gostoso(oreijek) - Categoria: Gays - Votos: 6
100648 - Restaurando o meu Tio(oreijek) - Categoria: Gays - Votos: 5
104987 - Cine republica (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 3
104988 - Foi passear no Parque e levou rola... (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 1
104989 - Depois do futebol (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 3
104990 - No parque (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 0
104991 - segredinho de primos (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 5
104992 - Realizando Fantasia (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 0
104993 - Sobrinho visitou o tio e levou rola (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 1
104995 - COMI O RABO DO MEU AMIGO (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 2
104996 - Eu e o guarda do fórum. (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 0
104997 - Fodi o Caíque junto com o Marcos (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 0
104998 - Caique enrabado no cinema pelo Marcos (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 2
104999 - Comi o atendente do McDonalds (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 2
105000 - Descobrindo a sexualidade (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 2
105001 - Um Macho Tesudo (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 1
105002 - Os novinhos dotados (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 4
105003 - Enganado na balada (OREIJEK) - Categoria: Gays - Votos: 1

Ficha do conto

Foto Perfil oreijek1
oreijek1

Nome do conto:
Valter, o motorista do ônibus - O REI JEK

Codigo do conto:
89367

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
19/09/2016

Quant.de Votos:
3

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


hq porno marvelconto eróticoenteada enquanto ela dormia bateu uma siriricaconto acordei com meu filho chupando minha bucetacontos chantagei minha madrinha contos eroticos dei o meu cu pro pedreiro amigo do meu paicontos eróticocurto quentes de lésbicascontos com fotoscfm casadasconto gay pepino cremeloiras muito gostosas bunda grande teta grande e seu filho espiando ela no quarto trocando de ropa desenho pornocontos com fotoscfm casadasdespindo a irmã dormindocontos eróticos agarraram a minha esposa e comeram ela até ela gozarpornoemquadrinho3ddesenhos fazendo sexocontos eroticos incestos orgiasconto erotico bisex 2017 curitibaxoxota vrtmelha melada contosContos fiquei de pau duro madrastacontos fodas oficinamaemae voce tar gostosa ponoleomar1111tabu pai roludo comendo ninfetaConto erotico Titia gostosa abusou do sobrinhocontos erotico vovozinhachovendocontosEngravidando a filha erótico travesti novinho d********* pela pedalinhocontos eroticos coroasTraindo meu maridi contos erot,encestfilhinha querendo dar uma c****** no pinto do paiconto erotico com foto de maechupando netaerotismo contosconto erótico tio engravidou minha filhaincesto meu pai comeu meu cuzinho quando cheguei do carnaval de chortinhoMeus gemeos pauzudos[email protected]instagram raffa_kaultimos contos sadoliga da justiça porno gaycontos cresci fazendo putariaconto erótico novinha fudendo com o delagadocontos dopei a tia pra funder elacontos erótico com fotos melhores temas sograsquadrinhos gays eroticos do dragon ballxxpornor o eletricistahq porno de traicaoviadinhocontosestuprado conto eroticocontos eróticos comi neta loira fotoscontos eroticos tirando o cabacinhoquadrinho porno gay dbzcontos eroticos colegial sendo arrombada por professorcontos com fotoscfm casadasquadrinhos eroticos cunhada carentetravetividiopornoo bem dotado do bate papo contosnegao tentano coloca arolona na bucetinha da garotinhahomem paga dívida a fornecedor com a buceta da esposacontos meu marido gosta quando chamo ele de corno viadinhocontoerotico de menina de dez e o mendigoContos eroticos meu vizinho descobriu minha esposa parte 2Conto comendo o cuzinho apertadinho em quadrinhoperdi as preguinhas do cu quando era pequenaconto erotico velho e esposa humildecontos real de incesto demaes fudendo com filho menor de dezesseis anosconto gay "nao vadia"o cuzinho da minha irmã no niver delaconto erotyco gay o massagista gostosohistorias em quadrinhos pornogrficasjenny e Kelly hentaicontos pornor lebian incestuoso com enteadasrelatos sexuais feminino casais jogando strip pokerQuadradinhoerotico 2014contos eroticos picantes de mulher se exibindomae viuva nao aguenta de tesãoe da pro filho o cu deixa gozardentroConto erotico de menina de 12